sábado, 31 de agosto de 2019

CATÓLICA DE FORTALEZA E 360 WAYUP FAZEM PARCERIA EM PROL DO CINEMA CRISTÃO



A diretora administrativa da Faculdade  Católica de Fortaleza – FCF recebeu nesta sexta-feira, dia 30, o CEO da 360 WayUp, Ygor Siqueira e Larmatine Sombra, representante da empresa, em Fortaleza.
A 360 WayUp nasceu com o objetivo de impulsionar o mercado cinematográfico cristão no país. A empresa já trabalhou na viabilização, produção e distribuição de filmes de sucesso no país como “Você Acredita?”, “Ressurreição”, “Milagres do Paraíso”, “Deus Não Está Morto 2”, “Ben-Hur”, “Extraordinário” , “Paulo, Apóstolo de Cristo”, dentre outros totalizando mais de 12 milhões de espectadores à frente das telonas. 
Na reunião se desenhou várias possibilidades de ações conjuntas entre a Católica de Fortaleza e a 360 WayUp que, em breve, serão divulgadas. Vitória classifica o encontro como positivo e “início de uma parceria de sucesso”. “A arte é uma das pontas da estrela que guia nossa atuação na Católica de Fortaleza”, completa.
Ygor costura parcerias com maestria e se firma como nome de trânsito livre entre líderes católicos e evangélicos, a favor do cinema do bem, películas com mensagens baseadas em valores cristãos.  “Acredito que o cinema cristão tem se consolidado cada vez mais como uma ferramenta que veio para, além de abençoar, também fortalecer a cultura de nossa nação. A parceria com a Católica de Fortaleza é fundamental para que possamos continuar avançando nos cinemas”, pontua Ygor. 
Mais que vencedores
Próximo longa da 360 WayUp é “Mais que vencedores”. O filme conta a história do técnico de basquete John Harrison (Alex Kendrick), que vê sua vida ao avesso quando a escola onde ele e sua esposa, Amy Harrison (Shari Rigby), ensinam é impactada pelo fechamento da maior fábrica da cidade. A incerteza prevalece quando centenas de famílias vão embora, deixando John com medo do futuro da sua família e da sua equipe. Forçado a treinar um esporte do qual ele não gosta, John é inspirado por uma amizade surpreendente e uma atleta improvável, Hannah (Aryn Wright-Thompson), que pressiona seus limites em uma jornada rumo a inúmeras descobertas. Com uma nova perspectiva e o apoio da comunidade, Hannah e seu treinador desafiam o impossível na maior corrida de suas vidas.
Fonte: Site da Arquidiocese de Fortaleza

PALESTRA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA NA PARÓUIA NOSSA SENHORA DE LOURDES, NA VILA ELLERY



O projeto saúde da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Ellery realiza, amanhã, domingo, dia 1 de setembro, depois da missa das 8 horas, na Igreja Matriz (localizada na Rua Dr. Atualpa, nº 430), palestra sobre Qualidade de Vida. Neste dia contarão com acompanhamento de orientador físico, enfermeira, nutricionista e orientações em geral para uma melhor qualidade de vida. 

Informações pelo telefone (85) 32810013 na Secretaria Paroquial.                                                 

FESTA EM HOMENAGEM A SÃO FRANCISCO DAS CHAGAS, EM CANINDÉ




Com o tema “Façam o bem: sejam meus imitadores como sou do Senhor”. A  partir do mês de setembro serão celebradas a festa e novena de São Francisco das Chagas!

De 24 de setembro a 04 de outubro, serão acolhidos milhares de romeiros e devotos de São Francisco, que irão a Canindé para louvar a Deus e agradecer as graças recebidas pela intercessão do Santo da Paz!

Frei Marconi Lins OFM - reitor do santuário convida todos os devotos a participarem deste momento festivo.


O TEMPO DE DEUS

Pe. Johnja Lopez

A INTENÇÃO DE ORAÇÃO DO SANTO PADRE PARA O MÊS DE SETEMBRO


Na intenção de oração deste mês, o Santo Padre chama a atenção para os espaços que “contêm a maior parte da água do planeta e também a maior variedade de seres vivos”: os mares e oceanos. Preocupado com o estado atual de muitos mares e oceanos, o Papa pede a todos os católicos que rezem para que os políticos, cientistas e economistas trabalhem juntos para encontrar medidas de proteção.
Cidade do Vaticano
Foi divulgado, neste sábado (31/8), o “Vídeo do Papa” de setembro, onde o Santo Padre propõe, aos fiéis do mundo inteiro, sua intenção de oração para “a proteção dos mares e oceanos, muitos dos quais ameaçados por várias causas”.
Vídeo do Papa

No “Vídeo do Papa” para este mês de setembro, Francisco chama a atenção para os espaços que “contêm a maior parte da água do planeta e também a maior variedade de seres vivos”: os mares e oceanos.
Preocupado com o estado atual de muitos mares e oceanos, o Papa pede a todos os católicos que rezem para que os políticos, cientistas e economistas trabalhem juntos para encontrar medidas de proteção.
Coprodução do Vídeo

A edição do Vídeo do Papa este mês é uma coprodução entre Yann Arthus-Bertrand e sua equipe de Produção Esperança, La Machi - Comunicação para as Boas Causas, e o Vatican Media. É importante mencionar a trajetória cinematográfica e fotográfica de Bertrand, que sempre teve em vista o cuidado do planeta e dos oceanos. Além disso, este Vídeo é lançado em sintonia com o “Tempo da Criação”, uma celebração anual e universal, que une os cristãos do mundo inteiro, que, este ano, vai de 1º de setembro a 4 de outubro.
Cuidar dos mares e oceanos

Atualmente, 13 milhões de toneladas de plástico são jogadas nos oceanos, a cada ano, causando, entre outros, prejuízos e a morte de 100 mil espécies marinhas.
A gravidade disso consiste no fato de que a maioria dos plásticos permanece intacta, por décadas ou séculos. Além do mais, os plásticos, que se deterioram, acabam se tornando micro plásticos, que os peixes e os outros animais marinhos acabam ingerindo. Isto acarreta uma cadeia alimentar global contaminada.
Objetivos da ONU

Em seus “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, a ONU estabeleceu metas para combater esta triste situação, ciente de que os oceanos fornecem recursos naturais fundamentais, como alimentos, medicamentos, biocombustíveis e outros produtos; isto contribui para a decomposição molecular e a eliminação de resíduos e poluição e, seus ecossistemas costeiros, atuam como amortecedores para reduzir os prejuízos causados ​​por tempestades.
Desafio do Vídeo do Papa

Este “Vídeo do Papa” fala do grave desafio de proteger os oceanos. De fato, o fito-plâncton oceânico é responsável pela produção de mais da metade do oxigênio do planeta. Logo, pode-se dizer que os oceanos são um dos dois “pulmões” do mundo. Para enfrentar o problema da gestão injusta dos mares, é necessário uma “abordagem interdisciplinar”, que não pode ignorar a pessoa humana.
Nota do Padre Fornos

O Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa, o jesuíta Padre Frédéric Fornos, recorda que, ano passado, para o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, Francisco chamou a atenção para proteger os ecossistemas marítimos. Diante desta emergência, disse o Papa, somos chamados a comprometer-nos com uma mentalidade ativa, rezando, como se tudo dependesse da Providência divina, e trabalhando como se tudo dependesse de nós.
Padre Fornos diz ainda que, em setembro deste ano, Francisco nos convida a rezar e agir pela proteção dos oceanos e, de maneira especial, convida os católicos a se recordar que a “nossa solidariedade com a Casa comum nasce da nossa fé. A criação é um projeto do amor de Deus pela humanidade”.
Rede Mundial de Oração

A Rede Mundial de Oração do Papa, da qual o Padre Frédéric Fornos é diretor, é uma obra Pontifícia, cuja missão é mobilizar os católicos, mediante a oração e a ação, para os desafios da humanidade e da missão da Igreja. A sua missão insere-se na dinâmica do Coração de Jesus, uma missão de compaixão pelo mundo.

Fonte: Vatican News

RETIRO DOS MEMBROS DA PASCOM DA ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA




Acontece, hoje, dia 31 de agosto, das 8 às 13 horas, no Centro de Pastoral “Maria, Mãe da Igreja” o Retiro para os membros da Pascom da Arquidicoese de Fortaleza tendo como assessor Dom Júlio César, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Fortaleza de  Fortaleza.

A inscrição será de R$ 20,00 (vinte reais) para lanche e almoço. Informações pelo telefone (85) 33888703, Setor de Comunicação.

Dia: 31 de Agosto
Horário: das 8h às 13h
Local: Centro de Pastoral Mãe da Igreja
Endereço: Av. Dom Manuel, 339 - Centro, Fortaleza - Ce (entrada pela Rua Rodrigues Júnior, 300)
Inscrição: R$ 20,00 (Lanche e Almoço)
Link para Inscrição: https://forms.gle/traS4QyLTSpW8Y5g7

EVANGELHO DO DIA

Mateuus 25,14-30


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25,14-30

Naquele tempo, Jesus contou esta parábola a seus discípulos:
14Um homem ia viajar para o estrangeiro. Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens. 15A um deu cinco talentos,
a outro deu dois e ao terceiro, um; a cada qual de acordo com a sua capacidade. Em seguida viajou. 16O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo, trabalhou com eles, e lucrou outros cinco. 17Do mesmo modo, o que havia recebido dois
lucrou outros dois. 18Mas aquele que havia recebido um só,
saiu, cavou um buraco na terra, e escondeu o dinheiro do seu patrão. 19Depois de muito tempo, o patrão voltou e foi acertar contas com os empregados. 20O empregado que havia recebido cinco talentos entregou-lhe mais cinco, dizendo: `Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco que lucrei'. 21O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel! como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!' 22Chegou também o que havia recebido dois talentos, e disse: `Senhor, tu me entregaste dois talentos. Aqui estão mais dois que lucrei'. 23O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!' 24Por fim, chegou aquele que havia recebido um talento,
e disse: `Senhor, sei que és um homem severo, pois colhes onde não plantaste e ceifas onde não semeaste. 25Por isso fiquei com medo e escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te pertence'. 26O patrão lhe respondeu: `Servo mau e preguiçoso!
Tu sabias que eu colho onde não plantei e que ceifo onde não semeei? 27Então devias ter depositado meu dinheiro no banco,
para que, ao voltar, eu recebesse com juros o que me pertence.'
28Em seguida, o patrão ordenou: `Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 29Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. 30Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Ali haverá choro e ranger de dentes!'Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE


31 DE AGOSTO DE 2019

SÁBADO DA VIGÉSIMA PRIMEIRA SEMANA

DO TEMPO COMUM

Cor Verde

1ª Leitura - 1Ts 4,9-11


Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses 4,9-11

Irmãos: 9Não é preciso escrever-vos a respeito do amor fraterno,
pois já aprendestes de Deus mesmo a amar-vos uns aos outros.
10É o que já estais fazendo com todos os irmãos, em toda a Macedônia.  Só podemos exortar-vos, irmãos, a progredirdes sempre mais.  11Procurai viver com tranquilidade, dedicando-vos aos vossos afazeres  e trabalhando com as próprias mãos, como recomendamos.  Palavra do Senhor. 

Reflexão – “progredindo no amor”.

Foi Deus quem tomou a iniciativa de nos amar primeiro, pois Ele é a fonte do Amor fraterno!  É com esse amor que nós aprendemos a também amar os nossos irmãos e ter com eles uma convivência fraterna. Por isso, São Paulo nos exorta a progredir sempre mais na vivência desse amor divino, pois só teremos tranquilidade quando cumprirmos a nossa missão, amparados pelo amor do Pai. Sim, porque nós aprendemos a amar o nosso próximo com o amor que recebemos do Pai e que está à nossa disposição dentro do coração. O amor de Deus em nós é como uma fonte que jorra initerruptamente água e sacia a nossa sede. Assim sendo, temos em nós a capacidade de distribui-lo a quem tem sede de amor e de justiça. O amor fraterno vem desta fonte. Ele é puro e desinteressado. Por meio dos nossos gestos de amor, das nossas boas ações e do serviço desinteressado nós damos testemunho ao mundo de que o amor do Pai vive em nós e esta é a razão da nossa felicidade.  Ninguém pode amar fraternalmente se não se apropriar do amor do próprio Deus. Com o nosso amor humano e interesseiro nós nunca conseguiremos viver fraternalmente. 
- Você sente o amor de Deus na sua vida? -  O que você tem feito deste amor? – Com qual amor você tem cultivado as suas amizades: com o amor de Deus ou com o seu amor próprio? – Você tem recorrido à fonte de amor que jorra no seu coração?

 

Salmo - Sl 97,1. 7-8. 9 (R. 9)


R. O Senhor julgará as nações com justiça.

1Cantai ao Senhor Deus um canto novo, *
porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo *
alcançaram-lhe a vitória.R.

7Aplauda o mar com todo ser que nele vive, *
o mundo inteiro e toda gente!
8as montanhas e os rios batam palmas *
e exultem de alegria,R.

9na presença do Senhor, pois ele vem, *
vem julgar a terra inteira.
Julgará o universo com justiça *
e as nações com eqüidade.R. 

Reflexão - O canto novo a que o salmista se refere é o som do amor de Deus no nosso coração o qual nos faz aplaudir toda a obra que Ele realiza em nós e por meio de nós aqui na terra. O amor de Deus nos faz louvá-Lo, exaltá-Lo e reconhecê-Lo no meio dos homens vivendo uma nova mentalidade e jeito de ser.  A certeza de que no final seremos julgados pelo amor nos motiva a dar passos de santidade.

Evangelho - Mt 25,14-30


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 25,14-30

Naquele tempo, Jesus contou esta parábola a seus discípulos:
14Um homem ia viajar para o estrangeiro. Chamou seus empregados e lhes entregou seus bens. 15A um deu cinco talentos,
a outro deu dois e ao terceiro, um; a cada qual de acordo com a sua capacidade. Em seguida viajou. 16O empregado que havia recebido cinco talentos saiu logo, trabalhou com eles, e lucrou outros cinco. 17Do mesmo modo, o que havia recebido dois
lucrou outros dois. 18Mas aquele que havia recebido um só,
saiu, cavou um buraco na terra, e escondeu o dinheiro do seu patrão. 19Depois de muito tempo, o patrão voltou e foi acertar contas com os empregados. 20O empregado que havia recebido cinco talentos entregou-lhe mais cinco, dizendo: `Senhor, tu me entregaste cinco talentos. Aqui estão mais cinco que lucrei'. 21O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel! como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!' 22Chegou também o que havia recebido dois talentos, e disse: `Senhor, tu me entregaste dois talentos. Aqui estão mais dois que lucrei'. 23O patrão lhe disse: `Muito bem, servo bom e fiel! Como foste fiel na administração de tão pouco, eu te confiarei muito mais. Vem participar da minha alegria!' 24Por fim, chegou aquele que havia recebido um talento,
e disse: `Senhor, sei que és um homem severo, pois colhes onde não plantaste e ceifas onde não semeaste. 25Por isso fiquei com medo e escondi o teu talento no chão. Aqui tens o que te pertence'. 26O patrão lhe respondeu: `Servo mau e preguiçoso!
Tu sabias que eu colho onde não plantei e que ceifo onde não semeei? 27Então devias ter depositado meu dinheiro no banco,
para que, ao voltar, eu recebesse com juros o que me pertence.'
28Em seguida, o patrão ordenou: `Tirai dele o talento e dai-o àquele que tem dez! 29Porque a todo aquele que tem será dado mais, e terá em abundância, mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado. 30Quanto a este servo inútil, jogai-o lá fora, na escuridão. Ali haverá choro e ranger de dentes!'Palavra da Salvação.

Reflexão – “a alegria do Senhor é a nossa força”

Todos nós sabemos que temos dons, e que Deus nos premiou com talentos e virtudes, porém, muitas vezes desprezamos os carismas que temos e deixamos de lado as aptidões que possuímos, por preguiça, por desleixo, porque não damos muita importância, ou porque nós não nos valorizamos e desconhecemos o nosso potencial.  A Parábola dos talentos, então, nos leva a compreender que cada vez que assumimos os nossos dons com humildade e perseverança o Senhor se alegra conosco e nos presenteia com mais dons e talentos. Dessa maneira, Jesus nos conscientiza de que seremos cobrados de acordo com o que conseguirmos fazê-los render. Justo é que todos nós usemos e usufruamos de tudo quanto Deus providenciou para a nossa felicidade, pois a justiça de Deus consiste em fazer valer o Seu Plano de Amor para a nossa vida.    No mínimo, todo homem e toda mulher recebem das mãos de Deus o dom da sua vida e muitas vezes esperamos que aconteçam nela coisas extraordinárias, quando o Senhor só deseja que possamos vive-la com alegria e confiança Nele. O medo nos leva a destruir a nossa capacidade de viver feliz. O querer muito, o achar tudo pouco nos leva a perder o tempo precioso da nossa existência e a enterrar as pequenas oportunidades que temos de viver bem.   Tudo o que recebemos de Deus vem na medida certa, de acordo com a nossa capacidade, nem mais nem menos do que poderíamos receber.  

- Você já parou para pensar na grandeza que é a sua simples vida?
 - Você aprecia a sua vida ou acha que a vida do outro é melhor que a sua? 
O que você tem feito com os seus dons?
 – Você se acha muito sem expressão, incapaz de realizar alguma coisa? 
– De que você tem medo?

Helena Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho






SANTO DO DIA - SÃO RAIMUNDO NONATO

São Raimundo Nonato encontrou dificuldades para vir à luz, foi invocado como patrono e protetor das parturientes e das parteiras (seu nome significa “não nascido” porque foi extraído vivo das entranhas da mãe já morta).
Nasceu na Espanha, em Portel, na diocese de Solsona (próximo a Barcelona) no ano de 1200. Ainda menino, teve de guardar o gado e, durante seus anos de pastor, visitava constantemente uma ermida de São Nicolau, onde se venerava uma imagem de Nossa Senhora de quem era devotíssimo.
Conta-se que, durante as horas que passava aos pés de Maria, um anjo lhe guardava o rebanho. Desde jovem, Raimundo Nonato percebeu sua inclinação à vida religiosa. Seu pai buscou, sem êxito, impedi-lo de corresponder ao chamado vocacional. Ao entrar para a Ordem de Nossa Senhora das Mercês, pôde receber do fundador: São Pedro Nolasco, o hábito. Assim, tornou-se exemplo de ardor na missão de resgatar das mãos dos mouros, os cristãos feito escravos.
Certa vez, São Raimundo conseguiu liderar uma missão que libertou 150 cristãos, porém, quando na Argélia acabaram-se os recursos para o salvamento daqueles que corriam o risco de perderem a vida e a fé, o Missionário e Sacerdote Raimundo, entregou-se no lugar de um dos cristãos. Na prisão, Raimundo pregava para os muçulmanos e cristãos, com tanta Unção que começou a convertê-los e desse modo sofreu muito, pois chegaram ao extremo de perfurarem os seus lábios com um ferro quente, fechando-os com um cadeado. Foi mais tarde libertado da prisão e retornou à Espanha.
São Raimundo Nonato, morreu em Cardona no ano de 1240 gravemente doente. Não aguentou atingir Roma onde o Papa Gregório IX queria São Raimundo como Cardeal e conselheiro. O seu corpo foi descansar na mesma ermida de São Nicolau em que orava nos seus anos de pastor.
São Raimundo Nonato, rogai por nós!
Fonte: Canção Nova Notícias

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

NÚNCIO APOSTÓLICO NO BRASIL REALIZA IMPOSIÇÃO DO PÁLIO EPISCOPAL A DOM DARIO CAMPOS



Núncio apostólico no Brasil realiza imposição do pálio episcopal a dom Dario Campos
O núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D’Anielo, conduz a cerimônia de imposição do pálio episcopal ao arcebispo de Vitória (ES), dom Dario Campos, no último domingo, 25 de agosto, na catedral metropolitana de Vitória. A insígnia abençoada e entregue pelo Papa Francisco na Solenidade de São Pedro e São Paulo, no mês de junho, é o símbolo da missão pastoral do bispo. O pálio é também a prerrogativa dos arcebispos metropolitanos, como símbolo de jurisdição em comunhão com a Santa Sé.
“A Igreja deu a Vitória um novo arcebispo e hoje está lhe impondo o pálio como sinal de unidade. Devemos ficar felizes com esse gesto de amor de Deus e retribuir esse gesto amando a Deus através da pessoa do bispo e tudo que ele significa”, refletiu dom Giovanni.
Fonte: CNBB

COMISSÃO PARA A LITURGIA COLABORA PARA UMA MAIOR COMPREENSÃO E VIVÊNCIA DA PALAVRA



Comissão para a Liturgia colabora para uma maior compreensão e vivência da Palavra
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) elaborou recentemente um subsídio que apresenta fundamentação bíblico-teológica e orientações pastorais com relação aos ministérios em geral, e em particular, ao ministério da Palavra, confiado aos cristãos leigos e leigas. Trata-se do Documento 108 da CNBB intitulado “Ministério e Celebração da Palavra”.
A proposta do Documento é a de apresentar um plano de formação e acompanhamento para os regionais, dioceses e paróquias para que estes possam adaptá-lo em seus diferentes contextos e realidades, levando em conta os desafios que se apresentam e suas necessidades concretas.
O subsídio é mais uma prova viva de que a Igreja no Brasil, à luz do Concílio Vaticano II tem incentivado uma experiência mais profunda da Palavra lida, proclamada, escutada, interpretada e vivida. E é neste contexto que a Comissão para a Liturgia da CNBB tem colaborado para uma maior aproximação, compreensão e vivência da Palavra por parte do povo de Deus.
Padre Leonardo Pinheiro, assessor da Comissão para a Liturgia da CNBB
O assessor da Comissão, padre Leonardo Pinheiro tem recebido convites pelo Brasil afora para ministrar formações sobre o Documento 108. Esta inclusive é uma iniciativa que faz parte do Plano Quadrienal da Comissão. Recentemente, ele foi convidado a assessorar um encontro da diocese de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, para um momento de formação da Pastoral Litúrgica.
Sueli Moreira Volpini, integrante da Equipe Diocesana de Liturgia da Diocese conta que lá os ministros adquirem na vida das comunidades uma grande importância. “Nossa diocese possui 43 paróquias. São 1050 comunidades onde a Celebração da Palavra de Deus é uma realidade bem presente”, afirma.
Ela garante que ter um momento de formação como esse, ministrado pelo padre Leonardo é essencial porque “a maior parte das celebrações dominicais são presididas pelos ministros da Palavra”. Então, ela garante que esta foi uma oportunidade de “refletir, animar a missão na condução da celebração da Palavra que é desempenhada”.
Padre Leonardo destacou o interesse e a participação dos que lá estavam, sobretudo dos leigos que dirigem a Palavra. Salientou também que este trabalho de formação já é uma acolhida das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil que chama atenção para a valorização da celebração litúrgica e, sobretudo, na vida paroquial, na vida comunitária e especialmente no Dia do Senhor, no Domingo.
“Padre Leonardo destacou o interesse e a participação dos quase 100 agentes leigos que lá estavam, sobretudo dos leigos que dirigem a Celebração da Palavra”, finaliza padre Leonardo.


Fotos: Joelma Fagundes e Sueli Volpini
Fonte: CNBB

CNBB LANÇA CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE O SÍNODO PARA A AMAZÔNIA



CNBB lança campanha de sensibilização e informação sobre o Sínodo para a Amazônia
A partir deste domingo, 1º de setembro, “Dia Mundial de oração pelo Cuidado da Criação” até o dia 5, “Dia da Amazônia”, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai desenvolver, em parceria com a Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), um conjunto de iniciativas de comunicação cujo objetivo é sensibilizar a Igreja e a sociedade sobre a importância do Sínodo para a Amazônia. As ações se desdobrarão no período que antecede e durante a realização da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-amazônica.
Integram a campanha, um conjunto de ações – vídeo depoimento de bispos e lideranças da Igreja, vídeos Voz da Amazônia, entre outros. O material produzido em parceria com a Comissão Episcopal Especial para a Amazônia e a Rede Eclesial Pan-Amazônica, a REPAM-Brasil, vai estar disponível nos sites e nas redes sociais da CNBB e da REPAM-Brasil. As TVs de inspiração católicas também foram convidadas a produzir conteúdo próprio e a disseminar os conteúdos produzidos sobre o Sínodo pela Repam, especialmente a série Voz da Amazônia.
O arcebispo de Belo Horizonte e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo explica que Conferência decidiu apoiar iniciativas de comunicação que sensibilizem a Igreja e a sociedade para a proposta do sínodo. “A Conferência deve acompanhar a partir de agora o caminho sinodal com uma programação e um planejamento de comunicação para abrir mais o coração da nossa própria Igreja e também repercutir estas informações no coração da sociedade”.
Dom Walmor Oliveira de Azevedo. Foto: Daniel Flores/CNBB
Dom Walmor ressalta ainda que a intenção da Igreja não é apenas realizar um evento, mas dar passos novos, o que incentiva a entidade a se envolver nas ações que superem ou tratam de forma adequada os vários ruídos que se têm apresentado em relação ao Sínodo, bem como as suas incompreensões.
Segundo presidente da CNBB desejo é que haja “uma repercussão muito boa e importante de tudo aquilo que se trata e se tratará durante o Sínodo e daquilo que virá na exortação pós-sinodal.
No primeiro vídeo da série, o bispo de Rio Grande e presidente da Comissão para a Vida e a Família da CNBB, dom Ricardo Hoepers, fala da Amazônia como um dom de Deus.
Dom Ricardo Hoepers. Reprodução
“Que todos nós possamos participar. Vamos nos envolver com essa grande reflexão e também com o nosso modo de ser. Pensar a Amazônia e pensar no homem de maneira integral. É pensar o dom que Deus nos deu. É pensar no quanto que somos gratos por este dom que recebemos que é a Amazônia”, destaca.
A Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica vai ser realizada de 6 a 27 de outubro de 2019, no Vaticano, em Roma. Para encontrar o nosso material basta procurar na ferramenta de buscas da rede social por: CNBB Nacional ou pelas hastags #euapoioosínodo #euapoioopapa #sinodoamazonico
Fonte: CNBB

DOMINGO, DIA 1º DE SETEMBRO, A IGREJA NO MUNDO CELEBRA O DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELO CUIDADO DA CRIAÇÃO




No dia 1º/09 Igreja no mundo celebra o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação
No próximo domingo, 1º de setembro, a Igreja no mundo celebra o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado com a Criação com  o tema central da humildade e da generosidade. A data é comemorada desde 1970 pela Igreja Ortodoxa com o objetivo de agradecer o dom da criação. Em carta, de 6 de agosto de 1995, o papa Francisco expressou desejo de, também, instituir o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, em 1º de setembro, assim como celebrado pelos ortodoxos. Para Francisco, a data favorecerá o testemunho e comunhão com os ortodoxos e o patriarca ecumênico Bartolomeu I.
“Como cristãos, queremos oferecer a nossa contribuição para a superação da crise ecológica que a humanidade está vivendo. Por isso devemos, antes de tudo, buscar no nosso rico patrimônio espiritual as motivações que alimentam a paixão pelo cuidado da criação, lembrando sempre que para aqueles que creem em Jesus Cristo, Verbo de Deus que se fez homem por nós…”, disse o papa na carta que instituiu a data.
Dom Mário Antônio, segundo vice presidente da CNBB.
Dia de Compromisso – O bispo de Roraima e segundo vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Mário Antônio da Silva reforça que Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação é um dia de compromisso. Para ele, rezar não é apenas falar, é dialogar e comprometer-se com a vida. “Deus criador nos criou para sermos capazes de cuidar, defender e nos comprometer em defesa da vida”, disse.
O segundo vice-presidente da CNBB reforçou que merece mais destaque as ações voltadas para a vida mais ameaçada, a vida de todo planeta, começando pela vida humana e de todas as formas de criação. “Defendamos a vida esta é a vontade do criador, que seja também a vontade de todos os seres viventes”, disse.
Segundo o bispo, à luz da encíclica Laudato Sí, o cuidado com a criação consiste em proteger a vida. “O papa Francisco nos convida na Laudato Sí a uma conversão ecológica e a, de fato, uma vivência da ecologia integral que consiste no cuidado com o todo da vida de maneira prioritária, com a vida humana”, reforçou. Cuidar da criação, defende dom Mário, é cuidar da vida humana, da vida de todas as criaturas, para que todos tenham vida em abundância.
Fonte: CNBB

O TEMPO DE DEUS

Pe. Johnja Lopes

VIDEOMENSAGEM DO PAPA FRANCISCO A MOÇAMBIQUE: REZEMOS PELA CONSOLIDAÇÃO DA PAZ




Francisco convida os moçambicanos a unirem-se à sua oração "a fim de que o Deus e Pai de todos consolide a reconciliação, reconciliação fraterna em Moçambique e na África inteira, única esperança para uma paz firme e duradoura".
Cidade do Vaticano
Fui divulgada, nesta sexta-feira (30/08), a videomensagem do Papa Francisco para sua viagem apostólica a Moçambique, que terá início na próxima quarta-feira, 4 de setembro.
Eis o texto da mensagem de vídeo.
Querido povo de Moçambique!
Dentro de poucos dias, terá início a minha visita ao vosso país e, apesar de não poder deslocar-me para além da capital, o meu coração alcança e abraça a todos vós, com um lugar especial para quantos vivem atribulados. Desde já vos queria deixar esta certeza: estais todos na minha oração. Anseio pelo momento de vos encontrar.
Tal como eu recebi (e agradeço!) o convite do senhor Presidente e dos meus irmãos Bispos para ir ter convosco, assim estendo o convite a todos vós, para vos unirdes à minha oração a fim de que o Deus e Pai de todos consolide a reconciliação, reconciliação fraterna em Moçambique e na África inteira, única esperança para uma paz firme e duradoura.
Terei a alegria de partilhar diretamente convosco estas convicções e também de verificar como cresce a sementeira feita pelo meu antecessor São João Paulo II. Esta viagem permitir-me-á encontrar a comunidade católica e confirmá-la no seu testemunho do Evangelho, que ensina a dignidade de cada homem e mulher e exige que abramos os nossos corações aos outros, especialmente aos pobres e necessitados.
Queridos irmãos e irmãs, sei que muitos estão a trabalhar na preparação da minha visita, inclusive com a oferta das suas orações, e de coração lhes agradeço. Sobre vós e sobre o vosso país invoco as bênçãos de Deus e a proteção da nossa Mãe, a Virgem Maria. Até breve!
Fonte Vatican News