terça-feira, 25 de janeiro de 2022

O TEMPO DE DEUS

 

Pe. Johnja López

MISSA CAMPAL NA PRAÇA ENGENHEIRO JOSÉ WALDEZ BOTELHO

 


EVANGELHO DO DIA

 + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 16,15-18

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum  veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados". Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE

 

25 DE JANEIRO DE 2022


3ª. FEIRA -
CONVERSÃO DE SÃO PAULO APÓSTOLO

 

FESTA

 

Cor: Branco

 

1ª Leitura - At 22,3-16

 

Leitura dos Atos dos Apóstolos 22,3-16

Naqueles dias, Paulo disse ao povo: 3"Eu sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas fui criado aqui nesta cidade. Como discípulo de Gamaliel, fui instruído em todo o rigor da Lei de nossos antepassados, tornando-me zeloso da causa de Deus, como acontece hoje convosco. 4Persegui até à morte os que seguiam este Caminho, prendendo homens e mulheres e jogando-os na prisão. 5Disso são minhas testemunhas o Sumo Sacerdote e todo o conselho dos anciãos. Eles deram-me cartas de recomendação
para os irmãos de Damasco. Fui para lá, a fim de prender todos os que encontrasse e trazê-los para Jerusalém, a fim de serem castigados. 6Ora, aconteceu que, na viagem, estando já perto de Damasco, pelo meio-dia, de repente uma grande luz que vinha do céu brilhou ao redor de mim. Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: `Saulo, Saulo, por que me persegues?' 8Eu perguntei:
`Quem és tu, Senhor?' 7Ele me respondeu: `Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu estás perseguindo'. 9Meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz que me falava. 10Então perguntei: `Que devo fazer, Senhor?' O Senhor me respondeu:
`Levanta-te e vai para Damasco. Ali te explicarão tudo o que deves fazer'. 11Como eu não podia enxergar, por causa do brilho daquela luz, cheguei a Damasco guiado pela mão dos meus companheiros. 12Um certo Ananias, homem piedoso e fiel à Lei,
com boa reputação junto de todos os judeus que aí moravam,
13veio encontrar-me e disse: `Saulo, meu irmão, recupera a vista!'
No mesmo instante, recuperei a vista e pude vê-lo. 14Ele, então, me disse: `O Deus de nossos antepassados escolheu-te para conheceres a sua vontade, veres o Justo e ouvires a sua própria voz. 15Porque tu serás a sua testemunha diante de todos os homens, daquilo que viste e ouviste. 16E agora, o que estás esperando? Levanta-te, recebe o batismo e purifica-te dos teus pecados, invocando o nome dele!'" Palavra do Senhor.

 

Reflexão - “Lutamos contra Deus quando não compreendemos o que Ele quer nos mostrar

Nesta narrativa o próprio Paulo dá testemunho da sua conversão e da obra que Deus realizou nele para que ele pudesse assumir a missão de apóstolo dos gentios. Dizendo-se zeloso pela causa de Deus, Saulo lutava contra o próprio Deus quando, em nome da Lei perseguia os seguidores do Seu próprio Filho Jesus Cristo. Armado até os dentes contra os cristãos, Saulo, no entanto, foi escolhido para ter um “encontro pessoal” com Jesus quando, cheio de razões, se dirigia a Damasco a fim de prender todos a quem encontrasse seguindo o Seu nome.  No caminho de Damasco, porém, a sua história mudou e ele, diante da Luz de Cristo, se rendeu e, impotente, entendeu a grandeza do chamado de Deus.   Muitas vezes na nossa vida nós também, como Saulo, estamos “zelando” pela causa de Deus baseados na lei e nas “obrigações”, entretanto, na verdade, estamos lutando contra Deus quando não compreendemos o que Ele quer nos mostrar. Assim como fez com Saulo o Senhor também providencia a ocasião para que “caiamos do cavalo” e, humilhados, finalmente percebamos a nossa incoerência. A luz de Jesus não nos deixa mais na dúvida e, diante dela, todos nós somos obrigados a nos abaixar, pois ficamos ofuscados pelo Seu poder. Só Deus sabe o caminho certo para nós. A travessia da nossa vida é um projeto do Pai e Jesus Cristo é o dono da nossa existência. O nosso encontro pessoal com Jesus tem como consequência o colocar abaixo todas as nossas ideias e concepções próprias, vindas da nossa humanidade e do nosso “zelo” exagerado e sem razão de ser das coisas de Deus, para nos rendermos ao Seu Amor e assim podermos amar mais e compreender o nosso próximo. Assim como aconteceu com Saulo de Tarso poderá também acontecer com cada um de nós. Mesmo diante da rebeldia e prepotência que nos impedem de enxergar a verdade o Senhor nos manda os “Ananias” para tirar a venda dos nossos olhos a fim de que possamos ser Suas testemunhas diante de todos os homens. Dar testemunho do Seu amor na nossa vida é o que precisamos também fazer. O amor de Deus acontece em nós e nós o fazemos acontecer no mundo.   Depois que teve um encontro com Jesus Ressuscitado Paulo não foi mais o mesmo, recebeu o Batismo e começou a pregar em Seu Nome. Nós também fomos batizados em Cristo, portanto, podemos nos apropriar da verdade que possuímos para ser cristãos autênticos que irradiam a Sua Luz por entre as nações. - Você já teve um encontro com Jesus? – As suas ideias e os seus propósitos estão compatíveis com o Evangelho?  – Para você o que significa cair por terra?
– Você já se rendeu a Jesus Cristo e deixou de perseguir os Seus seguidores?  – Com que lente você tem enxergado as pessoas que estão à sua volta: com a lente do mundo ou com a lente de Deus

 

 

 

Salmo - Sl 116(117),1-2 (R. Mc 16,15)

 

R. Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.

 

1Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, *
povos todos, festejai-o!R

 

2.Pois comprovado é seu amor para conosco, para sempre ele é fiel!R

 

Reflexão - Pregar o Evangelho é dar testemunho do grande amor de Deus a todas as gentes, em todos os lugares e por onde andarmos. O Amor de Deus é comprovado por meio das nossas ações com o nosso próximo, pois, quanto mais nos deixarmos amar por Deus mais teremos amor para amar. Assim, podemos festejar e cantar Seus louvores, com o coração agradecido porque Ele é fiel para conosco.


Evangelho - Mc 16,15-18

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 16,15-18

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: "Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum  veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados". Palavra da Salvação.

 

Reflexão - “somente a fé em Jesus, poderá operar em nós as transformações e os milagres”
Quem crer e for batizado, diz Jesus neste Evangelho, será salvo e quem não crer será condenado. Crer, portanto, é o primeiro passo para que possamos aderir ao projeto de salvação que o Pai traçou para nós. Por isso, o Evangelho de hoje nos propõe assumir a vida nova que Jesus Cristo veio nos trazer pela fé e conversão. Converter-se é assumir o compromisso com o reino que Jesus veio instaurar por meio da mudança de mentalidade e da participação efetiva na missão que Ele nos destinou. Só poderemos mudar a realidade à nossa volta quando conseguirmos também mudar o nosso coração e, somente a fé em Jesus, poderá operar em nós as transformações e os milagres. Pela fé em Jesus todos nós seremos capazes de fazer as maiores proezas, como, expulsar demônio, falar novas línguas, pegar em serpentes, beber veneno, curar doentes. Com a força milagrosa do Amor de Deus que nós testemunhamos, esses sinais acontecem na nossa vida e na vida daquelas pessoas a quem anunciamos Jesus, quando, desafiamos as dificuldades, a doença, a morte, a tristeza com a esperança, com a alegria, com o poder de Cristo ressuscitado. Nem precisamos fazer grandes coisas nem realizar muitas obras, mas apenas crer e dar testemunho da ação do Espírito Santo na nossa vida!  Foi para isto que fomos chamados (as), e esta é a nossa missão de batizados (as). As mudanças, as transformações, as conversões nós as verificamos quando falamos a nova linguagem do Amor de Deus! Os demônios que perseguem a humanidade se rendem quando fazemos tudo por amor a Jesus! O pecado, veneno mortal, não consegue mais ter influência na vida daqueles que nos escutam falar em Nome de Jesus! É esta a nossa missão: o mundo inteiro é o lugar onde estivermos e toda criatura são todos aqueles a quem podemos testemunhar os prodígios de Jesus. Os sinais nos acompanharão se formos obedientes ao Seu mandado.

- Você já percebe estes sinais na sua vida?

 – Você já usa nos seus relacionamentos a linguagem do amor? 

-  Qual é o maior veneno para a humanidade, hoje? 

– Qual será o seu antídoto?  

O seu testemunho tem convertido alguém?

 – Os milagres que acontecem na sua vida, você os tem propagado?

– O que você tem esperado acontecer para assumir a missão que o Senhor lhe destinou? 


Helena Serpa,

Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

SANTO DO DIA - CONVERSÃO DE SÃO PAULO

 Saulo, que depois tomou o nome de Pedro, nasceu em Tarso, capital da Cilícia. Da tribo de Benjamim, era judeu de nação. Logo, ele recebeu também o título de cidadão romano. O seu pai pertencia à seita dos fariseus, ou seja, pertencia ao grupo dos judeus que exerciam a profissão de observar a lei e de seguir a moral mais severa.

Passou os primeiros anos de sua vida em Tarso, estudando as ciências gregas. Dotado de muito amor ao estudo, foi estudar na escola de Gamaliel, em Jerusalém, para aprofundar-se no conhecimento da lei, buscando colocá-la em prática. Nessa época, conheceu o Cristianismo, que era tido como um seita na época. Tornou-se, então, um grande inimigo dessa religião e dos seguidores dessa. Tanto que a Palavra de Deus testemunha que, na morte de Santo Estevão, primeiro mártir da Igreja, ele fez questão de segurar as capas daqueles que o apedrejaram, como uma atitude de aprovação.

Autorizado a buscar e identificar os cristãos, prendia-os, enfim, acabava com o Cristianismo. O intrigante é que ele pensava estar agradando a Deus. Ele fazia seu trabalho por zelo, mas, de maneira violenta, sem discernimento. Era um fariseu que buscava a verdade, mas fechado à Verdade Encarnada.

Sua ira contra os cristãos crescia à medida dos bons resultados. Obteve do sumo sacerdote, Caifás, poderes discricionários para pesquisar a vida de todos os cristãos e de os castigar. Entrava nas sinagogas, açoitava aqueles que acreditavam em Jesus e colocava em execução todos os meios para obrigar os cristãos a blasfemarem contra o santo nome de Cristo.

Encontramos, no capítulo 9 dos Atos dos Apóstolos, o testemunho: “Enquanto isso, Saulo só respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Apresentou-se ao príncipe dos sacerdotes e pediu-lhes cartas para as sinagogas de Damasco, com o fim de levar presos, a Jerusalém, todos os homens e mulheres que seguissem essa doutrina. Durante a viagem, estando já em Damasco, subitamente o cercou uma luz resplandecente vinda do céu. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: ‘Saulo, Saulo, por que me persegues?’. Saulo então diz: ‘Quem és, Senhor?’. Respondeu Ele: ‘Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro te é recalcitrar contra o aguilhão’. Trêmulo e atônito, disse Saulo: ‘Senhor, que queres que eu faça?’ respondeu-lhe o Senhor: ‘Levanta-te, entra na cidade, aí te será dito o que deves fazer'”.

O batismo de Saulo é apresentado por Ananias, um cristão comum, mas dócil ao Espírito Santo. Apareceu-lhe o Senhor em visão e disse-lhe: “Levanta-te, e vai à rua que se chama Direita, e procura em casa de Judas a um chamado Saulo de Tarso, porque ele está ali orando”. Procurando Saulo no local indicado, colocou as mãos sobre ele, dizendo: “Saulo, o Senhor Jesus que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou para que recebas a visita e sejas cheio do Espírito Santo”. Saulo levantou-se cheio de alegria. Ananias declarou-lhe o que o Senhor lhe tinha dado a entender a respeito de sua vocação e o batizou (cf. At 9).

A festa litúrgica da conversão de São Paulo, própria da Igreja latina, apareceu no século VI. A comemoração do dia 25 de janeiro tem o intuito de considerar as várias facetas do Apóstolo por excelência. Como um dos Doze, pertence a Jesus desde o momento em que, no caminho para Damasco, foi vencido pelo amor de Cristo e transformou-se no maior Apóstolo do Evangelho.

São Paulo, rogai por nós!

Fonte: Canção Nova Notícias

segunda-feira, 24 de janeiro de 2022

FIÉIS DEVEM AGENDAR PARTICIPAÇÃO NA FESTA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS, EM JUAZEIRO

 

Foto: Google


Para evitar aglomerações por conta da pandemia do Coronavirus, os fiéis católicos, especialmente os devotos de Nossa Senhora das Candeias, em Juazeiro do Norte, devem agendar sua participação nas celebrações. A medida está sendo tomada pela comissão dos festejos, para atender o Decreto Governamental.

Os fiéis, que estão dispostos a participar do novenário poderão fazer o agendamento através de um formulário que está disponível no site do Santuário. Este formulário deve ser preenchido com os dados dos interessados, com a confirmação da inscrição sendo enviada para os fiéis através de e-mail. Com relação as crianças só serão permitidas as entradas se elas tiverem idade acima de 7 anos.

A medida, segundo a comissão dos festejos, foi adotada para evitar aglomerações por conta da pandemia do Coronavírus. Só será permitido o acesso à Praça da Matriz mediante a comprovação do agendamento e de vacinação. O fiel deve apresentar o print da tela do celular ou impresso, juntamente com o documento de identificação (RG). Aos participantes, será obrigatório o uso de máscara e álcool gel (70%).

Com o público reduzido, as missas festivas serão transmitidas ao vivo, através dos canais de comunicação do Santuário Nossa Senhora das Candeias (Youtube e Facebook).

De acordo com o reitor, pároco e guardião do Santuário Nossa Senhora das Candeias, as mudanças seguem as recomendações dos governos estadual e municipal que veta ações com acima de 3 mil pessoas com intuito de evitar aglomerações e que são necessárias para garantir a segurança dos devotos.

NOVENÁRIO

Com o tema “A minha alma glorifica ao Senhor” (Lc 1:46), o Novenário em honra a Nossa Senhora das Candeias acontece entre os dias 23 de janeiro e 2 de fevereiro.  A abertura aconteceu às 5h, com alvorada de fogos, hasteamento da bandeira e oração do Ofício de Nossa Senhora, no Santuário de Nossa Senhora das Candeias. Até o dia 3 de fevereiro, milhares de fieis são esperados para participar das homenagens a padroeira do município, na Praça do Santuário, para louvar, pedir e agradecer pelas graças alcançadas.

 

Com informações do

Site do Santuário de Nossa Senhora das Candeias

O TEMPO DE DEUS

 

Pe. Johnja López

EVANGELHO DO DIA

 + Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3,22-30


Naquele tempo: 22Os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém, diziam que ele estava possuído por Beelzebu,
e que pelo príncipe dos demônios ele expulsava os demônios.
23Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: 'Como é que Satanás pode expulsar a Satanás? 24Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se. 25Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se. 26Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído. 27Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar seus bens, sem antes o amarrar. Só depois poderá saquear sua casa. 28Em verdade vos digo: tudo será perdoado aos homens, tanto os pecados, como qualquer blasfêmia que tiverem dito. 29Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo,
nunca será perdoado, mas será culpado de um pecado eterno.'
30Jesus falou isso, porque diziam: 'Ele está possuído por um espírito mau.' Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE

 

24 DE JANEIRO DE 2022

2ª. FEIRA DA 3ª. SEMANA DO

 

TEMPO COMUM

 

Cor Verde

1ª. Leitura – II Sam 5,1-7.10

 

Leitura do Segundo Livro de Samuel 5,1-7.10


Naqueles dias: 1Todas as tribos de Israel vieram encontrar-se com Davi em Hebron e disseram-lhe: 'Aqui estamos. Somos teus ossos e tua carne. 2Tempo atrás, quando Saul era nosso rei, eras tu que dirigias os negócios de Israel. E o Senhor te disse: Tu apascentarás o meu povo Israel e serás o seu chefe'. 3Vieram, pois, todos os anciãos de Israel até ao rei em Hebron. O rei Davi fez com eles uma aliança em Hebron, na presença do Senhor, e eles o ungiram rei de Israel. 4Davi tinha trinta anos quando começou a reinar,
e reinou quarenta anos: 5sete anos e seis meses sobre Judá, em Hebron, e trinta e três anos em Jerusalém, sobre todo o Israel e Judá. 6Davi marchou então com seus homens para Jerusalém,
contra os jebuseus que habitavam aquela terra. Estes disseram a Davi: 'Não entrarás aqui, pois serás repelido por cegos e coxos'.
Com isso queriam dizer que Davi não conseguiria entrar lá. 7Davi, porém, tomou a fortaleza de Sião, que é a cidade de Davi. 10Davi ia crescendo em poder, e o Senhor, Deus Todo-poderoso, estava com ele. Palavra do Senhor.

 

Reflexão - “O Senhor nos colocou na nossa família para ser ponte, luz, confidente, cúmplice e amigo”
A certeza de que o Senhor nos escolheu para realizar uma missão é a maior garantia que temos para nos apossar da vitória, pois quando Ele nos escolhe, Ele também nos unge e dá poder para vencer os maiores desafios. Foi isto que aconteceu com Davi que, com apenas trinta anos começou a reinar sobre Israel e de vitória em vitória conquistou cidades. Isto também poderá acontecer com cada um de nós, independentemente da idade em que estejamos. O Senhor nos dá a UNÇÃO e PODER para enfrentar os desafios e não precisamos temer nem os “jebuseus” nem os “cegos” nem os “coxos” que de alguma forma queiram nos impedir de ir adiante. Quando o Senhor nos chama, também nos concede a autoridade para fazer aliança com aquelas pessoas que se propõem a nos ajudar na tarefa que vamos desempenhar. Com esta aliança nós também cumprimos um voto de confiança mútua de acordo com a vontade suprema de Deus. Isto acontece em qualquer segmento da nossa vida, porém, o lugar onde o Senhor mais quer que façamos aliança é dentro da nossa casa, na nossa família. Muitas vezes, é lá o lugar mais difícil de entrar, por causa dos cegos e dos coxos que ainda convivem conosco. No entanto, o Deus todo poderoso está conosco, por isso, a vitória está garantida. Ele nos colocou lá para ser ponte, ser luz, confidente, cúmplice e amigo.  Não tenhamos medo de assumir, dentro da nossa casa a Missão de intercessor, de provedor, de psicólogo, médico, advogado e tudo quanto for preciso. – Você se considera chamado pelo Senhor para “governar” o seu povo?  – Você se sente ungido (a) para realizar as “proezas” que o Senhor lhe propõe fazer dentro da sua casa?  - Quem será para você, comparável aos “cegos”, “coxos” ou “jebuseus” da passagem da Escritura? – Você tem medo de enfrentá-los?

 

Salmo - Sl 88, 20. 21-22. 25-26 (R. 25a)

 

R. Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele.

20Outrora vós falastes em visões a vossos santos:
'Coloquei uma coroa na cabeça de um herói *
e do meio deste povo escolhi o meu Eleito.R.

21Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, *
e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado.
22Estará sempre com ele minha mão onipotente, *
e meu braço poderoso há de ser a sua força.R.

25Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, *
sua força e seu poder por meu nome crescerão.
26Eu farei que ele estenda sua mão por sobre os mares, *
e a sua mão direita estenderei por sobre os rios.R.

 

Reflexão - O salmista, que é o próprio Davi, confirma para nós a mensagem com a qual refletimos. O Senhor garante unção, proteção e amparo para aquele que Ele escolheu para ser rei. Ser rei significa ser real, viver concretamente a realidade para a qual se é convocado. Para isso, no entanto, nós precisamos do poder do alto, a fim de que possamos nos revestir da verdade e do amor de Deus, pois estas são as armas que usaremos na nossa empreitada.

Evangelho – Mc 3,22-30

 

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 3,22-30


Naquele tempo: 22Os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém, diziam que ele estava possuído por Beelzebu,
e que pelo príncipe dos demônios ele expulsava os demônios.
23Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: 'Como é que Satanás pode expulsar a Satanás? 24Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se. 25Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se. 26Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído. 27Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar seus bens, sem antes o amarrar. Só depois poderá saquear sua casa. 28Em verdade vos digo: tudo será perdoado aos homens, tanto os pecados, como qualquer blasfêmia que tiverem dito. 29Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo,
nunca será perdoado, mas será culpado de um pecado eterno.'
30Jesus falou isso, porque diziam: 'Ele está possuído por um espírito mau.' Palavra da Salvação.

 

Reflexão – “Deus não pode fazer mal porque Ele É O BEM

“Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se”, assegurou Jesus diante da rebeldia dos mestres da Lei que afirmavam estar Ele possuído pelo demônio para expulsar os demônios! Como pode? Assim Jesus nos dá um ensinamento prático, claro e concreto para nós, hoje e para a nossa família. Podemos constatar, hoje, que há divisão em cada situação quando vemos sociedades se desafazendo, famílias se desestruturando, agonizando, irmãos em litígio por herança! Tudo caminhando para o fracasso e nada é construído. Toda obra, porém, que é regida pelo Espírito Santo e orientada pela Palavra de Deus, tende a prosperar. O que acontece, muitas vezes, é que mesmo conhecendo o poder do Espírito Santo, mesmo sabendo que Ele é o doador dos dons e o próprio Deus que veio nos santificar e auxiliar, nós O desprezamos e deixamos de lado. Este é o pecado contra o Espírito Santo a que Jesus se refere: mesmo diante das evidências e das provas não queremos reconhecer o poder de Deus e, o que é pior: atribuímos a Ele o mal que nos acontece. Deus não pode fazer mal porque Ele É O BEM. A Ele pertencem, o poder, a glória, o bem, o amor e tudo o que é de bom. O que é do demônio é o mal, a revolta, a mentira, a traição, a dissimulação, o desamor. Precisamos ter muito cuidado para não cair na tentação de pecar contra o Espírito Santo, atribuindo a Ele o mal que vem nos atingir ou ao demônio o bem que acontece conosco. O tempo da ignorância não conta mais, prossigamos dando a Deus o que é de Deus.

– Você conhece alguém que afirme que o demônio pode fazer o bem e que está a serviço dele? 

– A quem você culpa quando as coisas não estão dando certo na sua vida?

 – Você reconhece que o Espírito Santo é o Defensor que Jesus nos enviou para lutar conosco pelas coisas boas?

 – Você tem costume de invocar o Espírito Santo?


Helena Serpa, 

Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

 

SANTO DO DIA - SÃO FRANCISCO DE SALES

 Francisco nasceu na província de Savóia, em 1567. Pertencente à nobre família de Barões de Boisy, cresceu no castelo de Sales. Sua mãe, uma condessa, buscou formá-lo muito bem com os padres da Companhia de Jesus, onde, dentre muitas disciplinas, também aprendeu várias línguas. Muito cedo, fez um voto de viver a castidade e buscar sempre a vontade do Senhor. Ao longo da história desse santo muito amado, é possível perceber o quanto ele buscou e o quanto encontrou o que Deus queria.

Certa ocasião, atacado pela tentação de desconfiar da misericórdia do Senhor, ele buscou a resposta dessa dúvida com o auxílio de Nossa Senhora e, assim, a desconfiança foi dissipada. Estudou Direito em Pádua, mas, contrariando familiares, quis ser padre. Em 18 de dezembro de 1593 foi ordenado sacerdote, aos 26 anos de idade. Foi um sacerdote que buscou a santidade não só para si, mas também para os outros.

No seu itinerário de pregações, de zelo apostólico e de evangelização, semeando a unidade e espalhando, com a ajuda da imprensa, a sã doutrina cristã, foi escolhido por Deus para o serviço do episcopado em Genebra. Em 1599, foi nomeado bispo coadjutor e, após três anos, passou a ser titular, com sede em Annecy, França. Um apóstolo do amor e da misericórdia, visitava paróquias, reorganizava mosteiros, conventos e dedicava-se à pregação e catequeses para os fiéis.

Durante uma pregação em Dijon, em março de 1604, conheceu Joana Francisca de Chantal, com quem formou uma grande amizade. No ano de 1608, escreveu e dedicou-lhe o livro “Introdução à vida devota”. Neste livro, Francisco resumia os princípios da vida interior e ensinava como amar a Deus.

A amizade com Joana contribuiu para que fundassem a Congregação da Visitação de Santa Maria, em 1610, em Annecy, com o intuito de prestar socorro aos pobres e necessitados. Anos mais tarde, a Congregação tornou-se Ordem Contemplativa e as monjas passaram a ser chamadas de Visitandinas.

São Francisco de Sales morreu em 28 de dezembro de 1622, em Lyon. No ano seguinte, seus restos mortais foram encaminhados para Annecy. Esse grande santo da Igreja morreu com 55 anos, sendo que 21 deles foram vividos no episcopado como servo para todos e sinal de santidade.

Declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio IX, em 1877, é também titular e patrono da família salesiana, fundada por Dom Bosco, que se inspirou nele ao adotar o nome [salesiano]. Também é patrono dos escritores e dos jornalistas devido ao estilo e ao conteúdo de seus escritos. Foi beatificado em 1661 pelo papa Alexandre VII, que também o canonizou em 1655.

São Francisco de Sales, rogai por nós!

Referências:
vaticannews.va
Livro ‘Santos de cada dia’ – Organização de José Leite, S.J.
Livro ‘Um Santo de cada dia’ – Mario Sgarbossa, Luigi Giovannini

domingo, 23 de janeiro de 2022

PADRE EDUARDO, FUNDADOR DA REDE SÉCULO 21, ESTÁ NA UTI



Leia e compartilhe:  https://templariodemaria.com/padre-eduardo-fundador-da-rede-seculo-21-esta-na-uti/ 

Através de um comunicado oficial divulgado no inicio da noite deste Domingo (23) a Associação do Senhor Jesus pede oração por seu fundador que se encontra internado na UTI. Leia a nota na íntegra…



NOTA OFICIAL ASSOCIAÇÃO DO SENHOR JESUS – 23/01/2022

Nosso Fundador e Presidente, Padre Eduardo Dougherty,SJ se encontra internado na UTI do Hospital Samaritano, em Campinas (SP), desde este sábado (22/01).

O motivo de sua internação foi a variação da saturação. Os médicos julgaram melhor interná-lo por ter idade, diabetes e a saturação estar instável.

Hoje, seu quadro clínico é estável. Ele está bem, conversando, se alimentando normalmente e lúcido.

Precisamos, neste momento, esperar que melhore sua saturação, para que receba alta e retorne para suas atividades junto à Associação do Senhor Jesus e Rede Século 21.

Agora, é a hora de nos unirmos em oração pelo Padre Eduardo, que sempre rezou por todos nós.

Contamos com suas orações para que a saúde do nosso querido Fundador, Padre Eduardo Dougherty, se reestabeleça logo e possamos celebrar, no próximo sábado, dia 29 de janeiro, seus 81 anos de vida.

“Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.” (Jo 15,7)

Da Associação do Senhor Jesus (23/01/2022 às 18h20)

 


QUARTA-FEIRA, DIA 25, EM SANTA MARTA, NA COLÔMBIA, A SOLENIDADE DE ORDENAÇÃO EPISCOPAL DE MONSENHOR JOSÉ MARIO TRESPALACIOS

Em transmissão ao vivo,  no  dia 25 de janeiro, pelo Youtube, de  Santa Marta, na Colômbia, a solenidade de ordenação episcopal e posse canônica de monsenhor José Mario Bacci Trespalacios,  da Congregação Jesus e Maria, fundada por São João Eudes. A sua escolha feita pelo para Francisco foi recebida com muita alegria pelos Associados e Amigos da Congregação dos Padres Eudistas de Fortaleza, bem como pelos paroquianos da paróquia São João Eudes, que poderão acompanhar a solenidade na próxima quarta-feira, a partir das 12 horas, hora do Brasil.

DIOCESE DE CRATO ACOLHE TRÊS NOVOS SACERDOTES

 


 

Exatos dez dias do anúncio da vinda de um novo pastor, o rebanho da Diocese de Crato jubiloso, rendeu louvores em gratidão ao Cristo, Mestre, Sacerdote e Pastor. No altar do Senhor, diante do olhar materno da Virgem Senhora da Penha, três novos sacerdotes foram ordenados para a Santa Igreja.  A solene liturgia, celebrada na manhã de sábado, 22 de janeiro, teve lugar especial na Sé Catedral de Crato, presidida.

PAPA CONVOCA UM DIA DE ORAÇÃOPELA PAZ NA UCRÂNIA

 

Francisco propôs que a próxima quarta-feira, 26 de janeiro, seja um dia de oração pela paz. “Faço um forte apelo a todas as pessoas de boa vontade, para que elevem orações a Deus onipotente, para que cada ação e iniciativa política esteja a serviço da fraternidade humana”, disse o Pontífice ao final da oração do Angelus deste domingo.

Bianca Fraccalvieri – Vatican News

O Papa voltou a manifestar a sua preocupação com as tensões na Ucrânia, “que ameaçam infligir um novo golpe à paz” no país, colocando em discussão a segurança da Europa.

“Faço um forte apelo a todas as pessoas de boa vontade, para que elevem orações a Deus onipotente, para que cada ação e iniciativa política esteja a serviço da fraternidade humana”, disse Francisco, recordando que quem persegue os próprios fins em detrimento dos demais despreza a própria vocação do homem, "porque todos fomos criados irmãos".

Diante deste cenário preocupante, o Pontífice então propôs que a próxima quarta-feira, 26 de janeiro, seja um dia de oração pela paz.


Diplomacia ativada

As crescentes tensões na fronteira entre Rússia e Ucrânia preocupam não só o Papa, mas toda a comunidade internacional. A diplomacia está multiplicando as reuniões e videoconferências para evitar uma agressão militar russa, que no momento nega qualquer possibilidade de uma medida militar real.

No entanto, há mais de 120.000 soldados russos já posicionados na fronteira ucraniana e no território do Donbass, onde, como em Kiev, os exercícios estão na ordem do dia. Também prossegue o fluxo de munições e instrutores militares dos países da OTAN. Um primeiro carregamento de armas, cerca de 90 toneladas, já chegou sob as ordens do presidente estadunidense Joe Biden.

A partir de segunda-feira, os ministros das Relações Exteriores dos 27 países da UE se reunirão por videoconferência com o Secretário de Estado norte-americano Blinken, que está retornando das negociações com Moscou em Genebra. Possíveis sanções em caso de invasão estão sendo consideradas. Também estão previstas conversações bilaterais entre o Reino Unido e a Rússia.

 

Fonte; Vatican News