quarta-feira, 26 de abril de 2017

FACE DE CRISTO PROMOVE SEMINÁRIO PARA JOVENS


A Comunidade Católica Face de Cristo, localizada na Rua Dr. Edmilson Barros de Oliveira, 191, no bairro Cocó,  promove, no  próximo fim de semana, de 28 de abril (sexta-feira) a 30 (domingo), seminário de Vida no Espírito Santo para jovens de 17 a 21 anos.

Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (85) 3258.1188.

A MISERICÓRDIA DO DEUS ETERNO



Por: Padre Geovane Saraiva*
Render graças ao bom Deus – porque sua misericórdia é eterna – significa acreditar que a única saída é a vida renovada na Páscoa do Senhor, proporcionando a superação de todo medo. O convite é para que, repletos de feliz esperança, com os olhos fixos na fé e no testemunho, voltemo-nos, evidentemente, para Jesus ressuscitado e seu maravilhoso projeto de amor. Pela generosidade, doação e renúncia, somos chamados a provar a nossa fé no contexto misterioso da ressurreição. Jesus ressuscitado, ao se apresentar aos discípulos, oferece-lhes a paz, infundindo neles a vida e a esperança, revela o verdadeiro sentido da alegria pascal.
O nosso mundo hodierno, tão diverso, vive envolto em sinais de mortes, exigências e desafios.  Nossa esperança, porém, está em um Deus que não está longe, à margem do mundo e da criatura humana. Urge vê-Lo sempre mais próximo, no convite sempre renovado, a partir de sua morte de cruz e sua Páscoa, a uma generosa entrega, ao oferecer tudo de que precisamos, dando-nos também força e vigor, indispensáveis para prosseguirmos com segurança na construção do nosso futuro definitivo. Deus nos conceda sempre mais a graça de abraçar o mistério tão excelso, em uma sólida firmeza de fé e de coragem profética, apoiando-nos nas armas do amor, que têm origem no Senhor ressuscitado.
Que neste Ano Mariano/2017, dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, fique a lição de ânimo e esperança, vivenciada por Maria, agora no Tempo Pascal, com o Regina Caeli: “Ó Deus, que Vos dignastes alegrar o mundo com a Ressurreição do Vosso Filho Jesus Cristo, Senhor Nosso, concedei-nos, Vos suplicamos, que por sua Mãe, a Virgem Maria, alcancemos as alegrias da vida eterna. Por Cristo, Senhor Nosso”. Amém!
*Pároco de Santo Afonso, Jornalista, Vice-Presidente da Previdência Sacerdotal, integra a  Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza – geovanesaraiva@gmail.com
il

SECRETÁRIO-GERAL DA CNBB FALA DA POSIÇÃO DOS BISPOS EM RELAÇÃO A CONVOCAÇÃO DE GREVE GERAL PARA O DIA 28 DE ABRIL


Secretário-Geral da CNBB fala da posição dos bispos em relação a convocação de Greve Geral para o dia 28 de abril

Movimentos sociais e sindicatos de todo o Brasil marcam para a próxima sexta-feira, dia 28 de abril, uma greve geral contra as reformas da Previdência e trabalhista apresentadas pelo Poder Executivo e em tramitação no Congresso Nacional. Às vésperas da 55ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem início amanhã, dia 26, em Aparecida (SP), o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da Conferência, dom Leonardo Steiner, concedeu entrevista tratando da posição da entidade sobre as manifestações. Reafirmando a convocação feita pelo Conselho Permanente, no mês passado, dom Leonardo considera “fundamental que se escute a população em suas manifestações coletivas”.
Confira a entrevista:
Qual é a posição da CNBB sobre a anunciada greve geral do dia 28 de abril?
A partir de amanhã, quarta-feira, 26 de abril, os bispos estarão reunidos em assembleia geral, em Aparecida (SP). A assembleia é a instância suprema da Conferência e dela pode sair novo posicionamento. Posso agora, reafirmar o que o Conselho Permanente da CNBB já declarou em Nota: “Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade, particularmente nossas comunidades, a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência, a fim de buscar o melhor para o nosso povo, principalmente os mais fragilizados”.
“Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade, particularmente nossas comunidades, a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência”
Conselho Permanente da CNBB
Nesse sentido, consideramos fundamental que se escute a população em suas manifestações coletivas. Claro que nosso olhar se dá na perspectiva da evangelização e nossa posição brota das exigências do Evangelho. E isso significa reafirmar a busca do diálogo, da paz e do entendimento. Na afirmação dos bispos está a orientação de que esses momentos sejam marcados pelo respeito à vida, ao patrimônio público e privado, fortalecendo a democracia.
Qual o impacto de uma greve geral neste momento?
Certamente o conteúdo das manifestações se dará no sentido de defesa dos direitos dos trabalhadores do campo e da cidade, de modo muito particular dos mais pobres. O movimento sinaliza que a sociedade quer o diálogo, quer participar, quer dar sua contribuição. Reformas de tamanha importância não podem ser conduzidas sem esse amplo debate.
“Os brasileiros e brasileiras desejam o bem do Brasil e para construir uma nação justa e fraterna querem participar das discussões e encaminhamentos”
Dom Leonardo Steiner
O Congresso Nacional e o Poder Executivo, infelizmente, têm se mostrado pouco sensível ao que a sociedade tem manifestado em relação às reformas. Os brasileiros e brasileiras desejam o bem do Brasil e para construir uma nação justa e fraterna querem participar das discussões e encaminhamentos.
É oportuno apresentar propostas de reformas na atual conjuntura?
O Brasil vive um momento particular de sua história, uma crise ética. Há situações de enorme complexidade nos quais estão envolvidos personagens do cenário político, sem falar da crise econômica que atinge a todos. Como encaminhar mudanças sem o respaldo da sociedade? Propostas de reformas que tocam na Constituição Federal, no sistema previdenciário, na CLT merecem estudo, pesquisa e aprofundamento. Sem diálogo não é possível criar um clima favorável que vise o bem do povo brasileiro.
Fonte: CNBB

EVANGELHO DO DIA


João 3,16-21

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.Glória a vós, Senhor.16Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito.19Ora, o julgamento é este: a luz veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas à luz, porque suas ações eram más. 20Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. 21Mas quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus.— Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE


26/04/2017 - 4ª. Feira – II semana da Páscoa

- Atos 5, 17-26 – “as conveniências nos impedem de falar de Jesus!”

Os apóstolos cheios de destemor e repletos do Espírito Santo, não se deixaram intimidar e, seguindo a orientação do Anjo que lhes abriu as portas da prisão, saíram e foram anunciar no templo o nome de Jesus e o “novo modo de viver em comunidade!” Fazendo um paralelo da nossa vida com a dos apóstolos na Igreja primitiva nós chegamos à conclusão de que, apesar de não nos prenderem literalmente na cadeia, nós também não somos livres para anunciar o nome de Jesus e dar testemunho da sua presença na nossa vida. Hoje também as conveniências nos impedem de falar de Jesus em qualquer lugar que estejamos e muitas vezes nós só abordamos os “assuntos de Deus” quando estamos na Igreja, na Comunidade ou com alguém que entende a nossa linguagem. Permanecemos mudos (as) e covardes na maioria dos lugares que frequentamos, com o temor de que sejamos ridicularizados (as). No entanto, não foi assim que Jesus nos mandou agir. Ele nos mandou “ir pelo mundo inteiro e pregar o Evangelho a toda criatura”! Deus sabe da nossa disposição e mede a nossa confiança. Hoje também nós somos aprisionados (as) pelo nosso modo de viver egoísta, cada qual tentando salvar a sua vida, brigando com a sorte para conquistar um lugar ao sol, corroborando com a mentalidade do mundo. A mentalidade do mundo nos coloca na prisão do egoísmo, da individualidade, da mentira, da corrupção, mas os anjos do Senhor, segundo o nosso coração, nos abrem as portas do diálogo, da compreensão, do perdão, do entendimento quando estamos presos nas diversas situações da nossa vida. Jesus Cristo veio para nos abrir uma nova perspectiva de vida e é por isso, que quando não vemos nenhuma saída humana, a Palavra de Deus nos orienta, nos instrui e nos direciona abrindo novos horizontes. Aqueles (as) que têm a experiência com a Palavra Sagrada irão continuar persistindo em testemunhar as maravilhas que acontecem na sua vida. – Você ainda continua preso (a) ao modo de pensar que o mundo prega? – Você que foi libertado (a) do poder das trevas tem levado a Luz de Cristo ao mundo? - Você tem tido coragem de falar de Jesus no meio das “festas” e “celebrações da vida ? - Você ainda se sente aprisionado? – O que ainda o (a) está prendendo? – Aonde você precisa ir anunciar?

Salmo 33 – “Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido”

O anjo do Senhor acampa perto daqueles que gritam o Seu nome e Nele procuram refúgio e proteção. Há momentos na nossa vida que nos sentimos os últimos dos miseráveis, infelizes e necessitados. Na nossa humilhação e mendicância só nos restar gritar a Deus e o Senhor manda o Seu anjo para acampar perto de nós. Por isso, nunca devemos desistir nem desanimar na nossa oração de súplica, porque o Senhor na hora exata ouve a nossa voz e nos retira do abismo. É nestas horas que nós contemplamos a face de Deus e o nosso coração se enche de alegria.

Evangelho – João 3, 16-21 – “Quem não se aproxima de Jesus, rejeita a luz!”


A fé de que Jesus veio ao mundo como a salvação de Deus para nos libertar do pecado, será a medida para nosso julgamento final. Precisamos examinar o nosso coração e refletir nas palavras de São João: “a Luz (Jesus) veio ao mundo, mas os homens preferiram as trevas (o pecado)”. Com efeito, quem rejeita a Jesus está se escravizando ao pecado e quem aceita Jesus como Senhor e Salvador, acolhe a Sua Luz e naturalmente, é libertado do pecado. Jesus veio para tirar todos os homens das trevas, e, aquele (a) que despreza a Sua Luz vive nas trevas e é condenado (a) pelas suas próprias obras. Quem não se aproxima de Jesus, rejeita a luz porque tem medo de que sejam reveladas as suas más ações, assim sendo, será condenado pelas suas próprias obras. A luz é como a verdade que esclarece e nos tira da ignorância. Ela nos dá a direção para caminharmos seguros (as). A fé em Jesus Cristo é o meio mais eficaz para que nos aproximemos da luz de Deus, pois Ele não veio ao mundo para condenar as nossas más ações, mas justamente para nos ajudar a não mais cometê-las. A salvação de Jesus implica, porém, em que o acolhamos e não o rejeitemos. Nós acolhemos a Jesus quando vivemos segundo a Sua Palavra e seguimos os Seus ensinamentos. Não nos adianta apenas dizer que cremos em Jesus, se não damos ouvido ao que Ele próprio veio nos ensinar e agimos completamente ao inverso, seguindo a cartilha do mundo que vive nas trevas. Confiando em Jesus, seguindo a Sua Luz e nos entregando às Suas sugestões, poderemos praticar as boas ações, pelo poder do Seu Espírito Santo. A Palavra de Deus nos assegura tudo isto! Ainda há tempo para que o mundo seja salvo, ajudemos, portanto, a iluminá-lo com a luz de Deus que recebemos no nosso Batismo. – O que você entende por “irradiar a luz de Deus”? – Como é que podemos iluminar o mundo com a Luz de Cristo? – Qual é a virtude em você que mais revela ao mundo a luz de Jesus? – Você crê em Jesus como Luz para a sua vida? – Você tem tido a coragem de ficar debaixo da Luz, embora que a sua verdade seja descoberta? – Qual seria o primeiro passo para você fazer isto?

Helena Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

SANTO DO DIA - SÃO PASCÁCIO


Pascásio Radbert foi personagem considerável no seu tempo. Os historiadores da Teologia continuam a mencionar a teoria que ele imaginou para “esclarecer” o mistério da presença de Jesus no Santíssimo Sacramento. Como diplomata, viajou muito entre 822 e 834, para solucionar questões da Igreja e tentar apaziguar os conflitos que punham em campo os sucessores de Carlos Magno.
Era um enjeitado exposto no pórtico de Nossa Senhora de Soissons no fim do século VIII. A abadessa Teodarda, prima direita de Carlos Magno, recolheu-o e educou-o da melhor maneira que pôde. Sempre ele se referiu à sua mãe adotiva com reconhecimento e veneração; apesar disso, deixou-a algum tempo para se lançar em aventuras.
Converteu-se aos 22 anos, e foi então Adelardo, irmão de Teodarda, abade de Corbie, que o recebeu entre os seus monges. Veio a ser um célebre professor, que deu celebridade às escolas de Corbie.
Em 844, os seus colegas de elegeram-no como abade mas, sete anos mais tarde, fizeram uma espécie de revolução que o obrigou a refugiar-se noutra abadia. Não se afligiu. Nascera para ser escritor, e tinha várias obras em preparação: “Que felicidade, dizia, ser lançado nos braços da filosofia e da sabedoria, e poder de novo beber no meu outono o leite das Sagradas Escrituras, que alimentou a minha juventude!”
Mas afinal os monges de Corbie acabaram por o chamar; voltou a viver com eles como simples religioso, edificando-os com os exemplos e continuando a escrever. Aí morreu a 26 de abril de 865.
São Pascásio, rogai por nós!
Fonte: Canção Nova Notícias

terça-feira, 25 de abril de 2017

BISPOS DO CEARÁ NA ASSEMBLEIA GERAL DA CNBB



Os bispos do Ceará, mais precisamente do Regional Nordeste I, viajaram na manhã de hoje para Aparecida, em São Paulo, para participarem da 55ª Assembleia da NBB, que começa amanhã.
Dom José Antonio no vídeo acima, fala sobre o evento.


“Iniciação Cristã!” será o tema central da 55ª Assembleia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que começa amanhã, dia 26 de abril, em Aparecida, São Paulo, e vai até o dia 4 de maio, com a presença de bispos do Ceará, que faz parte do Regional Nordeste I.

Eles embarcaram, no início da manhã de hoje, num voo da Latam direto para Guarulhos, São Paulo, de onde eles seguem por via terrestre. À frente, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, arcebispo de Fortaleza, acompanhado do bispo auxiliar, dom Rosalvo Cordeiro de Lima. Viajaram ainda, dom Francisco Edmilson Neves Ferreira, de Tianguá (foto); dom Antônio Roberto Cavuto, de Itapipoca; dom Ângelo Pignoli, de Quixadá; dom José Haring, de Limoeiro do Norte;  e a irmã Rosália Alencar, secretária do Regional I. Dom Gilberto Pastana saiu de Juazeiro do Norte para São Paulo, não veio para Fortaleza. Não viajaram, dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, de Sobral, e dom Francisco Jaiver Hernandez Arnedo, emérito de Tianguá, doentes. Eles podem ainda viajar no dia 1º se se recuperarem.

30 PERSONAGENS ILUSTRES DO SÉCULO X QUE SE CONVERTERAM AO CATOLICISMO


Da esquerda para a direita: Sir Alec Guinness, Marshall McLuhan, Cardeal Francis Arinze, ary Cooper, Tony Blair, Edith Stein / Crédito: Wikimedia Commons

REDAÇÃO CENTRAL,  (ACI).- A Igreja Universal acolhe milhares de novos católicos na Vigília Pascal, inclusive, entre essas pessoas há estrelas de cinema, poetas, romancistas, músicos, filósofos, cientistas ou rainhas convictos da sua conversão.
Algumas pessoas chegam à igreja depois de muitos anos de luta pessoal ou talvez no final das suas vidas. Enquanto outros são chamados à conversão pelos exemplos dos santos, sacerdotes, religiosos ou leigos que dão testemunho de Cristo.
No final, chegam à mesma conclusão que outro famoso convertido, o Beato Cardeal John Henry Newman: “Em relação ao cristianismo, 10 mil dificuldades não fazem duvidar”.
A seguir, alguns personagens convertidos mais notáveis do século passado:
1. Sir Alec Guinness (1914-2000)
Ator britânico de cinema, teatro e televisão que ganhou o Oscar de “Melhor Ator” em 1957 pelo filme ‘A Ponte do Rio Kwai’. Seu personagem mais conhecido é Obi-Wan Kenobi na saga original de Star Wars.
2. Scott Hahn (1957)
Teólogo bíblico, apologista e prolífico escritor e orador. Sua esposa, Kimberly, também se converteu.
3. Tony Blair (1953)
Líder do Partido Trabalhista britânico e o seu primeiro-ministro de 1997 a 2007, foi o primeiro-ministro mais jovem desde 1812. A sua esposa, Cherie, também é católica.
4. John Wayne (1907-1979)
Ator premiado pela Academia, querido pelos seus papéis em westerns e filmes de guerra.
5. Norma McCorvey (1947-2017)
A requerente no infame processo de 1973, Roe v. Wade, que legalizou o aborto nos Estados Unidos, e que mais tarde se tornou pró-vida.
6. Gary Cooper (1901-1961)
Ator americano que ganhou três prêmios da Academia, incluindo “Melhor Ator” por Sargento York e High Noon. Teve um encontro com o Papa Pio XII em 1953 e entrou formalmente para a Igreja em 1959.
7. Marshall McLuhan (1911-1980)
Professor canadense, filósofo e teórico dos meios de comunicação mais conhecido por cunhar a expressão “o meio é a mensagem” e “aldeia global”.
8. Thomas Merton (1915-1968)
Monge e sacerdote trapista norte-americano. Também foi poeta, ativista social e um dos mais famosos e controversos católicos do século XX.
9. Graham Greene (1904-1991)
Escritor britânico mais conhecido nos círculos católicos pelos seus romances Brighton Rock, O Poder e a Glória, O Coração da Matéria e Fim do Caso.
10. Vittorio Messori (1941)
Jornalista italiano mais conhecido pelas suas longas entrevistas “O relatório Ratzinger: Uma entrevista exclusiva sobre o Estado da Igreja” (1985) e “Cruzando o Limiar da Esperança pelo Papa João Paulo II” (1994).
11. Sigrid Undset (1882-1949)
Romancista norueguesa que foi condecorada com o Prêmio Nobel de Literatura em 1928.
12. Santa Teresa Benedita da Cruz (Edith Stein) (1891-1942)
Filósofa judia-alemã e freira Carmelita Descalça que morreu em Auschwitz. Foi canonizada por São João Paulo II em 1998.
13. Dietrich von Hildebrand (1889-1977)
Filósofo e teólogo alemão honrado por numerosos Papas por suas imensas contribuições ao pensamento católico.
14. Cardeal Francis Arinze (1932)
Nigeriano convertido que foi batizado aos 9 anos pelo Beato Cipriano Tansi. Tornou-se o Bispo mais jovem do mundo aos 32 anos e mais tarde foi nomeado Cardeal e Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.
15. Cardeal Avery Dulles (1918-2008)
Jesuíta norte-americano, teólogo e cardeal. Filho do ex-secretário de Estado John Foster Dulles.
16. Cardeal Jean-Marie Lustiger (1926-2007)
Arcebispo de Paris de 1981 a 2005, Cardeal desde 1983 e promotor do diálogo católico-judaico. Converteu-se do judaísmo.
17. Louis Bouyer (1913-2004)
Teólogo francês e um dos membros fundadores da Comissão Teológica Internacional e da revisão teológica internacional Communio.
18. Francis Beckwith (1960)
Filósofo e teólogo, eleito presidente da Sociedade Teológica Evangélica, mas se converteu ao catolicismo em 2007.
19. Robert Bork (1927-2012)
Juiz e jurista conservador norte-americano, mais conhecido pela luta política que bloqueou a sua nomeação à Supremo Corte dos Estados Unidos em 1987. Ele e a sua esposa se converteram ao catolicismo em 2003.
20. Dorothy Day (1897-1980)
Escritora, ativista social e cofundadora do movimento dos Trabalhadores Católicos com Peter Maurin. Seu processo de canonização foi aberto em Nova York em 2000.
21. Newt Gingrich (1943)
Presidente da Câmara de representantes dos Estados Unidos de 1995 a 1999, assim como escritor, candidato presidencial e historiador.
22. Elisabeth Hesselblad (1870-1957)
Sueca convertida do luteranismo e fundadora das irmãs Bridgettine. Foi canonizada pelo Papa Francisco em 2015.
23. Katharine, Duquesa de Kent (1933)
Esposa do príncipe Eduardo, duque de Kent (um dos netos do rei Jorge V e da rainha Maria e primo da rainha Elizabeth II), o primeiro membro da família real a se converter desde 1701.
24. Russell Kirk (1918-1994)
Teórico político norte-americano e um dos personagens mais influentes do movimento conservador dos Estados Unidos.
25. Clare Boothe Luce (1903-1987)
A primeira mulher norte-americana nomeada para um importante cargo de embaixador no exterior, membro da Câmara de Representantes dos Estados Unidos de 1943 a 1947, escritora e dramaturga.
26. Jacques Maritain (1882-1973)
Filósofo francês, autor de mais de 60 livros e um dos personagens-chave no renascimento do tomismo nos tempos modernos. Ele e a sua esposa, Raissa, se converteram ao catolicismo em 1906.
27. Patricia Neal (1926-2010)
Atriz vencedora dos prêmios da Academia pelo seu papel em Hud (1963). Converteu-se ao catolicismo, alguns meses antes da sua morte.
28. Richard John Neuhaus (1936-2009)
Foi pastor luterano, escritor, teólogo, fundador e editor da revista First Things.
29. Adrienne von Speyr (1902-1967)
Médico suíço, escritor espiritual e místico, autor de mais de 60 livros sobre espiritualidade e teologia.
30. Israel Zolli (1881-1956)

Estudioso judeu italiano e rabino chefe em Roma de 1940 a 1945. Amigo do Papa Pio XII, converteu-se do judaísmo ao catolicismo em 1945.

Fonte: ACI Digital

ANTES DA VIAGEM, O VÍDEO DO PAPA FRANCISCO AO POVO DO EGITO



Cidade do Vaticano (RV) – A poucos dias de sua visita ao Egito (28 e 29/04), o Papa Francisco gravou uma mensagem em vídeo para o ‘querido povo do país’ que será transmitida pela TV egípcia.
Al Salamò Alaikum (A paz esteja convosco)! Ouça:
 
“Com o coração repleto de júbilo e gratidão, virei, dentro de poucos dias, visitar a vossa querida Pátria: berço de civilização, dom do Nilo, terra do sol e da hospitalidade, onde viveram Patriarcas e Profetas e onde fez ouvir a sua voz o Deus Clemente e Misericordioso, Omnipotente e Único”, inicia o Papa.
Estou verdadeiramente feliz por vir como amigo, como mensageiro de paz e como peregrino ao País que, há mais de dois mil anos, ofereceu refúgio e hospitalidade à Sagrada Família, quando teve de fugir das ameaças do rei Herodes (cf. Mt 2, 1-16). Sinto-me honrado em vir à terra visitada pela Sagrada Família!”.
“Saúdo-vos cordialmente e vos agradeço por me terdes convidado a visitar o Egito, por vós designado «Umm il Dugna (Mãe do universo)». Agradeço vivamente ao Senhor Presidente da República, a Sua Santidade o Patriarca Tawadros II, ao Grande Imã de Al-Azhar e ao Patriarca Copto-Católico, que me convidaram; e agradeço a todos e cada um de vós que me dais espaço nos vossos corações. Obrigado também a todas as pessoas que trabalharam, e estão a trabalhar, para tornar possível esta viagem”.
“Desejo que esta visita seja um abraço de consolação e encorajamento a todos os cristãos do Médio Oriente; uma mensagem de amizade e estima a todos os habitantes do Egito e da Região; uma mensagem de fraternidade e reconciliação para todos os filhos de Abraão, particularmente ao mundo islâmico onde ocupa lugar de destaque o Egito. Faço votos de que possa ser uma válida contribuição também para o diálogo inter-religioso com o mundo islâmico e para o diálogo ecuménico com a venerada e amada Igreja Copto-Ortodoxa”.
O nosso mundo, dilacerado por uma violência cega, que feriu também o coração da vossa amada terraprecisa de paz, amor e misericórdia; precisa de obreiros de paz e de pessoas livres e libertadoras, pessoas corajosas que saibam aprender do passado para construir o futuro sem se fechar nos preconceitos; precisa de construtores de pontes de paz, de diálogo, de fraternidade, de justiça e de humanidade”.
“Queridos irmãos egípcios, jovens e idosos, mulheres e homens, muçulmanos e cristãos, ricos e pobres! Abraço-vos cordialmente e peço a Deus Omnipotente que vos abençoe e proteja o vosso País de todo o mal”.
Por favor, rezai por mim. Shukran wa Tahiaì Misr (Obrigado e Viva o Egito)! (from Vatican Radio)
Fonte: Rádio Vaticano