quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

PARÓQUIA SÃO JOAO EUDES LANÇA CAMPANHA DA FRATERNIDADE EM DOIS TEMPOS

A notícia foi atualizada às 20h05, com postagens de mais fotos de José Maria Melo.

A Paróquia  São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante, fez o lançamento da Campanha da Fraternidade 2013 em dois tempos.  O primeiro, com uma celebração eucarística, no último domingo (2º Domingo da Quaresma),  na Igreja  Matriz (Menino Deus), presidida pelo pároco Luís Gabriel Mendoza Morales, com a participação dos jovens, que tiveram uma acolhida muito carinhosa por parte dos paroquianos e membros das pastorais e movimentos. Durante a celebração os jovens mostraram o seu desejo de inserir-se  na vida da Igreja.

E na terça-feira passada houve o segundo momento, com a realização de uma mesa redonda, com representação da Arquidiocese de Fortaleza, na pessoa do diácono Carlos Santos, que é membro da equipe da Semana Missionária ; o jovem Lucas Guerra, da Paróquia de Parangaba, coordenador do setor Juventude da Arquidiocese. Participaram ainda dois jovens da Comunidade Católica Face de Cristo Gildásio Leal e Saulo Macedo e uma jovem da Paróquia de Nazaré, Sara Oliveira, da Comunidade Rahamim, que faz parte do movimento estudantil, dentro da faculdade. A coordenação dos trabalhos ficou com Lúcia de Fátima da Silva, da Pastoral da Saúde, uma das mais ativas da Paróquia.
- Eles contextualizaram o debate e testemunhos na Campanha da Fraternidade. Mostraram suas experiências, especialmente no engajamento na Igreja. Estiveram presentes neste segundo momento 78 membros das diversas pastorais e jovens.

SEMINÁRIO

Durante a Mesa Redonda o padre Gabriel aproveitou para dizer que, na próxima semana, será realizado um seminário de vida no Espírito Santo, com a coordenação da Face de Cristo. “Tínhamos programado o evento para 40 jovens, mas devido a grande procura tivemos que ampliar para 50”, comentou o pároco. Depois Haverá a participação deles na Semana Missionária, Via Sacra, visita pastoral e outros momentos.

 

BENTO XVI GARANTE REVERÊNCIA E OBEDIÊNCIA AO NOVO PAPA



 

papa.despedida.cardeaisNa manhã desta quinta-feira, 28 de fevereiro, o Papa Bento XVI teve um encontro com os membros do Colégio dos Cardeais, renovou seu compromisso de permanecer unido a todos, pediu que permaneçam em oração e declarou, solenemente, incondicionada reverência e obediência ao futuro Papa.
Assim como o cardeal Sodano, o Papa também citou a experiência dos discípulos de Emaús, afirmando que também para ele foi uma alegria caminhar em companhia dos cardeais nesses anos na luz da presença do Senhor ressuscitado.
Como disse ontem diante de milhares de fiéis que lotavam a Praça S. Pedro, a solidariedade e o conselho do Colégio foram de grande ajuda no seu ministério. “Nesses oito anos, vivemos com fé momentos belíssimos de luz radiosa no caminho da Igreja, junto a momentos em que algumas nuvens se adensaram no céu. Buscamos servir Cristo e a sua Igreja com amor profundo e total. Doamos a esperança que nos vem de Cristo e que é a única capaz de iluminar o caminho. Juntos, podemos agradecer ao Senhor que nos fez crescer na comunhão. Juntos, podemos pedir para que nos ajude a crescer ainda nessa unidade profunda, de modo que o Colégio dos Cardeais seja como uma orquestra, onde as diversidades, expressão da Igreja universal, concorrem à superior e concorde harmonia.
Aos Cardeais, o Papa expressou “um pensamento simples” sobre a Igreja e sobre o seu mistério, que constitui para todos nós a razão e a paixão da vida, escrita por Romano Guardini. Ou seja, de que a Igreja não é uma instituição excogitada, mas uma realidade viva. Ela vive do decorrer do tempo, transformando-se, mas em sua natureza permanece sempre a mesma. O seu coração é Cristo.
“Parece que esta foi a nossa experiência ontem na Praça. Ver que a Igreja é um corpo vivo, animado pelo Espírito Santo, e vive realmente da força de Deus. Ela está no mundo, apesar de não ser do mundo. É de Deus, de Cristo, do Espírito Santo e nós o vimos ontem. Por isso é verdadeira e eloquente a outra famosa expressão de Guardini:
A Igreja se desperta no ânimo das pessoas. A Igreja vive, cresce e se desperta nos ânimos que, como a Virgem Maria, acolhem a palavra de Deus e a concebem por obra do Espírito Santo. Oferecem a Deus a própria carne e o próprio trabalho em sua pobreza e humildade, se tornando capazes de gerar Cristo hoje no mundo.
Através da Igreja, disse o Papa, o mistério da encarnação permanece presente sempre. E fez um apelo aos Cardeais:
“Permaneçamos unidos, queridos irmãos, neste mistério, na oração, especialmente na Eucaristia cotidiana, e assim serviremos a Igreja e toda a humanidade. Esta é a nossa alegria que ninguém pode nos tirar. Antes de saudá-los pessoalmente, desejo dizer que continuarei próximo com a oração, especialmente nos próximos dias, para que sejais plenamente dóceis à ação do Espírito Santo na eleição do novo Papa. Que o Senhor vos mostre quem Ele quer. E entre vós, entre o Colégio dos cardeais, está também o futuro Papa, ao qual já hoje prometo a minha incondicionada reverência e obediência.”
 
POR: CNBB/Rádio Vaticano

BENTO XVI DESPEDE-SE DOS CARDEIAS ANTES DE DEIXAR PONTIFICADO

 

Em uma audiência privada realizada na manhã desta quinta-feira, 28, no Vaticano, o Papa Bento XVI encontrou-se com os cardeais em um momento de despedida. Logo mais, às 17h (horário em Roma, 13h no horário de Brasília), Bento XVI segue para Castel Gandolfo e deixa oficialmente o ministério petrino às 20h (16h no horário de Brasília).

No encontro, o decano do colégio cardinalício, Cardeal Angelo Sodano, manifestou o afeto dos cardeais pelo Papa e o agradecimento por seu serviço prestado à Igreja ao longo de quase oito anos de pontificado.

“Amado e venerado Sucessor de Pedro, somos nós que devemos agradecer-lhe pelo exemplo que nos destes nestes quase oito anos de Pontificado. (…) Saiba que ardia também o nosso coração quando caminhávamos contigo nestes últimos oito anos. Hoje queremos uma vez mais exprimir-lhe toda a nossa gratidão”.

Bento XVI também agradeceu aos cardeais pelos conselhos a ele dados em seu pontificado. Ele destacou que continua unido a eles em oração. "Antes de vos saudar, quero dizer que estarei próximo a vocês na oração, especialmente nos próximos dias. Que o Senhor lhes mostre o que quer de nós”.

Clique na imagem para ver a matéria completa:






Conteúdo relacionado
 

Jéssica Marçal
Canção Nova Notícias, com colaboração de Danusa Rego

ACESSE COBERRTURA ESPECIAL SOBRE BENTO XVI E PRÓXIMO CONCLAVE

 

Acesse todas as informações sobre a Renúncia de Bento XVI, o Conclave e a eleição do novo Papa em nossa página especial: papa.cancaonova.com. A opção de centralizar todo nosso conteúdo é para proporcionar, a você internauta, uma cobertura completa e detalhada sobre esse momento histórico vivido pela Igreja.

Clique na imagem para acessar o especial:


Acesse especial papa.cancaonova.com

Canção Nova Notícias

PRESIDENTE DA COMISSÃO EPISCOPAL PASTORAL PARA A JUVENTUDFE EM FORTALEZA

Dom Eduardo Pinheiro da Silva, Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para Juventude estará em Fortaleza, dia 14 de março, pela manhã, no Centro de Pastoral Maria, Mãe da Igreja, onde estará reunido com os Vigários Episcopais e Padres de referência da Juventude do Regional Nordeste 1 da CNBB e com padres que queiram estar presentes. Objetivo: falar e explicar o que é o Setor Juventude.
À tarde Dom Eduardo estará no Seminário Propedêutico Dom Aloísio Lorscheider, com os seminaristas para falar das oito linhas de Ação na Evangelização Juvenil do Documento 85, que fala da Evangelização da Juventude.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE

28/02/2013 – 5ª. Feira II Semana da Quaresma

– Jeremias 17, 5-10 - “os malditos e os benditos”


O profeta Jeremias faz o paralelo entre o homem que confia em Deus e a Ele entrega a sua vida e aquele que se afasta do Senhor e põe a sua confiança nele ou em outro ser humano. E coloca como protótipo disso uma árvore que é plantada junto às águas e cujas folhas mantêm-se sempre verdes e os cardos do deserto que não vêm chegar a floração. Colocando essa comparação na nossa vida constatamos que é isso mesmo o que acontece quando estamos perto do Senhor e quando Dele nos afastamos. Quando deixamos de confiar em Deus para confiar nos homens, sobretudo, em nós mesmos, somos malditos, isto é, condenados a viver o mal, o pecado, experimentamos o fracasso e entramos nas trevas. Do contrário, quando nos voltamos para Deus e confiamos no Seu poder vitorioso, somos então, benditos, isto é, motivados a viver o bem, a vida plena, a vitória e caminhar sob a luz. Bendito, então é aquele que confia em Deus e não depende da força dos homens! Cada um de nós, então, pode fazer uma avaliação para observar em quem estamos pondo a nossa confiança para chegarmos a uma conclusão se somos benditos ou malditos. As consequências dessas duas condições manifestam-se dentro de nós, no interior do nosso coração: se temos paz, esperança e fé, mesmo passando por dificuldades é porque somos como uma árvore plantada junto às águas e, que se conserva verde até no tempo da seca e nunca deixa de dar frutos. Nesse caso, com certeza, estamos depositando a nossa confiança e esperança no Senhor e aguardando Dele a orientação para as nossas ações, produzindo frutos conforme a Sua vontade. Por outro lado, a revolta, o desassossego, a ira, o ressentimento e a murmuração são sinais sensíveis da nossa alma quando colocamos a nossa confiança nos homens, nos negócios, nas facilidades da vida e nos esquecemos de olhar para Deus. Quando estamos agindo assim, somos tentados, nunca achamos saída para nossas mazelas e ao mesmo tempo, também nunca estamos satisfeitos (as) com o que possuímos, queremos sempre mais, e por isso, a nossa vida se torna amarga. Assim sendo, tenhamos cuidado para não colocarmos a confiança nas criaturas que passam, mas tenhamos sempre em mente que o Senhor conhece as nossas necessidades e somente Ele poderá nos ajudar – Qual é a sua situação - Você é como cardo no deserto ou como árvore plantada junto às águas? - Nos seus empreendimentos e problemas em quem você confia mesmo? – Você dá muito valor aos homens poderosos do mundo?

Salmo 1 – “É feliz quem a Deus se confia!”

O salmo é uma confirmação da profecia de Jeremias. O salmista faz uma comparação entre as pessoas que andam conforme os conselhos dos perversos, isto é, dos homens que têm a mentalidade do mundo e as pessoas que meditam na lei de Deus em todos os momentos da sua vida. Os que seguem a teoria do mundo são como a palha seca que se espalha e é dispersa pelo tempo. Porém, os que andam segundo a Lei do Senhor, prosperam e têm uma vida profícua, portanto, são felizes.

Evangelho – Lucas 16,19-31 – “na companhia dos anjos ou no tormento”

Esta parábola vem nos confirmar que a vida aqui na terra é uma oportunidade preciosa para que possamos nos apropriar dos “terrenos do céu”. Aquele homem rico viveu aqui na terra aproveitando tudo o que possuía para refestelar-se e satisfazer apenas a sua carne, isto é, o seu apetite humano como se um dia não tivesse que se apartar do seu penhor. O pobre, por força das circunstâncias teve uma experiência completamente oposta e provou das agruras da vida por conta da sua completa miséria. Vemos, então, que os dois poderiam ter sido instrumentos de salvação, um para o outro. A salvação que Jesus veio nos oferecer é algo pertinente à nossa vida, desde já. A nossa vivência aqui na terra já pode ser um testemunho de que estamos salvos e um dia iremos viver na companhia dos anjos ou no meio dos tormentos. O rico teve todas as chances para bem viver com a sua riqueza fazendo dela um trampolim para alcançar a vida plena depois que partisse para a outra existência.
Infelizmente, muitos ainda não compreenderam isso, por isso, a parábola do rico e do Lázaro nos mostra uma situação, ainda hoje, persistente dentro da nossa realidade de vida.
A conjuntura do rico e do Lázaro nos dá uma amostra do julgamento de Deus. Não podemos nos confundir achando que a riqueza é uma coisa má, no entanto, há uma condição imprescindível para que ela seja um instrumento para a nossa salvação: a de partilharmos os nossos bens e nossos “terrenos da terra” com os outros moradores. O mal é quando queremos ter tudo só para nós e desprezamos àqueles que vivem à nossa porta implorando por migalhas porque não possuem o suficiente para viverem com dignidade. Ninguém é tão pobre que não possua nada para dar nem igualmente é tão rico que não necessite partilhar com alguém a sua riqueza. Jesus nos fala que o rico recebe os bens durante a vida e o pobre, os males, mas que na outra vida dar-se-á o contrário. O pobre existe para dar ao rico uma chance de empregar os seus bens e assim poder obter ainda muito mais para ajudar a quem precisar. Nunca se ouviu dizer que alguém ficou pobre porque ajudou a outrem, no entanto, sabemos que muitos chegam à ruína porque empregaram mal a sua fortuna. Jesus também nos mostra a perspectiva da eternidade para o rico avarento e o pobre humilhado: para o primeiro a região dos mortos que é a ausência de Deus e para o segundo, o seio de Abraão, isto é, a presença de Deus, na companhia dos anjos e tendo consolo para as suas dores. Precisamos refletir no tempo atual da nossa vida quando temos a oportunidade de pôr em prática todos os ensinamentos de Jesus a fim de não tenhamos a mesma sorte dos mesquinhos. Assim também, precisamos perceber a responsabilidade que temos de abrir os olhos das pessoas da nossa família que ainda estão presas aos seus bens e não olham para os Lázaros que estão batendo à sua porta. – Quais os bens que você tem recebido na vida? - Como é a sua vida: você tem recebido mais bens ou mais feridas? Existe alguém na sua porta, ferido, chagado e faminto que precisa de um pouquinho do que você possui? – Pense nisso!

Helena Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho


EVANGELHO DO DIA

Lucas 16,19-31
 Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. Glória a vós, Senhor!Naquele tempo, disse Jesus aos fariseus: 19“Havia um homem rico, que se vestia com roupas finas e elegantes e fazia festas esplêndidas todos os dias. 20Um pobre, chamado Lázaro, cheio de feridas, estava no chão, à porta do rico. 21Ele queria matar a fome com as sobras que caíam da mesa do rico. E, além disso, vinham os cachorros lamber suas feridas. 22Quando o pobre morreu, os anjos levaram-no para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi enterrado. 23Na região dos mortos, no meio dos tormentos, o rico levantou os olhos e viu de longe a Abraão, com Lázaro ao seu lado. 24Então gritou: ‘Pai Abraão, tem piedade de mim! Manda Lázaro molhar a ponta do dedo para me refrescar a língua, porque sofro muito nestas chamas’.25Mas Abraão respondeu: ‘Filho, lembra-te de que recebeste teus bens durante a vida e Lázaro, por sua vez, os males. Agora, porém, ele encontra aqui consolo e tu és atormentado. 26E, além disso, há grande abismo entre nós: por mais que alguém desejasse, não poderia passar daqui para junto de vós, e nem os daí poderiam atravessar até nós’.27O rico insistiu: ‘Pai, eu te suplico, manda Lázaro à casa de meu pai, 28porque eu tenho cinco irmãos. Manda preveni-los, para que não venham também eles para este lugar de tormento’. 29Mas Abraão respondeu: ‘Eles têm Moisés e os profetas, que os escutem!’30O rico insistiu: ‘Não, Pai Abraão, mas se um dos mortos for até eles, certamente vão se converter’. 31Mas Abraão lhe disse: ‘Se não escutam a Moisés, nem aos Profetas, eles não acreditarão, mesmo que alguém ressuscite dos mortos”’.  Palavra da Salvação.
-

SANTO DO DIA - SANTOS ROMÃO E LUPICINO

São Romão entrou para a vida religiosa com 35 anos, na França, onde nasceram os dois santos de hoje. Ele foi discernindo sua vocação, que o deixava inquieto, apesar de já estar na vida religiosa. Ao tomar as constituições de Cassiano e também o testemunho dos Padres do deserto, deixou o convento e foi peregrinar, procurando o lugar onde Deus o queria vivendo.

Indo para o Leste, encontrou uma natureza distante de todos e percebeu que Deus o queria ali.

Vivia os trabalhos manuais, a oração e a leitura, até o seu irmão Lupicino, então viúvo, se unir a ele. Fundaram então um novo Mosteiro, que se baseava nas regras de São Pacômio, São Basílio e Cassiano.

Romão tinha um temperamento e caminhada espiritual onde com facilidade era dado à misericórdia, à compreensão e tolerância. Lupicino era justiça e intolerância. Nas diferenças, os irmãos se completavam, e ajudavam aos irmãos da comunidade, que a santidade se dá nessa conjugação: amor, justiça, misericórdia, verdade, inspiração, transpiração, severidade, compreensão. Eles eram iguais na busca da santidade.

O Bispo Santo Hilário ordenou Romão, que faleceu em 463. E em 480 vai para a glória São Lupicino.

Santos Romão e Lupicino, rogai por nós!

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

CAMINHADA PENITENCIAL PROGRAMADA PARA O PRÓXIMO DOMINGO

O arcebispo metropolitano de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido T. Marques, convida através de uma Carta Circular, todos os fieis de Fortaleza a participarem da Caminhada Penitencial 2013 que acontecerá no 3º Domingo da Quaresma com início às 7 horas saindo da Igreja Nossa Senhora da Saúde, no Mucuripe, indo até a Catedral Metropolitana de Fortaleza. Em sua Carta o arcebispo diz que “esta caminhada quer ser a expressão externa e a oportunidade para se fazer um caminho mais profundo de conversão para o seguimento de Jesus no acolhimento de sua graça salvadora”. Leia a íntegra da Carta Circular 003/2013 (frente/verso)
Durante a caminhada haverá a oportunidade de gestos concretos, como uma cruz nos ombros dos fiéis para recordar como o Senhor Jesus Cristo tomou sobre si todos os pesos da humanidade para redimi-la.

Na Celebração Penitencial haverá oportunidade de confissões para os fiéis que desejarem. O arcebispo solicita aos presbíteros que se façam presentes com túnica e estola roxa, disponíveis para atendimento às confissões durante a Caminhada Penitencial.

Por orientação do arcebispo, para que o maior número possível de fiéis possa participar, todas as celebrações aconteçam nas igrejas nas Primeiras Vésperas do dia 2 e na parte da tarde do dia 3, ficando reservada a manhã do dia 3 de março para esta grande manifestação comum de conversão da Igreja Arquidiocesana.

Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

NOTA DE FALECIMENTO

 

Faleceu na madrugada de sábado para domingo, Frei Antônio José Martins, OFMCap. Frei Martins, como era conhecido, foi pároco dafrei-martins Paróquia Nossa Senhora das Graças de 1986 a 1998. Foi um atuante pároco, trabalhando e incentivando a construção dos meios populares, através de uma evangelização pautada no Evangelho. Em sua gestão trouxe para a Paróquia do Pirambu uma nova reconfiguração, no início de 1990, quando nasciam as áreas, que chamamos hoje de comunidade: Santo Antônio, São José, Santa Teresinha, Nossa Senhora Aparecida e São Pedro. Apoiou também a criação de círculos bíblicos, de grupos de discussões sociais, religiosas e políticas. No campo social construiu o CIPI, entidade sem fins lucrativos que durante muitos anos atendeu inúmeros adolescentes, encaminhando a uma vida profissional.

Deixa para a memória a figura de homem atuante na vida da Igreja e da sociedade. Compreendia que ambas se entrelaçam. E que nunca se separam. Atuante militante foi candidato a cargos políticos. Muitas vezes incompreendido, mas convicto em seus ideais. A ele nossa eterna gratidão e nossas homenagens póstumas.

A missa de sétimo dia será celebrada na Igreja Matriz de Nossa Senhora das Graças no Pirambu, às 20 horas, pelo Frei Ademir Andrade, atual pároco do Pirambu.

Fonte: ASite da Arquidiocese de Fortaleza

COMUNIDADE SHALOM DEDICA QUINTA-FEIRA À ORAÇÕES PELO PAPA BENTO XVI E PELA ESCOLHA DO NOVO PONTÍFICE

 

Comunidade Católica cearense decreta dia de gratidão a Bento XVI

Shalom dedica quinta-feira à orações pelo Papa Bento XVI e pela escolha do novo Pontífice

A Comunidade Católica Shalom nasceu sob o pontificado de João Paulo II, em Fortaleza (1982), e foi reconhecida sob a égide de Bento XVI. A instituição que conta com Missões em 64 cidades no Brasil e 18 países dedica o dia 28 de fevereiro à gratidão ao papa Bento XVI que nesta data passará a ser emérito no papado.

Para a data está programada uma missa que espera receber três mil pessoas no Centro de Evangelização Shalom da Paz (Rua Maria Tomásia, nº.72, Aldeota), às 19h. Mas a movimentação acontece desde cedo acompanhando os últimos momentos do pontífice.

A Comunidade Católica Shalom foi reconhecida pelo papa Bento XVI em 2012 através do Pontifício Conselho para os Leigos. Em alusão ao reconhecimento definitivo de seus estatutos como uma Associação Internacional Privada de Fies a Comunidade cearense promoveu a Convenção Shalom 30 anos em Roma onde reuniu 1.200 pessoas, grande parte de Fortaleza.

Na audiência pública da instituição o Papa lhes dirigiu uma palavra em italiano na Praça de São Pedro e logo em seguida recebeu os cumprimentos do Fundador da Instituição Moysés Azevedo e a Cofundadora Emmir Nigueira

Moysés Azevedo já se encontra em Roma na casa da instituição juntando-se a peregrinos do mundo inteiro que acompanham os últimos dias do pontificado de Bento XVI e o Conclave onde será escolhido o novo papa.

Outras informações sobre a Comunidade Shalom

Palavra de Bento XVI ao Shalom (2007) http://www.youtube.com/watch?v=Aq7PkBG8J1U

ACESSE COBERTURA ESPECIAL SOBRE BENTO XVI E PRÓXIMA CONCLAVE

 

Acesse todas as informações sobre a Renúncia de Bento XVI, o Conclave e a eleição do novo Papa em nossa página especial: papa.cancaonova.com. A opção de centralizar todo nosso conteúdo é para proporcionar, a você internauta, uma cobertura completa e detalhada sobre esse momento histórico vivido pela Igreja.

Clique na imagem para acessar o especial:


Acesse especial papa.cancaonova.com
Canção Nova Notícias

"NESTE MOMENTO, EXISTE EM MIM, MUITA CONFIANÇA", DISSE O PAPA NA ÚLTIMA AUDIÊNCIA PÚBLICA



O cardeal Raymundo Damasceno, presidente da CNBB, estava presente na última audiência pública do Papa Bento XVI que reuniu cerca de 200 mil peregrinos na manhã desta quarta-feira, 27 de fevereiro, na Praça de São Pedro.
Apesar do frio, o sol brilhava. Ao entrar na Praça, o Papa fez um giro abençoando a multidão que agitava bandeiras de várias partes do mundo e cartazes com mensagens de apoio como “nós estamos todos do seu lado”. Nesse percurso, dom Georg, o secretário particular, levou várias crianças para que recebesse um beijo do Papa. O veículo chamado “papamóvel”, depois de passar por todos os corredores na Praça, subiu até o centro da plataforma que fica diante da Basílica Patriarcal de São Pedro aonde realizou sua catequese costumeira.
O início da audiência foi marcado pela proclamação de um trecho do primeiro capítulo da Carta de São Paulo aos colossenses. Em seguida, o Papa agradeceu a numerosa presença de fiéis, disse que estava comovido e que via a “Igreja viva”. Agradeceu e disse que “abraçava” toda a Igreja. Prometeu levar a todos por meio da oração. “Neste momento existe em mim muita confiança”, disse o Papa. Lembrou o dia 19 de abril de 2005 quando assumiu o ministério petrino, quando ressoaram as palavras: “Senhor, por que me pede isso?”, mas como considerou a vontade de Deus, aceitou. Bento XVI disse que 8 anos depois pode afirmar que Deus esteve sempre presente e atuante.
O Papa disse que sempre soube que o barco da Igreja não é nosso, mas é de Deus e Ele não vai deixar esse barco afundar. “Gostaria que cada um sentisse a alegria de ser cristão”, disse o Papa. O dom da fé é o dom mais precioso que temos e que ninguém pode nos tirar, reforçou Bento XVI. Ele disse também que um papa nunca está sozinho na condução do ministério petrino. Considerou a ajuda dos cardeais, o secretario de estado e todos da Cúria. “Um pensamento especial à Igreja de Roma, minha diocese”, referiu-se ao povo da diocese afirmando que em seus contatos, esteve muito próximo a todos como pai.
Expressou gratidão ao Corpo Diplomático da Santa Sé e aos serviços de comunicação que favorecem a comunhão da Igreja no mundo inteiro. “O Papa pertence a todos e muitas pessoas se sentem próximas dele”, sublinhou. Disse que recebe cartas de pessoas ilustres, mas também recebe mensagens de pessoas simples que o tratam como membro de um corpo vivo, o corpo de Jesus Cristo. Num tempo em que muitos falam de declínio da Igreja, ele sente a força da Igreja.
O Papa recordou que ao perceber a diminuição de suas forças não pensou no seu próprio bem, mas no bem da Igreja. “Amar a Igreja significa também fazer escolhas difíceis”, declarou. Bento XVI lembrou que quem assume o ministério petrino abre mão de sua vida particular, porque não pertence mais a si mesmo: “pertence a todos e todos pertencem a ele”. O Papa garantiu que não volta a uma vida privada com a movimentação normal, mas permanece no ambiente de São Pedro. E, por fim, agradeceu a todos que compreenderam a sua decisão e repetiu que repetiu que continua acompanhando a vida da Igreja.
Bento XVI, no final de sua palavra, pediu a todos que rezem pelos cardeais na escolha do novo Papa. E terminou com uma declaração fraterna e carinhosa: “Caros amigos: Deus guia a sua Igreja”. Seguiu-se um longo aplauso.

POR: CNBB

IV MISERICÓRDIA BRASIL NO GINÁSIO PAULO SARASATE

A Comunidade Católica Hesed promoverá nos dias 9 e 10 de março, no Ginásio Paulo Sarasate, no Centro de Fortaleza, IV MISERICÓRDIA BRASIL - Encontro de Cura e Libertação. Neste ano será feito o lançamento de um CD para Nossa Senhora da Ir. Kelly Patrícia e mais show com Padre Antonio Maria. Você é convidado a participar de momentos de forte de oração com Ironi Spuldaro e Padre Moacir Anastácio conhecido pelo maior encontro paroquial com mais de dois milhões de pessoas. São muitos os testemunhos e milagres alcançados pela oração deles. Ingressos já a venda nas Livrarias Imaculada ou pelo site www.institutohesed.org.br

Informações pelo telefone (85) 3274-5767, na Livraria Imaculada no centro de Fortaleza.
Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE










27/02/2013 - 4ª. feira II Semana da Quaresma

 Jeremias 18, 18-20 - “a provação é a prova da missão”

Todos nós nos enganamos quando imaginamos que porque estamos a serviço do reino de Deus as coisas serão definidas mais facilmente. Pelo contrário, quando nos propomos a assumir a nossa missão de batizados começamos também a enfrentar a oposição em todos os setores da nossa vida, principalmente no meio onde todos nos conhecem. Por esse motivo, precisamos ter consciência de que a provação que experimentamos no serviço do Evangelho é, justamente, o teste que nos garante se estamos sendo fiéis e perseverantes na nossa missão. Assim também pode acontecer na nossa experiência de pais e mães de família, de pessoas comprometidas com o bem, preocupadas em levar uma vida coerente com a vontade de Deus. De muitas maneiras ao longo da nossa vida somos perseguidos em vista da nossa fidelidade e honestidade no cumprimento das nossas obrigações. Nós também, como o profeta cobramos de Deus as más ações e a falta de gratidão das pessoas para conosco quando exercitamos as nossas funções. As lamentações do profeta parecem até que nos servem de exemplo, quando nos sentimos injustiçados (as) pela ingratidão de alguém a quem algumas vezes, tentamos ajudar e duvidam da nossa reta intenção. Na maioria das ocasiões elas nos testam, nos confundem e pressionam a fim de provarmos se, realmente, estamos seguros nas nossas escolhas, na nossa vocação, nas nossas decisões. Nem por isso, nós, como servos escolhidos de Deus podemos deixar morrer a lei, nem o conselho nem a Palavra, pois ajudar a construir um mundo novo a partir de nós mesmos (as) é a nossa missão. Mesmo injustiçados, (as), precisamos ser fiéis a Deus que também sofre com os desatinos do povo que Ele escolheu. Somos esse povo que uma hora sabe ser justo e depois pode tornar-se injusto. Deus sofre também, por nós. Os “inimigos”, muitas vezes estão dentro de nós mesmos. Nestes momentos o melhor será abrirmos o coração para Deus e sermos sinceros (as), pois, só Ele, é quem conhece tudo e poderá nos ajudar. – Você tem sido perseguido (a) no cumprimento da sua missão? - Você tem se queixado da ingratidão das pessoas? - E você, tem sabido reconhecer quando as outras pessoas querem ajudá-lo (a) ou não as compreende? - Faça como Jeremias, exponha suas inquietações ao Senhor- Escreva, faça as suas queixas!

Salmo 30 – “Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!”

Dentro de cada homem e de cada mulher que persegue ser fiel a Deus há uma rede traiçoeira tentando pôr abaixo os propósitos de fidelidade. Os nossos inimigos, na maioria das vezes estão dentro de nós mesmos (as). Há horas, em que como o salmista, nós nos sentimos apavorados (as), intranquilos (as), num beco sem saída. Porém, como ele nós também podemos dizer: “Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel!”

Evangelho - Mateus 20, 17-28 – “na subida para Jerusalém!”

No caminho para Jerusalém, Jesus explicava aos Seus discípulos que a finalidade daquela viagem era a de que Ele, o “Filho do homem” pudesse assumir a Cruz e se entregar à morte para remissão dos pecados de toda a humanidade, assegurando, porém que no terceiro dia ressuscitaria. No entanto, eles, que pensavam somente em “levar vantagem em tudo” miraram apenas o fato de que no final Jesus pudesse assumir um “alto posto” e com isso, alguém também pudesse ser beneficiado. A narrativa nos esclarece que a mãe de Tiago e de João, foi a primeira a pedir privilégio para os seus dois filhos. Jesus, porém, com muita propriedade colocou nas mãos deles a gravidade daquele pedido quando lhes propôs beber do mesmo cálice que lhe tinha sido reservado. Inconsequentemente os dois responderam que estavam preparados para tal feito. Nós também somos assim! Desejamos levar vantagem em tudo e não medimos as consequências quando pleiteamos alcançar alguma coisa que amacia o nosso ego e nos proporciona força e poder.
No entanto, como Jesus, nós precisamos aprender a esperar com confiança tudo o que o Pai tem providenciado para nós e nossos filhos. Precisamos apreender que nem tudo o que almejamos nos será concedido, mesmo que nos consideremos os mais capacitados para receber o prêmio desejado.
Jesus caminhou para cumprir a Sua Missão de Salvador dos homens e, se somos Seus discípulos, nós também precisamos viver o mesmo que Ele viveu assumindo a Salvação que nos foi oferecida dando passos de conversão. Com Jesus nós também aprendemos a exercer com determinação a missão que o Pai nos destinou quando nos colocou aqui na terra. Jesus subiu para Jerusalém!
Para nós, hoje, subir para Jerusalém significa perseguir a vontade de Deus, e passar por dificuldades, provações e perseguições, certos de que, no “terceiro dia”, isto é, no momento certo, nós também ressuscitaremos com Ele. Não podemos nos enganar como os apóstolos que pensavam somente na glória que viria e assim queriam tomar assento ao lado do rei da glória.
A vontade do Pai é ressuscitar-nos como Ele ressuscitou Jesus e é já nesta vida terrena que damos os passos para essa conquista: “quem quiser tornar-se grande torne-se vosso servidor”; “quem quiser ser o primeiro seja vosso servo!” Aos olhos do mundo ser grande é ser o primeiro, ter poder, fama e glória. No seguimento de Jesus ser grande é saber servir, é ser útil, é viver com sentido até no sofrimento aproveitando as lições que a vida nos dá.
Jesus também, hoje, pacientemente continua a nos ensinar a ser grande como Ele é grande no amor, na justiça e na santidade. – De acordo com os conselhos de Jesus você se considera, grande ou pequeno (a)? - Qual é a dificuldade que você encontra em acolher essa maneira de ser grande? – Você tem aprendido e praticado o que Jesus tem lhe ensinado? - Você
deseja possuir a glória de Deus? – Você aceita participar da Cruz de Jesus?

Helena Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

EVANGELHO DO DIA

Mateus 20,17-28

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. Glória a vós, Senhor.Naquele tempo, 17enquanto Jesus subia para Jerusalém, ele tomou os doze discípulos à parte e, durante a caminhada, disse-lhes: 18“Eis que estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos sumos sacerdotes e aos mestres da Lei. Eles o condenarão à morte, 19e o entregarão aos pagãos para zombarem dele, para flagelá-lo e crucificá-lo. Mas no terceiro dia ressuscitará”.20A mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “Que queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. 22Jesus, então, respondeu-lhe: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”. 24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos. 25Jesus, porém, chamou-os, e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo. 28Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.  Palavra da Salvação.

SANTO DO DIA - SÃO GABRIEL DAS DORES

Nascido a 1838 em Assis, na Itália, dentro de uma família nobre e religiosa, recebeu o nome de batismo Francisco, em homenagem a São Francisco.

Na juventude andou desviado por muitos caminhos, e era dado a leitura de romances, festas e danças. Por outro lado, o jovem se sentiu chamado a consagrar-se totalmente a Deus, no sacerdócio ministerial. Mas vivia 'um pé lá, outro cá'. Ou seja, nas noitadas e na oração e penitência.

Aos 18 anos, desiludido, desanimado e arrependido, entrou numa procissão onde tinha a imagem de Nossa Senhora. Em meio a tantos toques de Deus, ouviu uma voz serena, a voz da virgem Maria, que dizia que aquele mundo não era para ele, e que Deus o queria na religião.

Obediente a Santíssima Virgem, na fé, entrou para a Congregação dos Padres Passionistas. Ali, na radicalidade ao Evangelho, mudou o nome para Gabriel, e de acordo também com a sua devoção a Nossa Senhora, chamou-se então: Gabriel da Dores.

Antes de entrar para a Congregação, já tinha a saúde fraca, e com apenas 23 anos partiu para a glória, deixando o rastro da radicalidade em Deus.

Em meios as dores, São Gabriel viveu o santo Evangelho.

São Gabriel das Dores, rogai por nós!

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

TERÇO DOS HOMENS DA CAPELA SANTA EDWIGES COMPLETA TRÊS ANOS

 


O Terço dos Homens, da Capela Santa Edwiges, celebra, amanhã, dia 27, três anos de trabalho pastoral junto ao corpo masculino da nossa Igreja. Dentre as conquistas, a coordenaçao cita o aumento da participação dos homens na vida pastoral da igreja, principalmente nas equipes de liturgia e na organização da Festa da Padroeira, Santa Edwiges. Foi percebido também um aumento da autoestima do homem, chegando-se a vivenciar vitórias de homens com depressão.
A noite festiva inicia-se às 19h30, com a recitação do Terço Mariano; 20 horas, Celebração Eucarística, presidida pelo pároco pe. Leandro Araújo e 21 horas, um momento de partilha.

PARÓQUIA CRISTO REI REALIZA 1º ENCONTRÃO DO ECC 2013

A Paróquia Cristo Rei, no bairro Aldeota realiza,amanhã, dia 27 de fevereiro, às 19h30min, o 1º  Encontrão do ECC 2013. Será uma noite de oração para casais tendo como assessor Pe. Eugênio, sj. Informações pelo telefone (85) 32316600, na secretaria.

COMEÇA, EM BRASÍLIA, O 2º SIMPÓSIO DE MISSIOLOGIA NO BRASIL


Simposio26022013
Um momento de oração abriu, na noite desta segunda-feira, 25 de fevereiro, o 2º Simpósio de Missiologia, que reúne em Brasília, até o dia 1º de março, cerca de 50 pessoas entre, docentes, teólogos, pesquisadores, representantes de instituições missionárias, agentes de pastoral e animadores missionários, de todo o Brasil.
Promovido pelo Centro Cultural Missionário (CCM) e a Rede Ecumênica Latino Americana de Missiólogos e Missiólogas (RELAMI) o Simpósio tem como tema: “Teologia para uma missão a partir da América Latina hoje” e pretende refletir sobre o papel da missiologia na atual conjuntura eclesial.
“Estamos vivendo um momento especial, um tanto difícil na Igreja. Diante dessa situação, o que temos para propor?”, perguntou padre Paulo Suess ao motivar o tema de reflexão. “Ouvimos falar de corrupção, lutas pelo poder. Nossa inspiração vem dos pequenos e das bases, não vem da cúpula. O povo simples nos ajuda a pensar não numa Igreja gloriosa e grandiosa, mas autêntica. Temos de refletir sobre o que significa a missão a partir da América Latina hoje, um continente pobre e sofredor”, sublinhou. “Há muitas propostas de salvação. Achamos que a proposta de Jesus pode mudar nosso rumo. Nestes dias vamos refletir sobre a busca da autenticidade na palavra que proclamamos”, completou.
A missiologia é um ramo da teologia que estuda a missão na prática e em diferentes situações e contextos do mundo de hoje. “A Igreja precisa de gente que saiba dar as coordenadas sobre a Missão”, argumentou padre Estêvão Raschietti, SX, diretor do CCM, ao destacar os principais objetivos do Simpósio. O encontro tem por finalidade também, “constituir uma associação de missiólogos para qualificar a formação missionária e partilhar experiências no campo da missiologia”, completou.
O 1º Simpósio de Missiologia aconteceu em de São Paulo, em 1999, convocado pelo Curso de Pós-graduação em Missiologia da Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, e teve como tema: “Os confins do mundo no meio de nós”.
 
POR: CNBB/POM

ECC DA PARÓQUIA DA LAGOA REDONDA REALIZA ENCONTRÃO


O Encontro de Casais com Cristo - ECC, através dos Círculos Amizade e Família em Busca do Amor, estarão organizando o Segundo Encontrão de Casais com Cristo na Paróquia São José, na Lagoa Redonda. O evento acontecerá na próxima quinta - feira, dia 28 de fevereiro, na Igreja Matriz de São José, das 20 às 22 horas.

Sob a responsabilidade do Casal Pós – Encontro, Wagner e Helena, e Direção Espiritual do Pároco, Pe. Leandro Araújo, o momento acontece toda última quinta – feira. Momento este aberto a todos da comunidade paroquial de Lagoa Redonda. Maiores informações, pelos telefones: (85) 8701-0609 / 8542-6930. A Igreja Matriz de São José - Lagoa Redonda fica na Avenida Recreio, nº. 1815.   Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

COLETA NACIONAL DA SOLIDARIEDADE


Todos os anos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), sob a coordenação da Cáritas Brasileira, promove a Coleta Nacional da Solidariedade, que se realiza nas dioceses, igrejas, paróquias e comunidades de todo o país.
A coleta é realizada no Domingo de Ramos, dia em que os fiéis doam recursos financeiros que são destinados aos Fundos Nacional e Diocesanos de Solidariedade. Este ano, a coleta será realizada no dia 24 de março.
Sessenta por cento do total da coleta permanece na diocese de origem e compõe os Fundos Diocesanos de Solidariedade (FDS). Os recursos são destinados ao apoio de projetos sociais da própria comunidade diocesana. Os outros 40% compõem o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS), que são revertidos para o fortalecimento de projetos sociais em todo o Brasil.
Em 2012, o Fundo Nacional de Solidariedade arrecadou R$ 5.449.723,13 e apoiou 245 projetos em todo o país. Nos últimos cinco anos, 1.142 projetos foram apoiados pelo Fundo Nacional.
Os Fundos de Solidariedade estão ligados à superação de ações assistencialistas junto a comunidades empobrecidas. Trata-se de uma importante ferramenta de emancipação cidadã, já que tem como objetivo fomentar o desenvolvimento comunitário com base nas necessidades, práticas e culturas locais.

Fonte: Catolicanet

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA HOMENAGEIA SALESIANOS


Hoje, 26 de fevereiro, a Assembléia Legislativa do Estado do Ceará realiza cerimônia em Homenagem aos Salesianos de Dom Bosco, pelos 73 anos de presença no Ceará. Na ocasião, serão homenageadas a Inspetoria do Nordeste São Luis Gonzaga e a Arquidiocese de Fortaleza. O evento começou às 15 horas, no Plenário 13 de Maio

APÓS RENÚNCIA O PAPA CONTINUARÁ A CHAMAR-SE "SUA SANTIDADE BENTO XVI"


pe lombardi 26 02O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, realizou na manhã desta terça-feira (26), mais uma coletiva de imprensa, em que esclareceu algumas das muitas dúvidas dos jornalistas.
Uma delas é sobre como Bento XVI será chamado a partir do dia 28 de fevereiro. O diretor respondeu que continuará a chamar-se “Sua Santidade Bento XVI”, mas também será chamado “Papa Emérito” ou “Romano Pontífice Emérito”.
Sobre as vestes: branca, simples, sem mantelete. Não são mais previstas os sapatos vermelhos. “Parece que o Papa ficou muito satisfeito com os sapatos que lhe presentearam no México, em Leon”, disse padre Lombardi.
Não usará mais o anel do pecador, para o qual o Camerlengo, com o decano, darão o fim que a Constituição prevê.
Sobre o dia de hoje, o Papa a transcorrerá em oração e preparação para a transferência a Castel Gandolfo.
Para a Audiência Geral de quarta-feira, foram distribuídos 50 mil bilhetes. Prevê-se o mesmo esquema: um amplo giro com o papamóvel. Não terá lugar o “beija-mão” – este será feito após a Audiência Geral, na Sala Clementina, para algumas autoridades, como o Presidente da Eslováquia, o Presidente da região da Baviera.
Quinta-feira, às 11h, haverá a saudação aos Cardeais, com o discurso do Decano no início. Às 16h55 (hora local), a partida de carro do pátio de São Dâmaso, saudação dos superiores. No heliporto, haverá a saudação do Cardeal Decano. Às 17h15, a chegada a Castel Gandolfo, onde estarão presentes o Bispo de Albano e outros autoridades. Às 17h30, no Pátio interno o Papa saúda os fiéis – a última saudação pública do Santo Padre. Às 20h, a Guarda Suíça, fecha a porta do Palácio Apostólico, encerrando o serviço para o Papa como chefe da Igreja.
 
POR: CNBB/Rádio Vaticano

PRESIDENTE DA CNNB: "MUITOS COMPARAVAM O PAPA BENTO XVI AOS GRANDES PADRES DO INÍCIO DA IGREJA"

Presidente da CNBB:

Em entrevista concedida ao jornal "Folha de Sâo Paulo", o cardeal dom Raymundo Damasceno trata de várias questões relacionadas ao momento presente vivido pela Igreja, elogia o Papa Bento XVI e fala da expectativa da eleição do novo Papa.

Fonte: CNBB

BENTO XVI USARÁ VESTES BRANCAS, AFIRMA PORTA-VOZ DO VATICANO


O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, divulgou, nesta terça-feira, 26, que após sua saída do Pontificado, Bento XVI será chamado de "Papa emérito" ou "Romano Pontífice emérito".

Durante a coletiva de imprensa, padre Lombardi disse ainda que Bento XVI irá continuar usando roupas brancas, porém sem o manto tradicional, e que o Anel do Papa será anulado no momento em que a Sé ficar Vacante, às 20h (horário de Roma - 16h em Brasília) desta quinta-feira, 28.

O porta-voz do Vaticano destacou também que, nestes últimos dias, Bento XVI está recebendo mensagens de agradecimento de várias partes do mundo.

Kelen Galvan/Canção Nova Notícias 



OS 60 ANOS DE SACERDÓCIO DO MONSENHOR OSCAR


A Região Episcopal Metropolitana São José e Comunidade da Reitoria de São Judas Tadeu convidando Bispos, Presbíteros, Congregações Religiosas, Parentes e Amigos do Monsenhor Oscar Peixoto Filho, para os seus 60 anos de Ordenação Sacerdota, dia 28 de Fevereiro de 2013. A comemoração será na missa das 19 horas e logo depois um jantar oferecido pela Comunidade a Amigos. Na humildade que lhe é peculiar pediu que como presente doações de gêneros alimentícios para os Seminários de Teologia e Filosofia onde ajuda na Formação, acompanhando espiritualmente os seminaristas. Monsenhor Oscar merece toda a nossa admiração pelo exemplo de sacerdócio fiel à sua missão, seguidor fiel aos ensinamentos de Cristo, sendo sua vida um exemplo de acolhimento, serviço principalmente aos mais pobres, amor aos que o rodeiam.
Informações pelo telefone (85) 33888724, na Secretaria da Região Episcopal São José com Clara.

Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE

26/02/2013 – 3ª. Feira II Semana da Quaresma                      

Reflexão Pessoal Isaías 1, 10.16-20 - “ a boca do Senhor falou!”

Falando no imperativo, em Nome de Deus, o profeta Isaías chama a atenção das autoridades e do povo de Sodoma e Gomorra para que revissem a sua trajetória de vida e voltassem atrás nas suas maldades dando-lhes a garantia de que seriam perdoadas as suas faltas do passado. As palavras do profeta que outrora foram destinadas àquele povo soam aos nossos ouvidos como uma trombeta para acordar o mundo de hoje, desde o menor até o maior ou vice-versa: “Deixai de fazer o mal; aprendei a fazer o bem! Esta exortação já é suficiente para que façamos um exame e reflitamos sobre a nossa história e sobre as nossas ações. O próprio Senhor nos atrai com compaixão e compreensão quando fala: “Vinde, debatamos”! Deus nos acena com a Sua Misericórdia e nos conclama ao arrependimento nos garantindo o perdão para com os nossos pecados, ainda que sejam eles, os maiores e piores que possamos ter cometido. Este tempo da quaresma, portanto, é uma oportunidade valiosa para que sigamos a orientação do profeta quando nos ordena: “Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossas ações”. A purificação da nossa alma exige de nós uma conscientização de que precisamos fazer propósitos de conversão e de mudança de vida. Não podemos continuar praticando as mesmas coisas que, sabemos, ferem o coração de Deus porque atingem os nossos irmãos que são também Seus filhos. O Senhor nos promete comer as coisas boas da terra que significa desfrutar de tudo o que Ele criou para nosso bem estar e felicidade. É ter paz, alegria, esperança, segurança, enfim uma vida de qualidade. Contudo, isto só nos será possível experimentar se tirarmos de nós o mal que nos aprisiona, nos corrompe e nos leva a pecar. A graça do Senhor nos absolve e nos redime quando escolhemos todos os dias praticar o bem e não o mal. As cidades de Sodoma e de Gomorra foram devoradas porque o povo não atendeu às ordens de Deus. Nós, porém, podemos fazer toda a diferença, obedecendo e aproveitando a oportunidade, porque é a boca do Senhor que fala. Ele, hoje, nos convida a abrir o nosso coração e confiar na Sua misericórdia, pois deseja mudar a nossa vida e o mundo todo. Reflita: - Neste momento atual você está aproveitando das “coisas boas da terra” ou está na penúria? - Repense as suas ações, os seus pensamentos, os seus sentimentos e faça os seus propósitos. – O que você tem praticado mais: o bem ou o mal? – O que será para você praticar o bem e praticar o mal? – Como têm sido as suas ações com todas as pessoas com quem você convive?

Salmo 49 – “A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus!”

Às vezes, nos confundimos e queremos mostrar serviço a Deus oferecendo sacrifícios que de nada adiantam para a purificação dos nossos pecados. Para nós seria bastante proceder retamente segundo os mandamentos do Senhor e de coração oferecer um sacrifício de louvor, de gratidão, de reconhecimento da sua bondade e aí sim, estaríamos ofertando ao Senhor o que de melhor nós possuímos.

Evangelho - Mateus 23, 1-12 - “A autoridade é validada pelas ações ”

Esta palavra de Jesus é muito pertinente para todos os que se propõem a assumir um lugar de governo em todos os segmentos, mas principalmente na edificação do reino de Deus aqui na terra. Às vezes queremos medir a nossa autoridade pelo conhecimento que temos das leis e dos decretos do Senhor, conforme a Sua Palavra. Sabemos tudo de cor, capítulo, versículo, etc., pregamos para os outros, cobramos e exigimos o cumprimento do que ensinamos, no entanto, falta-nos a legitimidade por causa do nosso contra testemunho. A nossa autoridade é validada pelas nossas ações e não pelas nossas palavras e conselhos. Tem autoridade todos os que ensinam e dão conselhos, mas praticam e vivem segundo o que pregam. Tem autoridade para interpretar a lei de Deus quem a vivencia e tem-na gravada em seu coração e, consequentemente, em suas mãos. Infelizmente os mestres da lei ainda estão muito vivos dentro das nossas comunidades, das famílias, da Igreja, assim como também nos governos. O privilégio, a atenção e as regalias são a carteira de identidade de muitos que receberam de Deus o chamado para servir desinteressadamente, mas o fazem apenas para usufruto próprio. Todos nós temos responsabilidade diante de Deus daquilo que pregamos e falamos, no que ensinamos, principalmente os que se propõem a estar à frente de algum ministério no reino de Deus e são constituídos de autoridade. Precisamos estar muito firmes nas nossas ações quando cobrarmos ou exigirmos das outras pessoas. Como irmãos e irmãs todos nós temos o dever de ensinar, de exortar, de aconselhar, porém, isso só se torna legítimo, quando o fazemos como serviço, com humildade e responsabilidade e não somente para aparecer – O que você tem aconselhado aos seus amigos e amigas é o mesmo que você tem feito? – Você sente-se responsável pelo crescimento e melhoria de alguém? – O seu testemunho de vida serve de parâmetro para as pessoas que o (a) conhecem? – Faça uma comparação entre as suas ações e as ações dos mestres da lei e dos fariseus e perceba o que pode ser edificante para você nessa mensagem.

Helena Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

EVANGELHO DO DIA

Mateus 23,1-12


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. Glória a vós, Senhor! Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo. 5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas. 6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”. Palavra da Salvação.

SANTO DO DIA - SÃO PORFÍRIO

Nascido do ano de 353 em Tessalônica da Macedônia, Porfírio foi muito bem formado pelos seus pais, numa busca de piedade e vontade de Deus. Com 25 anos foi para o Egito, onde viveu a austeridade. Depois, seguiu para a Palestina, vivendo como eremita por 5 anos. Devido a uma enfermidade seguiu para Jerusalém, onde se tratou.
São Porfírio percebia que faltava algo. Ele tinha herdado uma grande fortuna, e já tendo discípulos - que vendo a ele seguir a Cristo, também quiseram seguir nosso Senhor nos passos dele - ele ordenou que esses discípulos fossem para Tessalônica e vendessem todos os bens. Ele então, pôde dar tudo aos pobres.
Ele estava muito doente, mas através de uma visão, o Senhor o curou. Mais tarde, passou a trabalhar para ganhar o 'pão de cada dia', sempre confiando na Divina Providência.
O Patriarca de Jerusalém o ordenou sacerdote, e depois Bispo em Gaza, tendo grande influência politica e na religiosidade de todo o povo. Por meio do Espírito Santo e das autoridades, conseguiu que os templos pagãos fossem fechados, e os ídolos destruídos. Não para acabar com a religiosidade, mas para apontar a verdadeira religião: Nosso Senhor Jesus Cristo, único Senhor e Salvador.
Faleceu no século V, deixando-nos esse testemunho: nossa fé, nossa caridade, precisam ter uma ressonância dentro e fora da Igreja, para a glória de Deus e Salvação de todas as pessoas.

São Porfírio, rogai por nós!



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

VATILEAKS: DIVULGAÇÃO OU NÃO FICARÁ A CARGO DO NOVO PAPA

 

O Papa Bento XVI recebeu em audiência na manhã desta segunda-feira, 25, os Cardeais Julián Herranz, Jozef Tomko e Salvatore De Giorgi, da Comissão Cardinalícia de investigação sobre o vazamento de notícias reservadas, caso conhecido como Vatileaks. O Secretário, padre Luigi Martignami, O.F.M. também participou da audiência.

Após o encontro, a Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou uma nota:

“Na conclusão da tarefa, Sua Santidade quis agradecer pelo profícuo trabalho desenvolvido, expressando satisfação pelo êxito da investigação. Esta, de fato, conseguiu demonstrar, por sua vez, as limitações e imperfeições próprias do componente humano de toda instituição, a generosidade, retidão e dedicação daqueles que trabalham na Santa Sé a serviço da missão confiada por Cristo ao Romano Pontífice.”

Segundo a nota, o Santo Padre decidiu que as atas da investigação, cujo conteúdo somente Bento XVI conhece, ficarão à disposição unicamente do novo Pontífice.

Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano

PORTA-VOZ DO VATICANO EXPLICA MUDANÇAS NAS REGRAS DO CONCLAVE


 

Padre Lombardi falou ainda sobre o encontro do Papa com os cardeais que investigaram o vazamento de documentos no Vaticano
O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, concedeu uma coletiva aos jornalistas na manhã desta segunda-feira, 25, na qual abordou o Motu Proprio sobre algumas modificações relativas à eleição do novo Pontífice, o encontro de Bento XVI com os cardeais da Comissão cardinalícia encarregada de investigar sobre o vazamento de notícias reservadas e, por fim, sobre o caso do Cardeal Keith Michael Patrick O'Brien, que anunciou que não participará do próximo Conclave.

De fato, Bento XVI – lê-se no comunicado da Sala de Imprensa da Santa Sé durante a coletiva – quis agradecer aos cardeais da Comissão cardinalícia encarregada de investigar sobre o vazamento de notícias reservadas, pelo profícuo trabalho realizado, "expressando satisfação pelos êxitos da investigação".

Acesse
.: Especial Papa
.: Todas as notícias sobre a renúncia de Bento XVI

Efetivamente, a investigação permitiu ressaltar – junto aos limites e imperfeições próprios do componente humano de toda instituição – "a generosidade, retidão e dedicação daqueles que trabalham na Santa Sé a serviço da missão confiada por Cristo ao Romano Pontífice".

"O Santo Padre – lê-se ainda no comunicado – decidiu que as atas da investigação, de cujo conteúdo somente Sua Santidade tem conhecimento, permaneçam à disposição unicamente do novo Pontífice". 'Concluída a incumbência', encerrou-se o mandato da Comissão e ela foi desfeita.

Sobre a renúncia apresentada pelo arcebispo escocês de "Saint Andrews and Edinburgh", Cardeal O'Brien, e aceita por Bento XVI, padre Lombardi precisou em seguida: "O nosso comunicado não faz referência a participações ou não no Conclave. Faz referência ao governo da Arquidiocese de Edinburgh, que se concluiu com essa renúncia". Contudo, segundo informações divulgadas pela Rádio Vaticano, a Conferência Episcopal Escocesa emitiu um comunicado, no qual o cardeal anuncia que não participará do próximo Conclave.

Motu Proprio e Conclave

Em seguida, o vice-camerlengo da Santa Romana Igreja, Dom Pierluigi Celata, ilustrou o Motu Proprio de Bento XVI, com o qual se substituem algumas normas presentes na Constituição Universi Dominici gregis, promulgada em 1996 por João Paulo II:

"A intenção geral que impeliu o Santo Padre é por ele mesmo claramente indicada: considerada a importância da matéria, assegurar o melhor desenvolvimento do que concerne à eleição do Romano Pontífice, em particular uma melhor interpretação e aplicação de algumas disposições da própria Constituição."

Em particular, para uma válida eleição do Pontífice é sempre exigida ao menos a maioria dos dois terços dos votos dos cardeais eleitores e votantes. Nenhum cardeal eleitor poderá ser excluído da eleição por nenhum motivo ou pretexto. Permanece confirmado o período de espera de 15 dias antes do início do Conclave.

O Colégio dos cardeais, que consta a presença de todos os cardeais eleitores, tem a faculdade de antecipar o início do Conclave. A abertura pode também ser adiada em caso de motivos graves. Mas transcorridos ao máximo vinte dias do início da Sé Vacante, todos os cardeais eleitores devem iniciar a eleição.

Em seguida, padre Lombardi reiterou que o início do Conclave será decidido pelas congregações dos cardeais:

"É claro que não pode ter início antes de 1º de março, porque não podem se encontrar antes de 1º de março; é preciso que sejam convocados para a primeira congregação geral e, provavelmente, não é exatamente na primeira congregação geral que decidem algo dessa natureza. Portanto, creio que devemos ainda esperar alguns dos primeiros dias de março para termos a decisão formal."

Antes do Conclave se deve esperar a chegada de todos os cardeais eleitores, a menos que um ou mais purpurados não comuniquem, de modo apropriado, a impossibilidade de participar por comprovados motivos de saúde ou por impedimento grave.
Fonte: Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano/Arquivo Reuters

DADOS SOBRE A RENUNCIA DO PAPA BENTO XVI

 


padre-Brendan200*Pe. Brendan Coleman Mc Donald.

A porta-voz oficial do Vaticano, Padre Frederico Lombardi, ofereceu várias informações a imprensa mundial entre 12 e 15 de fevereiro, 2013. Segue um resumo das perguntas feitas pelos jornalistas e as respostas dadas:

1 – Qual será a última aparição pública de Bento XVl como papa? Resposta: Será na Audiência Geral de quarta feira, dia 27 de fevereiro de 2013 na Praça de São Pedro. No dia 28 de fevereiro haverá a última audiência privada na Sala Clementina da Santa Sé com alguns cardeais.

2 – Bento XVl tem alguma doença grave? Resposta: Não. Bento XVl não tem nenhuma doença grave.

3 – É verdade que Bento XVl tem um marca passo? Resposta: Sim, desde que era Prefeito da Sagrada Congregação para a Doutrina e Fé. Há algumas semanas trocaram as baterias.

4 – A Encíclica sobre a Fé que Bento XVl estava escrevendo será publicada dado que ele não pode concluí-la? Resposta: Eventualmente, se for decidido torna-la pública, mas não como “encíclica”.

5 – Por que Bento XVl escolheu às 20.00 horas do dia 28 de fevereiro para completar seu ministério como papa? Resposta: Porque é a hora que ele normalmente termina o seu dia de trabalho.

6 – Para onde vai Bento XVl após sua aposentadoria como papa? Resposta: Inicialmente, por um período de dois meses para a residência de Castel Gondolfo. Depois, volta para o Vaticano para viver no mosteiro de clausura Mater Ecclesiae.

7 – É verdade que Bento XVl decidiu demitir-se durante sua viagem apostólica ao México? Resposta: Bento XVl amadureceu o tema de sua renúncia como uma etapa a mais no seu longo processo de reflexão e discernimento sobre este tema.

8 – Qual será o nome e o título de Bento XVl após o dia 28 de fevereiro? Resposta: Este assunto ainda está sendo ponderado. Existe uma certa unanimidade que o manterá o nome de Bento XVl e o título será “Bispo emérito de Roma”.

9 – Bento XVl vai participar do Conclave para eleger seu sucessor? Resposta: Não e nem fará parte do Colégio Cardinalício.

10 – Como Bento XVl irá se vestir após 28 de fevereiro? Resposta: Ainda não se sabe.

11 – A renúncia de um papa está prevista e regulamentada pelo Código de Direito Canônico? Resposta: Sim, está prevista no Código de Direito Canônico.

12 – O que vai acontecer com Mons. Georg Gänswein, secretário particular de Bento XVl e Prefeito da Casa Pontifícia? Resposta: O Mons. Georg Gänswein secretário particular de Bento XVl, vai acompanha-lo em Castel Gandolfo e depois ao mosteiro Mater Ecclesia, e também permanece Prefeito da Casa Pontifícia.

13 – Quem vai morar com Bento XVl no mosteiro Mater Ecclesia dentro do Vaticano depois de sua renúncia? Resposta: As Memores (um grupo de mulheres consagradas, membros da família pontifícia, que auxiliam o papa nas necessidades regulares da casa).

14 – A questão dos chamados “Vatileaks” influenciou a decisão do papa? Resposta: Não teve nenhuma relevância. Se você deseja receber informações corretas deve se limitar ao que disse o papa sobre a renúncia.

15 – Aproximadamente, quando poderia começar o Conclave? Resposta: As datas mais convincentes indicam que iniciará entre 15 e 20 de março.

16 – Bento XVl mudou as regras para a eleição de um papa nas últimas semanas? Resposta: Não. Não mudou recentemente as regras para a eleição de um papa. Em 2007 ele fez uma pequena alteração para mudar o sistema de votação, estabelecendo que é necessário uma maior de dois terços na votação realizada no Conclave.” O resto das normas vigentes continuam a ser as da constituição” Apostólica Universi Dominici Gregis”.

17 – Qual é o termo correto para descrever o que o papa fez? Resposta: “Renúncia” seria o termo mais específico e técnico, não “demissão” porque pressupõe que alguém aceita a demissão para que tenha efeito, no caso do papa, isso não é necessário.

18 – Existem lutas de poder no Vaticano? Resposta Em toda a instituição existe uma dinâmica que leva a opiniões diferentes, o que é sempre uma riqueza. Porém, afirmar que há lutas de poder no Vaticano não corresponde à realidade do que está acontecendo na Igreja.

19 – Bento XVl encontrará com o novo papa? Resposta: Não está programado que Bento XVl encontrará com o novo papa.

20 – Por que Bento XVl decidiu ficar, depois de dois meses em Castel Gandolfo num mosteiro no Vaticano e não retornar à Baviera, sua terra natal? Resposta: Bento XVl não mencionou claramente, mas a presença e oração de Bento XVl no Vaticano dá uma continuidade espiritual ao papado. Além disso, Bento XVl mora no Vaticano há mais de três décadas.

21 – Quais são as razões exatas dadas por Bento XVl para sua renúncia? Resposta: Na segunda-feira 11 de fevereiro, o Papa Bento XVl afirmou explicitamente que chegou “a certeza de que as minhas forças, devido à idade avançada, já não são idôneas para exercer adequadamente o ministério Petrina”, e também mencionou para governar a Igreja e anunciar o Evangelho é necessário “o vigor quer do corpo quer do espírito, vigor este, que nas últimas meses, foi diminuindo de tal modo em mim que tenho de reconhecer a minha incapacidade para administrar bem o ministério que me foi confiado”.

22 – Qual é a agenda oficial de Bento XVl de 11 a 28 de fevereiro,2013? Resposta: O calendário oficial de Bento XVl é o seguinte: 23 de fevereiro: Conclusão dos exercícios espirituais; 24 de fevereiro –último Angelus de Banto XVl na Praça de São Pedro; 25 de fevereiro, audiência privada com alguns cardeais; 27 de fevereiro última Audiência Geral de Bento XVl; 28 de fevereiro, às 11.00 horas saúda os cardeais na Sala Clementina do Vaticano. Às 17.00 hortas se transfere para Castel Gandolfo. Às 20 Horas começa a Sede Vacante23 – Pe. Lombardi disse (dia 21/2/´13) que “O papa Bento XVl poderá publicar um decreto, chamado “Moto Próprio”, para antecipar a celebração do Conclave depois de deixar o papado no dia 28. No dia 23 de fevereiro a Secretaria do Estado Vaticano publicou um comunicado deplorando a tentativa de condicionar o Colégio Cardinalício em vista do próximo Conclave e a “difusão de notícias muitas vezes não verificadas, ou não verificáveis, ou até mesmo falsas…com graves danos a pessoas e instituições”.

No dia 24 de fevereiro Pe. Francisco Lombardi escreveu: “Não faltam aqueles que procuram aproveitar do momento de surpresa e desorientação dos espíritos fracos para semear confusão e desacreditar a Igreja e o seu governo, usando instrumentos antigos – como maledicência, a desinformação, às vezes a calúnia – ou fazendo pressões inaceitáveis para condicionar o exercício do dever do voto de um ou de outro membro do Colégio dos Cardeais, considerados indesejáveis por um motivo ou outro”.

“Na maioria dos casos, aqueles que se colocam como juiz, fazendo pesados julgamentos morais, não têm de fato nenhuma autoridade para fazê-lo. Quem tem e3m mente em primeiro lugar dinheiro, sexo e poder, e está acostumado a ler com estes parâmetros as diferentes realidades, não é capaz de ver outra coisa nem mesmo na Igreja, porque o seu olhar não sabe fixar-se no alto ou descer em profundidade para acolher as dimensões e as motivações espirituais da existência. O resultado é uma descrição profundamente injusta da Igreja e de muitos dos seus homens”.

Fonte: Agência de notícias ZENIT, uma agência católica confiável.

*Redentorista e Assessor da CNBB Reg. NE1.

A PASTORAL VOCACIONAL DE FORTALEZA NÃO PÁRA!

 

No sábado, dia 23 de fevereiro de 2013 aconteceram algumas atividades da Pastoral Vocacional ou em que a Pastoral Vocacional esteve envolvida. Veja:

encontro coroinhasEncontro das Coordenações Paroquiais de Coroinhas

Na manhã do sábado, 24 de fevereiro, no Seminário Propedêutico, ocorreu a primeira reunião dos coordenadores de coroinhas/acólitos. Muitos coordenadores se fizeram presentes. Na pauta a construção de orientações, em nível diocesano, para os coroinhas. Após o momento de oração foram divididos grupos de estudo.

Foi apenas o início das contribuições que também deverão passar pelo aval do Arcebispo de Fortaleza.

encontor catqueseII Encontro de Catequese do Arcebispo com os jovens

Já na tarde do sábado, na Catedral Metropolitana, aconteceu o II encontro de Catequese do Arcebispo com os jovens. Neste sábado a animação e organização da tarde ficou por conta da Pastoral Vocacional e do Seminário Propedêutico. Assim na animação dos cantos alguns seminaristas e músicos da Comunidade Recado ajudaram os jovens a rezar e louvar. Após a Catequese o sorteio de mais exemplares do YOUCAT, seguido do testemunho de Moysés Azevedo, Fundador da Comunidade Shalom. Na sequência perguntas dos jovens ao Arcebispo.

A tarde foi encerrada com a Celebração da Eucaristia, concelebrada por Dom Vasconcelos, Bispo Auxiliar de Fortaleza e vários sacerdotes.

Atenção!!!! Os jovens que quiserem entrar em contato com o serviço de discernimento vocacional procurar em sua Paróquia falar com seu Pároco e depois este encaminha para o discernimento vocacional em nosso Seminário Propedêutico.

Do Blog : http://pastoralvocacionalfor.blogspot.com.br/

Fonte: Site da Arquidiocese de Fortaleza

EX-NÚNCIO APOSTÓLICO NO BRASIL SERÁ O SECRETÁRIO DO CONCLAVE


domlorenzo25022013O atual secretário da Congregação para os Bispos, dom Lorenzo Baldisseri, que foi núncio apostólico no Brasil entre 2002 e 2012, terá uma atuação importante no Conclave que vai eleger, no próximo mês, o sucessor de Bento XVI. Como também ocupa o cargo de secretário do Colégio Cardinalício, o bispo assumirá a função de Secretário do Conclave.
De acordo com o número 46 da Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis, que determina como deve ser realizada a eleição do novo papa, é o Secretário do Colégio Cardinalício quem desempenha as funções de Secretário da assembleia eleitoral. O único brasileiro que ocupou esta função foi o Cardeal Lucas Moreira Neves (1979-1987). Porém, durante o seu mandato, não foi realizado nenhum Conclave.
 
POR: CNBB

BENTO XVI DEIXA AOS CARDEAIS A FACULDADE DE ANTECIPAR O CONCLAVE


 

PapaBentoconclave25022013Foi publicada nesta segunda-feira, 25 de fevereiro, a Carta Apostólica de Bento XVI em forma de Motu Proprio "Normas nonnullas", sobre algumas modificações nas regras relativas à eleição do Romano Pontífice. No documento, Bento XVI faz algumas alterações nas normativas precedentes para "garantir o melhor desempenho de respeito, mesmo com ênfase diferente, da eleição do Sumo Pontífice, e de uma mais correta interpretação e aplicação de algumas disposições.
"Nenhum cardeal eleitor poderá ser excluído tanto da eleição ativa quanto da passiva por nenhum motivo ou pretexto, exceto conforme previsto nos números 40 e 75 da Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis", afirma Bento XVI. Foi estabelecido que a partir do momento em que a Sé Apostólica estiver legitimamente vacante, espera-se quinze dias para ter início o Conclave.
O Papa deixa ao Colégio Cardinalício a faculdade de antecipar o início do Conclave se consta da presença de todos os cardeais eleitores, como também a faculdade de prolongar, se existirem motivos graves, o início da eleição por alguns outros dias. Passados ao máximo vinte dias do início da Sé Vacante, todos os cardeais eleitores presentes devem proceder à eleição.
Especificam-se as normas para o sigilo do Conclave: "Todo o território da Cidade do Vaticano e também a atividade ordinária dos escritórios dentro de seu âmbito deverão ser regulados, no dito período, a fim de garantir a discrição e o desempenho livre de todas as operações ligadas à eleição do Sumo Pontífice. Em particular deverá ser previsto, com a ajuda de prelados clérigos, que ninguém se aproxime dos cardeais eleitores durante o percurso da Casa Santa Marta ao Palácio Apostólico Vaticano.
Todas as pessoas que por qualquer motivo e em qualquer tempo ficarem sabendo do que diretamente ou indiretamente concerne aos atos relativos à eleição, sobretudo em relação às cédulas na própria eleição, são obrigadas ao segredo absoluto com qualquer pessoa que não faça parte do Colégio dos Cardeais eleitores. Para esse objetivo, antes do início das eleições, eles deverão fazer juramento segundo modalidades precisas na consciência de que uma sua infiltração levará a excomunhão "latae sententiae", reservada à Sé Apostólica.
Foram abolidas as eleições por aclamação e por compromisso. A única forma reconhecida de eleição do Romano Pontífice é a de voto secreto.
"Se as votações das quais nos números 72, 73 e 74 da Constituição Apostólica Universi Dominici gregis não terão êxito, ficou estabelecido que se dedique um dia de oração, reflexão e diálogo. Nas votações sucessivas, "terão voz passiva somente os dois nomes que na votação precedente obtiveram o maior número de votos, nem poderá retirar-se da disposição que para a eleição válida, mesmo nestes votos, é exigida a maioria qualificada de pelo menos dois terços dos votos dos cardeais do presentes e votantes. Nessas votações, os dois nomes que têm voz passiva não têm voz ativa".
"Realizada canonicamente a eleição, o último dos Cardeais diáconos chama na sala da eleição o secretário do Colégio Cardinalício, o mestre das Celebrações Litúrgicas Pontifícias e dois Mestres de Cerimônias; então o Cardeal Decano, ou o primeiro dos cardeais por ordem e idade, em nome de todo o Colégio dos eleitores pede o consenso do eleito com as seguintes palavras: Aceita a sua eleição canônica como Sumo Pontífice? E apenas recebido o consenso ele pergunta: Como gostaria de ser chamado? Então o Mestre das Celebrações Litúrgicas Pontifícias, atuando como tabelião e as tendo como testemunhas dois Mestres de Cerimônias, redige um documento sobre a aceitação do novo Papa e o nome tomado por ele".
 
CNBB, com Rádio Vaticano

CARDEAL ESCOCÊS RENUNCIA APÓS ACUSAÇÃO DE ATOS IMPRÓPRIOS

Keith O'Brien deixou o comando da Igreja na Escócia nesta segunda.
Ele anunciou que não irá a conclave que elegerá sucessor de Bento XVI.
Da Reuters



101 comentários

O chefe da Igreja Católica da Escócia, cardeal Keith O'Brien, pediu demissão nesta segunda-feira (25) como arcebispo de St. Andrews e Edimburgo após ser acusado de "atos impróprios" cometidos há 33 anos. Segundo o Vaticano, o Papa Bento XVI aceitou o pedido de demissão do cardeal por 'motivos de idade'.
O'Brien deveria participar do Conclave que elegerá o novo pontífice, após a renúncia de Bento XVI. Entretanto, o cardeal informou nesta segunda, junto com o anúncio de sua demisão, que não irá ao Vaticano para a eleição do novo chefe da Igreja Católica. Ele seria o único britânico a participar do Conclave. O'Brien disse que não quer ofuscar a atenção da mídia. "Eu não vou me juntar a eles (outros cardeais) para este conclave, não desejo a atenção da mídia em Roma. O centro das atenções deve ser o Papa Bento XVI e seu sucessor", disse ele em um comunicado.
A saída, paralela à de outro cardeal de baixa por doença, deixará um total de 115 cardeais à frente da eleição do novo pontífice dos 117 que tinham direito a voto.
Keith O'Brien nega acusações feitas por três padres e ex-religioso (Foto: Scott Campbell/AP)Keith O'Brien nega acusações feitas por três padres e ex-religioso (Foto: Scott Campbell/AP)
O cardeal O'Brien, 74 anos, nega as acusações feitas por três padres e um ex-religioso, que foram transmitidas a Roma uma semana antes da renúncia de Bento XVI, em 11 de fevereiro.
Os quatro demandantes, da diocese de St Andrews e Edimburgo, na Escócia, afirmaram ao núncio apostólico no Reino Unido, o arcebispo Antonio Mennini, que O'Brien cometeu "atos impróprios" há 33 anos, segundo o jornal britânico "The Observer".
Um dos padres afirma que foi vítima de atenção não desejada por parte do cardeal. Outro afirma que O'Brien aproveitava as orações noturnas para ter contatos impróprios.
Os demandantes, que pedem a renúncia do cardeal, temem que as acusações não sejam examinadas da maneira devida caso o cardeal seja autorizado a viajar a Roma para participar no conclave.
"A Igreja tem a tendência a acobertar e proteger o sistema a qualquer preço", afirmou um dos demandantes ao Observer.
As opiniões conservadoras sobre o homossexualismo de O'Brien, que deveria deixar o cargo em março, provocaram revolta da comunidade gay. Em 2012, foi designado "hipócrita do ano" pela associação de defesa dos gays e lésbicas Stonewall.
O cardeal O'Brien declarou recentemente que o casamento entre pessoas do mesmo sexo "seria prejudicial para o bem-estar físico, mental e espiritual dos contraentes". Ele também é contrário à adoção de crianças por casais gays.
Além de arcebispo em St Andrews e Edimburgo (Escócia) desde 1985, o cardeal britânico, nascido em Ballycastle (Irlanda do Norte), é presidente da Conferência de Bispos da Escócia.

Fonte: O Globo