sábado, 31 de janeiro de 2009

O TERÇO DOS HOMENS COMPLETA CINCO ANOS

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Domingos Filho, convidando para a cerimônia comemorativa dos cinco anos de fundação do Terço dos Homens-Mãe Rainha no Estado do ´Ceará. O movimento, para quem ainda não sabe, nasceu em Pernambuco, chegou ao Ceará e já está se interiorizando.
A comemoração da data, programada para às 19 horas, do dia 6 de fevereiro, no Plenário 13 de maio da Assembléia Legislativa, tem como propositor o deputado delegado Cavalcante, que faz parte do movimento.

REGIÃO METROPOLITANA TRÊS REALIZA ENCONTRO DE ANIMAÇÃO PARA A CF-2009

A Região Metropolitana Três está realizando desde as 15 indo até às 18 horas, no Centro de Formação Dom Aloísio, em Messejana, em Fortaleza, um encontro de animação para a Campanha da Fraternidade-2009 que tem como tema: “Fraternidade e segurança pública” e lema: “A paz é fruto da justiça!”. O encontro é assessorado pela equipe da Pastoral Carcerária Arquidiocesana. A formação da CF é destinada a todos os agentes de pastoral e pessoas interessadas

A PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO REALIZA ASSEMBLÉIA PAROQUIAL

A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do Carlito Pamplona, em Fortaleza, que faz parte da Região Metropolitana 2, realizará sua Assembléia Paroquial, amanhã, dia 1º.
Durante todo o mês de janeiro, as comunidades da Paróquia promoveram mini-assembléias em preparação à essa Assembléia anual Paroquial, que contará com a presença de representantes de cada pastoral.
A assembléia terá inicio logo após a Missa das 7 horas da manhã, com assessoria de Padre Miguel, Pároco da Paróquia do Carlito Pamplona; Cristiano, jovem que está fazendo estágio pastoral em vista do diaconato permanente e a equipe de formação.
Mais informações pelo telefone, 3236-6214 com Fátima.

CUSTÓDIO DA TERRA SANTA EXPLICA O VALOR DA MARATONA PELA PAZ

Realiza-se hoje, 31, a maratona de oração, de 24 horas, em mais de 400 cidades dos cinco continentes, para pedir a Deus o dom da paz na Terra Santa. Para a ocasião, o custódio da Terra Santa, Frei Pierbattista Pizzaballa, divulgou uma mensagem na qual explica o motivo e o valor dessa iniciativa.Na mensagem le-se: "A paz tem um preço, a paz exige a conversão, e a conversão nos leva a perdoar para sermos perdoados". "A paz exige obras de compaixão e de compreensão, de justiça e de misericórdia, exige a compartilha fraterna dos bens da terra, a participação comum às conquistas do intelecto humano, a solicitude gratuita aos mais fracos, o empenho constante e concreto na esperança e no diálogo. Ao final da mensagem Frei Pierbattista destaca o valor da oração pela paz. "Significa abrir-nos a receber a paz, dom de Deus aos homens amados pelo Senhor. Então, a nossa oração se fará grito que vai a Deus, e Deus, que vê a miséria do seu povo e ouve seu clamor, que conhece os nossos sofrimentos, descerá para nos libertar".

Da Redação da Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano

É HORA DE DAR VIDA A UMA NOVA CULTURA DA SOLIDARIEDADE, DIZ PAPA

O Papa Bento XVI recebeu em audiência neste sábado, 31, no Vaticano, os dirigentes da Confederação Italiana Sindical dos Trabalhadores, que há 60 anos dava os primeiros passos tomando parte ativa na fundação do sindicato livre internacional levando o contributo dos princípios da Doutrina Social da Igreja e a prática de um sindicalismo livre e autônomo de formações políticas e dos partidos.No discurso proferido neste sábado, o Santo Padre salientou que o grande desafio e oportunidade que a preocupante crise econômica do momento convida a saber colher é aquela de encontrar uma nova síntese entre bem comum e mercado, entre capital e trabalho. Bento XVI disse que "para superar a crise econômica e social que estamos vivendo, sabemos que é necessário um esforço livre e responsável da parte de todos; isto é, é necessário superar os interesses particulares e de setor, de maneira a enfrentar juntos e unidos as dificuldades que investem cada âmbito da sociedade, de maneira especial o mundo do trabalho. Nunca como hoje se adverte uma tal urgência; as dificuldades que abalam o mundo do trabalho levam a uma efetiva e mais serrada concentração entre os múltiplos e diferentes componentes da sociedade".O auspicio, destacou o Papa, é que da atual crise mundial, brote a vontade comum de dar vida a uma nova cultura da solidariedade e da participação responsável, condições indispensáveis para construir juntos o futuro do nosso planeta.

Rádio Vaticano

MORRE AOS 91 ANOS, DOM JOSÉ DE ALMEIDA, BISPO EMÉRITO DE GUAXUPÉ

Faleceu por volta das 18h desta sexta-feira, 30, o bispo emérito de Guaxupé (MG), dom José de Almeida Batista Pereira. Seu sepultamento ocorreu hoje, na catedral de Nova Friburgo (RJ), após a missa de exéquias às 15 horas.
« Ficamos muito tristes e, ao mesmo tempo, agradecidos pelo trabalho que dom José Almeida realizou em nossa diocese durante 12 anos », disse o bispo de Guaxupé, dom José Lanza Neto.
Natural de São Gonçalo (RJ), dom José de Almeida tinha 91 anos e era irmão do arcebispo de Brasília, dom José Newton de Almeida Baptista, falecido em 2001. Foi bispo auxiliar de Niterói (RJ) de 1954 a 1955; 1º bispo de Sete Lagoas (MG) de 1955 a 1964; bispo de Guaxupé de 1964 a 1976 quando se tornou emérito. Atualmente, residia e colaborava na diocese de Nova Friburgo. Deixou escritos os livros: O Homem, Desafio de Hoje e de Sempre; Catequese Bíblica do Rosário da Virgem; Introdução à Sociologia (pro manuscripto); História de São José do Ribeirão, RJ (inédito).

CNBB

MOVIMENTO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL REALIZA OFICINA NO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

A oficina "Como combater a corrupção eleitoral", realizada pelo Movimento de Combate à Corrpção Eleitoral (MCCE) nesta sexta-feira,30, na Universidade Federal do Pará (UFPA), reuniu cerca de 50 pessoas interessadas em conhecer as ações que o MCCE vem desenvolvendo. Na ocasião, foi lançada a campanha 2009 do Movimento: Corrupção Eleitoral e Saúde, que tratará do uso da Saúde como mercadoria para troca de votos. A nova ação foi apresentada pela diretora da Secretaria Executiva do Comitê Nacional do MCCE e representante da União dos Auditores do SUS (Unasus), Jovita José Rosa.
Segundo o representante da Associação Brasileira dos Magistrados, Procuradores e Promotores Eleitorais (Abramppe) no Comitê Nacional, Márlon Reis, depois da criação da Lei 9,840, que instituiu a compra de votos e o uso eleitoral da máquina administrativa como infrações eleitorais, o número de perda de mandatos cresceu bastante no país. Em 2007, pesquisa divulgada pelo MCCE revelou que 623 políticos já haviam perdido seus mandatos por essa mesma razão.A oficina tratou, também, da Campanha Ficha Limpa, ação iniciada em abril de 2008 e que já coletou mais de meio milhão de assinaturas contra a candidatura de políticos em débito com a Justiça. Márlon Reis informou que a campanha vem ganhando o apoio da sociedade. O juiz eleitoral também esclareceu alguns aspectos jurídicos que envolvem o tema, como a constitucionalidade do Projeto de Lei. De acordo com Márlon, o Direito Eleitoral é regido pelo princípio da precaução. "Não estamos julgando ninguém culpado. A Lei já determina o perfil de quem pode disputar eleições, analfabetos e esposas de prefeitos, por exemplo, não podem. Nós só estamos acrescentando um novo critério nesse perfil", destacou.
* Com informações da assessoria de comunicação do MCCE.
CNBB

MINISTRA LANÇA CAMPANHA DE ENFRENTAMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA TENDA DA IRMÃ DOROTHY


A ministra da Secretaria Nacional de Políticas Públicas para Mulheres, Nicéia Freire, lançou, na tarde desta sexta-feira, 30, a Campanha de Enfrentamento da violência contra mulheres do campo e da floresta. O ato aconteceu na Tenda Ir. Dorothy, organizada pelas Pastorais Sociais da CNBB, no Fórum Social Mundial, que termina amanhã, em Belém.“Esta Campanha visa duas coisas: primeiro, dizer às mulheres do campo e da floresta que elas não estão sozinhas. Segundo, dizer à sociedade que estas mulheres existem e são responsáveis por grande parte da riqueza produzida no país”, disse a ministra. Segundo Nicéia, a violência sofrida pelas mulheres do campo e da floresta tem características diferentes da violência sofrida pelas mulheres dos grandes centros urbanos. “A Campanha trabalha diretamente com os símbolos da mulher do campo e da floresta para enfrentar a violência”, explicou. A ministra destacou a importância do lançamento da campanha da Tenda da Ir. Dorothy, “uma mulher que lutou pela paz e pela justiça em toda a sua vida”. Ressaltou, também, a parceria com a CNBB nesta campanha. “Discutimos a possibilidade da CNBB emprestar sua capilaridade para sua campanha se difundir em todo o país”, esclareceu.


CNBB

POVOS DE VIDA COLETIVA SÃO OS QUE MAIS PRESERVA O MEIO AMBIENTE, AFIRMA ANTROPÓLOGO


O antropólogo e professor na Universidade Federal da Amazônia, Alfredo Wagner, afirmou que os povos de forma de vida coletiva como os indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco, ribeirinhos, peconheiros, piaçabeiros, ciganos são os que mais preservam o meio ambiente. “As empresas mineradoras são as que mais estragam o meio ambiente”, disse Wagner.O antropólogo participou ontem do painel “Territorialidade e Populações tradicionais no Brasil”, promovido pela Tenda Ir. Dorothy, no Fórum Social Mundial. O painel foi organizado pelo Conselho Indigenista Missionário (CIMI) e pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).Wagner é responsável pela pesquisa de mapeamento social das novas identidades coletivas que está sendo feita pela UFAM. De acordo com o professor, a pesquisa procura saber como esses povos vivem e como fazem para defender seus direitos, sua etnia e seu território. A procuradora da república, Débora Duprat, mostrou a diferença entre terra e território. “Território é espaço de acolhimento, terra, de beligerência”, disse. Segundo afirmou, o território está fora do conceito político, econômico e jurídico. “Está fora do conceito político porque, em questão de direitos humanos, a maioria não pode decidir pela minoria”, explicou. “Está fora também do conceito econômico porque as terras não podem ser alienadas e do jurídico porque o direito fundamental não pode ser restringido por nenhuma lei”, completou.Duprat mostrou-se preocupada com a ação do judiciário nestas questões. “O judiciário trata os territórios como se fossem terras privadas”, observou, apontando, como exemplo, as 18 condicionantes que o STF está colocando no julgamento da homologação das terras indígenas Raposa Serra do Sol.
IndígenasO líder indígena Dionito José Macuxi, de Roraima, explicou a importância da terra para os povos indígenas e protestou contra o julgamento da Terra Indígena Raposa Serra do Sol pelo Supremo Tribunal Federal. “A terra está sendo julgada no STF como se os índios fossem bandidos”, reclamou. Ele rebateu, também, os que contestam a demarcação das terras indígenas. “Com relógio ou sem relógio, eu sou índio, mas sem a terra, deixo de ser índio”, destacou.Dionito ressaltou a presença e o apoio da Igreja Católica à causa dos indígenas. “Somente a Igreja Católica ajudou o índio a reconhecer sua cultura e não arredou o pé um só minuto”, disse.O presidente do CIMI, dom Erwin Krautler, também defendeu o direito à terra dos indígenas. “Os índios têm direito às suas terras ancestrais. Isso está garantido na Constituição Federal, no artigo 231”, disse dom Erwin.O bispo condenou as “falácias” que são divulgadas em relação às terras indígenas. “Muitos dizem: ‘é muita terra para pouco índio’. Isso é uma falácia. Para eles, a terra é mãe, e não se parte a mãe ao meio”. Outra falácia, segundo dom Erwin, é a afirmação de que a demarcação das terras indígenas coloca em risco a soberania nacional. “Isso é uma mentira. As terras indígenas nunca deixaram de ser brasileiras”. Quilombolas Do Maranhão vieram as experiências dos Quilombolas e das Quebradeiras de Coco. A ex-vereadora Eunice contou sua luta pelo reconhecimento do território Quilombola onde mora. Por causa de sua militância, sofreu ameaças, mas afirma que não tem medo. “Quem tem consciência, não tem medo”, diz com convicção. Com muita consciência política, é contra o agronegócio. “Esses projetos de agronegócio não trazem vida para ninguém”.Quebradeiras de CocoMaria Alaídes é líder das Quebradeiras de Coco Babaçu no interior do Maranhão. Ela explicou a organização e a resistência das mulheres na preservação de seu trabalho por causa do latifúndio na região. “Tivemos que enfrentar a polícia para preservar o babaçual. Houve muito sangue derramado”, recorda.Sua militância a levou ao engajamento político e foi vereadora em seu município durante dois mandatos. Na Câmara Municipal, conseguiu a aprovação da Lei Babaçu Livre que considera a atividade das Quebradeiras de Coco como extrativista. Já Maria de Jesus, ou simplesmente Dijé, como faz questão de ser chamada, arrancou aplausos da assembléia ao falar de sua participação na organização das Quebradeiras de Coco. “Estou com 58 anos e pensava: ‘quando minha filha caçula tiver 15 anos, já não precisarei mais lutar por esta causa’. Mas vi que agora é que minha luta começou”, disse entusiasmada. “Nós (Quebradeiras de Coco) temos três identidades: somos mulher, somos negras, mas precisamos descontruir o conceito de negritude imposto pela escola, e temos uma profissão: somos quebradeiras de coco”, afirmou orgulhosa.Sobre a dificuldade de conseguir e manter as terras de babaçu, Dijé não vacila. “Precisamos de terra para viver, ninguém vive no ar”. Os enfrentamentos pela conquista deste direito também foi ressaltado por Dijé. “Antes, eles mandavam a polícia porque era a ditadura, agora é porque vivemos numa falsa democracia”, disse sob os aplausos entusiasmados da assembléia.


CNBB

NÚNCIO REVELA EXPECTATIVAS PARA A VISITA DE BENTO XVI À ANGOLA

A visita do Papa Bento XVI à Angola, em Março, poderá desbloquear a situação da Rádio Ecclesia, cujas emissões estão limitadas à cidade de Luanda, acredita o Núncio Apostólico naquele país.Leia mais.: Delegação do vaticano em Angola prepara viagem do Papa.: Veja o programa da viagem do Papa à AfricaDom Angelo Beccio manifesta, em entrevista à Renascença, esperança de que Bento XVI consiga que o Governo angolano autorize a emissora católica de Angola a emitir para todo o país.O Núncio diz que há sinais concretos neste sentido e espera que a visita do Papa seja mais um fator de paz e de reconciliação nacional.Dom Angelo Beccio fala também das expectativas em relação à primeira visita do Papa Bento XVI a Angola, de 20 a 23 de Março. "Os angolanos vão preparar-se para encarar a visita do Papa como um grande momento de confirmação da Fé e vêem este gesto do Santo Padre como a maneira de honrar esta nação, que recebeu o Evangelho e o primeiro batismo há 500 anos", afirma.Dom Angelo Beccio espera que a deslocação de Bento XVI também ajude a promover os direitos e o papel da mulher na sociedade.

Da Redação da Canção Nova Notícias, com Ecclesia

DOM CLÁUDIO HUMMES CHEGA HOJE PARA RECEBER HOMENAGEM, AMANHÃ, DA ARQUIDIOCESE DE FORTALEZA

Dom Cláudio Hummes, ex-arcebispo de Fortaleza, hoje ocupando a função de Prefeito da Congregação para o Clero, desembarca esta noite no Aeroporto Internacional Pinto Martins, para ser homenageado amanhã, com uma missa, às 18h30, na Catedral de nossa cidade.
A Arquidiocese de Fortaleza lhe prestará homenagem pelos seus 50 anos de ordenação sacerdotal. Dom Cláudio Hummes nasceu em Montenegro, no Rio Grande do Sul, no dia 8 de agosto de 1934. Ordenou-se padre em Divinópolis, em 3 de agosto de 1958, na Ordem Franciscana dos Frades Menores.
Durante todo o domingo, Dom Cláudio receberá os sacerdotes da Arquidiocese de Fortaleza com quem almoçará na casa onde ele morou e hoje é residência de dom José Antonio A. Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza.
Dom Cláudio exerceu o ministério episcopal na Arquidiocese de Fortaleza no período de julho de 1996 a abril de 1998, quando foi transferido para a Arquidiocese de Fortaleza. Hoje, está servindo no Vaticano, como Prefeito da Congregação para o Clero. Em Fortaleza, substituiu a dom Aloísio Lorscheider, falecido em 2007, como bispo emérito de Aparecida (SP).
Nos dois anos em que esteve à frente da Arquidiocese de Fortaleza, dom Cláudio demonstrou ser um homem de muitos princípios, de firmeza nas suas atitudes, ressaltou monsenhor Antonio Souto, que teve um contato direto com o ex-arcebispo de Fortaleza. Naquela época exercia o cargo de vigário geral. Hoje, aos 85 anos, está aposentado.

FESTA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS EM JUAZEIRO: ROMEIROS RECLAMAM DOS ALTOS PREÇOS

Ao contrário de antigamente, o romeiro da atualidade precisa ter dinheiro para conseguir visitar Juazeiro do Norte. No segundo dia da Romaria de Nossa Senhora das Candeias, neste município, os romeiros do Padre Cícero e da Mãe das Dores começam a chegar timidamente. Nos últimos dias a vinda se torna mais intensa. Mas os milhares de fiéis, que se fazem perceber nas ruas da cidade estão, em sua grande parte, nos ranchos, principalmente no Centro. E mais uma vez, a reclamação tem sido de que os romeiros estão sendo explorados e as péssimas condições de alguns desses locais.Essa realidade é traduzida pelos próprios visitantes da terra do “Padim”. Em sua maioria, compram pacotes de viagem em torno de R$ 200,00, para quem vem de Alagoas ou Sergipe, pelo menos. Os donos de ranchos são contatados previamente. O desconforto, a falta de cadeiras, as beliches desconfortáveis, muitas vezes até falta de água e higiene nos banheiros estão entre as reclamações de quem passa o ano inteiro juntando dinheiro para passar dias de retiro em Juazeiro do Norte.As péssimas condições são relatadas com freqüência pelos romeiros aos padres. O administrador da Matriz, padre Paulo Lemos, afirma que são constantes as reclamações a respeito das condições ruins de hospedagens oferecidas aos romeiros. No ano passado, ele lembra que, de tanto o bispo dom Fernando Panico ouvir, chamou a atenção dos rancheiros, para que não explorem os romeiros do Padre Cícero.

Diário do Nordeste

EVANGELHO DO DIA

Marcos 4,35-41
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.— 35Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a seus discípulos: "Vamos para a outra margem!" 36Eles despediram a multidão e levaram Jesus consigo, assim como estava na barca. Havia ainda outras barcas com ele. 37Começou a soprar uma ventania muito forte e as ondas se lançavam dentro da barca, de modo que a barca já começava a se encher. 38Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram: "Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?"39Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: "Silêncio! Cala-te!" O vento cessou e houve uma grande calmaria. 40Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?" 41Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: "Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?"
- Palavra da Salvação.

REFLEXÃO DO DIA

Mc 4, 35-41

Existem muitas coisas na nossa existência que nos deixam com medo, desde coisas simples, como o medo de insetos inofensivos, até coisas verdadeiramente terríveis, que podem em questão de segundos aniquilar a nossa vida, como é o caso de terremotos ou guerras nucleares. Além disso, temos os nossos fantasmas que criamos e que nos metem medo, como por exemplo o medo de escuro ou de almas do outro mundo. Mas existem pessoas que possuem também um medo muito grande do próprio Deus, e isso acontece porque não foram capazes de descobri-lo como amor e de buscarem um relacionamento amoroso com ele, fazendo do próprio Deus um fantasma a mais nas suas próprias vidas.

SANTO DO DIA - SÃO JOÃO BOSCO

Nasceu perto de Turim, na Itália, em 1815. Muito cedo conheceu o que significava a palavra sofrimento, pois perdeu o pai tendo apenas 2 anos. Sofreu incompreensões por causa de um irmão muito violento que teve. Dom Bosco quis ser sacerdote, mas sua mãe o alertava: “Se você quer ser padre para ser rico, eu não vou visitá-lo, porque nasci na pobreza e quero morrer nela”. Logo, Dom Bosco foi crescendo diante do testemunho de sua mãe Margarida, uma mulher de oração e discernimento. Ele teve que sair muito cedo de casa, mas aquele seu desejo de ser padre o acompanhou. Com 26 anos de idade, ele recebeu a graça da ordenação sacerdotal.Um homem carismático, Dom Bosco sofreu. Desde cedo, ele foi visitado por sonhos proféticos que só vieram a se realizar ao longo dos anos. Um homem sensível, de caridade com os jovens, se fez tudo para todos. Dom Bosco foi ao encontro da necessidade e da realidade daqueles jovens que não tinham onde viver, necessitavam de uma nova evangelização, de acolhimento. Um sacerdote corajoso, mas muito incompreendido. Foi chamado de louco por muitos devido à sua ousadia e à sua docilidade ao Divino Espírito Santo. Dom Bosco, criador dos oratórios. Catequeses e orientações profissionais foram surgindo para os jovens. Enfim, Dom Bosco era um homem voltado para o céu e, por isso, enraizado com o sofrimento humano, especialmente, dos jovens. Grande devoto da Santíssima Virgem Auxiliadora, foi um homem de trabalho e oração. Exemplo para os jovens, foi pai e mestre, como encontramos citado na liturgia de hoje. São João Bosco foi modelo, mas também soube observar tantos outros exemplos. Fundou a Congregação dos Salesianos dedicado à proteção de São Francisco de Sales, que foi o santo da mansidão. Isso que Dom Bosco foi também para aqueles jovens e para muitos, inclusive aqueles que não o compreendiam.Para a Canção Nova, a Igreja e para todos nós, é um grande intercessor, porque viveu a intimidade com Nosso Senhor.Homem orante, de um trabalho santificado, em tudo viveu a inspiração de Deus. Deixou uma grande família, um grande exemplo de como viver na graça, fiel a Nosso Senhor Jesus Cristo.Em 31 de janeiro de 1888, tendo se desgastado por amor a Deus e pela salvação das almas, ele partiu. Mas está conosco no seu testemunho e na sua intercessão.
São João Bosco, rogai por nós!

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

CELAM REALIZA ENCONTRO SOBRE JUSTIÇA E SOLIDARIEDADE

O Departamento de Justiça e Solidariedade do CELAM, Conselho Episcopal Latino-americano, realizará o seu encontro anual de 1º a 5 de fevereiro próximo, em Bogotá, na sede da Conferência Episcopal Colombiana. O objetivo da reunião é refletir sobre alguns temas da atualidade, como a política, a economia e a cultura, temas que estão incidindo fortemente neste momento histórico."À luz dessas reflexões", lê-se em uma nota, "queremos fazer um balanço dos progressos conseguidos até agora e planejar as estratégias de resposta aos desafios que se apresentam diante da Missão Continental nestas específicas áreas de serviço eclesial".Participará do encontro, entre outros, o arcebispo de Santa Cruz de la Sierra, cardeal Julio Terrazas, que é o presidente do Departamento de Justiça e Solidariedade do CELAM. Entre os temas mais relevantes no programa, está o da "justiça social segundo o apóstolo São Paulo", em concomitância com o Ano Paulino em andamento. Serão também discutidos os temas da "Crise econômica e o desenvolvimento social" e das migrações. Sobre esse último tema serão analisados os desafios e eventuais respostas.

Rádio Vaticano

JOSÉ ALENCAR ESTÁ CONSCIENTE E TEM QUADRO CLÍNICO ESTÁVEL

Boletim médico divulgado às 11h30 pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, informa que o vice-presidente da República, José Alencar, de 77 anos, tem recuperação lenta, porém considerada boa, e que seu estado clínico geral permanece estável. Alencar está consciente e, desde a última quarta-feira, 28, respira sem a ajuda de aparelhos.
O vice-presidente segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sírio-Libanês, devido à cirurgia de alta complexidade a que foi submetido no último domingo (25) para retirada de tumores na região do abdômen. O procedimento demorou 17 horas.
Alencar é assistidos pelos médicos Paulo Hoff, Roberto Kalil e Ademar Lopes.

Agência Brasil

PAULUS PROMOVE DEBATE E CURSO

A Paulus Livraria começa o ano com uma programação recheada de novidades:
Amanhã, dia 31,das 9 às 12 horas
Debate – Mídia versos ViolênciaObjetivo: Proporcionar o questionamento em torno da temática da violência, analisando suas várias facetas nos meios de comunicação.
Debatedores: Pe. Júlio (Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela FIC), Prof. Souto Paulino (graduado em Comunicação Social pela UFC, especialista em Marketing pela FGF, mestre em Sociologia do Desenvolvimento pela UFC, professor adjunto da UFC e presidente da Agência da Boa Notícia) e Dr. Roberto Monteiro (Secretário de Segurança Pública do Ceará).Moderador: Prof. Alexandre Gonçalves Frota (Historiador/UFC)Público: LivreLocal: Auditório da Livraria Paulus.
No dias 7 e 14 de fevereiro, das 8h30min às 12 horas
Curso: Liberte-se de uma Espiritualidade Intimista, que tem por objetivo: Despertar o desejo de Deus nas experiências mais profundas da existência humana, avaliando esta compreensão em cada momento de suas vidas.Docente: Ir. Emanoel Pereira (teólogo, assessor pastoral)Público: Religiosos e leigos em geral.Local: Auditório da Livraria Paulus. Mais informações pelo telefone (85) 3252 4201, na Paulus Livraria

Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

PAULINAS PRESTARÁ HOMENAGEM A DOM HELDER CÂMARA

A Paulinas Livraria estará realizando uma homenagem a Dom Helder Câmara, por ocasião dos cem anos de seu nascimento. Dom Hélder Câmara, nasceu no Ceará, no dia 7 de fevereiro de 1909 e faleceu na cidade de Recife, PE, no dia 28 de agosto de 1999. Foi arcebispo emérito de Olinda e Recife. Foi um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, grande defensor dos direitos humanos durante o regime militar brasileiro. Pregava uma igreja simples voltada para os pobres e a não-violência. Por sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Foi indicado quatro vezes para o Prêmio Nobel da Paz. Profeta cearense, teve uma vida de doação e compromisso com a causa dos mais necessitados.A homenagem será no dia 07 de fevereiro, das 9h ao meio dia, no auditório da Livraria Paulinas. Estarão presentes Dom José Luiz Salles, CSsR, bispo auxiliar de Fortaleza, Pe. Edilberto Cavalcante Reis e Pe. Marcilio Jerônimo Pereira. Informações pelo telefone (85) 3226 7544, com as Irmãs Paulinas.

LPARÓQUIA SANTO AFONSO, NA PARQUELÂNDIA, REALIZARÁ MISSA EM HOMENAGEM AO CENTENÁRIO DE DOM HELDER

O Centenário de Dom Helder Câmara é nosso olhar no tempo, o dia 7 de fevereiro de 1909, dia de seu nascimento, em Fortaleza (CE). Não tem como endereço o culto à personalidade, mas visa reverenciar a memória e, principalmente, render graças a Deus pela existência desse Pastor da Paz, porque nele o dom da vida se tornou um serviço ao povo de Deus. A comemoração do seu nascimento nos dá a oportunidade de identificá-lo como homem de Deus, servidor da Igreja, pastor de todos, irmão dos pobres, com o objetivo de fazer chegar às bases o conhecimento da pessoa de Dom Helder, o Pastor da Paz. Em 2009, a referência de todas as atividades comemorativas é 7 de fevereiro, dia do Centenário de Dom Helder, e a Paróquia de Santo Afonso, na Parquelândia, se reunirá em Celebração Eucarística em sua homenagem. A Celebração acontecerá às 19h, presidida pelo Padre Geovane Saraiva. A Igreja da Parquelândia fica na Av. Jovita Feitosa, nº 2733.Informações pelo telefone (85) 3223 8785, com Pe. Geovane Saraiva.

Fonte: Pascom da Arquidiocese de Fortaleza

PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO, NA BARRA DO CEARÁ, CAPACITA CATEQUISTAS

O padre Francisco Sales de Sousa programou para este fim de semana, na sua Paróquia, um dia de capacitação de pessoal para as catequeses de Primeira Comunhão e crisma, durante todo o sábado, dia 31. Começa às 8 horas e vai até às 17 horas.
O pároco aproveita também para preparar os seus paroquianos, especialmente, os membros das pastorais, para a Campanha da Fraternidade 2009, que será lançada na quarta-feira de Cinzas pelo arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio A. Tosi Marques. A CF-2009 terá como tema Fraternidade e Segurança Pública.

UNIDADE DOS CRISTÃOS É AINDA MAIS URGENTE NO MUNDO ATUAL, DIZ PAPA

O Papa Bento XVI recebeu em audiência esta manhã, 30, na Sala do Consistório, no Vaticano, os participantes da reunião da Comissão mista internacional para o Diálogo teológico entre a Igreja Católica e as Igrejas Ortodoxas.Trata-se de um grupo de sete Igrejas locais que se separaram da Igreja no ano 451, não aceitando algumas formulações do Concílio de Calcedônia. Em seu discurso, o Santo Padre disse que a unidade dos cristãos é hoje, ainda mais urgente num mundo marcado por divisões e conflitos.O Papa reiterou também a necessidade de que sejam lançadas sementes de esperança no Oriente Médio."O mundo precisa de um sinal visível do mistério de unidade", ressaltou o Santo Padre, que louvou o compromisso das Igrejas Ortodoxas em favor do diálogo com a Igreja Católica. Um diálogo necessário para superar as divisões do passado e reforçar "a unidade testemunhada pelos cristãos diante dos enormes desafios que os fiéis devem hoje afrontar", destacou.Bento XVI reiterou que é um dever dos fiéis trabalhar pela manifestação da dimensão da comunhão da Igreja:Basta pensar no Oriente Médio, do qual muitos de vocês são provenientes, para ver que temos urgente necessidade de sementes autênticas de esperança, num mundo ferido pela tragédia das divisões, dos conflitos e do imenso sofrimento humano", constatou.Em seguida, o Santo Padre definiu como um "sinal de esperança e encorajamento" o fato de o diálogo entre a Igreja Católica e as Igrejas Ortodoxas ter prosseguido ao longo dos anos, dando passos importantes.A Semana de oração pela unidade dos cristãos concluiu-se no último domingo com uma cerimônia na basílica dedicada ao grande Apóstolo Paulo", disse o Papa, acrescentando que justamente Paulo "foi o primeiro defensor e teólogo da unidade da Igreja". Os seus esforços, o seu compromisso, concluiu, "eram inspirados por uma duradoura inspiração a manter uma visível" e "real comunhão entre os discípulos do Senhor".

Rádio Vaticano

COMEÇAM AMANHÃ FESTIVIDADES DE 150 ANOS DE FUNDAÇÃO DOS SALESIANOS

Começam amanhã festividades de 150 anos de fundação dos salesianos
Da Redação, com Rádio Vaticano
As celebrações dos 150 anos da fundação da Congregação Salesiana começam amanhã, 31, dia em que se comemora a festa litúrgica de seu fundador, Dom Bosco.Nascida oficialmente no dia 18 de Dezembro de 1859, em Turim, a Congregação Salesiana está presente, atualmente, em 129 nações, com 16.092 salesianos (10.669 sacerdotes, 2.025 coadjutores ou salesianos irmãos, 2.765 seminaristas, 515 noviços, 118 bispos, dos quais 5 cardeais).O Reitor-Mor dos Salesianos, Padre Pascual Chávez Villanueva, na carta de promulgação dos 150 anos, dirigida a todos os Salesianos do mundo, definiu 2009 como "um ano de graça" que deve ajudar os filhos de Dom Bosco a recordar as suas próprias origens e as metas que eles são chamados a alcançar.O aniversário relembra a reunião feita no dia 18 de Dezembro de 1859 nos aposentos de Dom João Bosco, no Oratório de São Francisco de Sales, em Valdocco. Ali dezoito jovens, segundo a histórica Ata, decidiram "erigir-se em Sociedade ou Congregação que, tendo em mira o mútuo auxílio para a própria santificação, se propusesse promover a glória de Deus e a salvação das almas, especialmente das mais necessitadas de instrução e de educação".ProgramaçãoO ano de celebrações começa oficialmente, neste sábado, com a Missa presidida pelo Reitor-Mor, Padre Chávez, na Basílica de Maria Auxiliadora, em Valdocco, Turim.São várias as iniciativas e os eventos programados nas 93 Províncias religiosas ou Inspetorias da Congregação.No decurso da celebração, Padre Chávez, o nono sucessor de Dom Bosco deixará a tradicional mensagem aos jovens do Movimento Juvenil Salesiano presente em todo o mundo. Na mesma data espera-se a publicação do "Projeto Europa", da Congregação Salesiana, a qual, em resposta aos novos desafios que o Velho Continente lança à Vida Religiosa, à educação e à formação dos jovens, se empenha por relançar a própria presença na Europa.O evento relevante será a Peregrinação da Urna contendo uma Relíquia "insígne" de Dom Bosco, que percorrerá as diferentes nações em que estão os Salesianos. O longo itinerário terá início no mês de julho deste ano no Chile e terminará no ano de 2015, ano em que se celebrará o Bicentenário de nascimento de Dom Bosco.Leia mais.: A Canção Nova é admitida na Família Salesiana

Da Redação da Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano

NOTA DA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE PELO FALECIMENTO DE JOSÉ TAVARES DE BARROS

"Eu sou a ressurreição e a vida.Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá" (Jo 11,25).
A Arquidiocese de Belo Horizonte, através do arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, manifesta o seu pesar pelo falecimento do professor José Tavares de Barros, ocorrido na quarta-feira, 28 de janeiro, em Belo Horizonte. Membro da equipe de Reflexão do Setor de Comunicação Social da CNBB, dedicou grande parte de sua vida à Comunicação e Cultura para o Anúncio do Evangelho. Foi colunista durante 15 anos da página de cinema e membro do Conselho Editorial do semanário católico da Rede Catedral, o Jornal de Opinião, pertencente à Arquidiocese de Belo Horizonte. Também esteve à frente do programa "Sala de Cinema", da TV Horizonte.
Ao professor José Tavares de Barros registramos nosso agradecimento, pela dedicação à comunicação católica e à Arquidiocese de Belo Horizonte, uma presença constante, com grandes e marcantes contribuições.
Belo Horizonte, 29 de janeiro de 2008.

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL: CONSELHO APROVEITA O FÓRUM PARA DIVULGAR O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE


O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Pará aproveita o Fórum Social Mundial para tornar mais conhecido o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Com a tenda Curumim Erê, montada na Universidade Federal do Pará (UFPA), o Conselho abriu espaço para uma série de apresentações com o objetivo de popularizar o ECA.
“Nosso objetivo é popularizar o Estatuto a partir de demonstração de ações concretas para garantia dos direitos da criança e do adolescente”, explica a presidente do Conselho, Maria Nazaré de Oliveira. “Estamos, assim, construindo estratégias de enfrentamento à discriminação que existe em relação ao ECA”.
Segundo a presidente há muito desconhecimento em relação ao Estatuto e isso dificulta a garantia dos direitos da criança e do adolescente no estado do Pará. “Há um desconhecimento sobre o que o ECA preconiza, especialmente, em relação ao adolescente autor de ato infracional”, disse. Para Maria Nazaré, as políticas públicas no Pará, em relação à criança e ao adolescente, deveriam ser mais articuladas.
A Igreja também participa da tenda Curumin Erê. Um grupo de crianças coordenado pela catequiesta Maria de Belém Miranda Cardoso fez uma apresentação ontem, na tenda. “Este é o grupo da Associação Sociocultural do meio ambiente de Marambaia (Ascuma), um bairro aqui de Belém, que tem o apoio da Cáritas e CNBB Regional Norte 2”, explica a catequista. “Apresentamos uma oficina de adereços construídos pelas próprias crianças”, conta. Crianças de outras paróquias também tiveram oportunidade de se apresentar na tenda que ficou lotada para acompanhar a arte das crianças.
Violência
A presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente afirmou que o órgão tem acompanhado as denúncias feitas pelo bispo de Marajó (PA), dom Luís Azcona, sobre a violência sexual contra crianças e adolescentes na região. “Tudo isso é verdade e temos denunciado na imprensa”. A falta de estrutura dos Conselhos Tutelares, no entanto, tornam o trabalho dos conselheiros mais difícil. “A vítima vai ao Conselho Tutelar que não é equipado, não tem juiz nem promotor na cidade e a vítima fica fora da rede de proteção”, esclarece. Ela cobrou do estado um plano de enfrentamento da violência e treinamento dos conselheiros tutelares. “Há dois anos o estado não promove curso de capacitação dos conselheiros tutelares”, reclamou.


CNBB

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL: COMISSÕES JUSTIÇA E PAZ CRIAM REDE INTERNACIONAL


Representantes do Brasil, Peru, Itália, Canadá, México, Colômbia, Espanha, Guiana Francesa, Canadá ligados a Comissões de Justiça e Paz em seus países se reuniram nesta quinta-feira, 29, na Universidade Federal do Pará durante o Fórum Social Mundial, e tomaram a decisão de criar a Rede Internacional Ecumênica de Justiça e Paz. A idéia já havia sido levantada no último Fórum em Nairobi.
Segundo Francisco Whitaker, da Comissão Brasileira Justiça e Paz e um dos autores da idéia, a Rede será um espaço para compartilhar as experiências das Comissões de outros países e também para denunciar casos de violação de direitos humanos.
“A rede deve ser um vínculo permanente de informação sobre corrupção eleitoral, dar repercussão internacional aos casos de abuso de direitos humanos”, explicou Whitaker.
O bispo da Ilha de Marajó, dom Luís Azcona, apoiou a idéia e disse que é necessário dar repercussão internacional às denúncias que tem feito de exploração sexual de crianças e adolescentes no Pará. “Os jornalistas brasileiros não têm força suficiente para denunciar. Sendo um eco internacional é possível pressionar”, observou.


CNBB

PADRE JOSENIR NO AEROPORTO RECEPCIONANDO A CANTORA ADRIANA, DA CANÇÃO NOVA


O padre Josenir, da Paróquia de São Gonçalo do Amarante, chegou cedo esta tarde ao Aeroporto Internacional Piinto Martins para recepcionar a cantora católica Adriana, que chegou de São Paulo para fazer show esta noite naquela cidade, distante 59 quilômetros de Fotaleza.
A cantora desembarcou e, imediatamente, foi levada para um tour pela cidade e da Beira Mar seguiu viagem para São Gonçalo, onde os organizadores do “Show Amigos” esperam contar com a presença de mais de três mil pessoas, não só do como das cidades vizinhas, como Pentecoste, Caucaia, Paracuru entre outras.
Farão parte do show, que acontecerá no Ginásio ABC, a irmã Kelley Patrícia, que tem inúmeros CDs e a banda Filhos de Davi.

SHOW AMIGOS HOJE EM SÃO GONÇALO DO AMARANTE

A irmã Kelly Patrícia, da Comunidade Resed (Misericórdia), Adriana, da Canção Nova e a banda Filhos de Davi fazem, hoje, dia 30, no ginásio ABC, em São Gonçalo do Amarante, distante 59 quilômetros de Fortaleza, um show em prol das obras sociais da Paróquia e para a reforma da Igreja Matriz, informou o padre Josenir Santana, que vem fazendo um belíssimo trabalho naquela Paróquia.O padre Josenir aproveita a oportunidade para convidar a todos os são-gonçalinos, especialmente, os que estão de férias, a prestigiarem o show “para melhorarmos as obras sociais do município de São Gonçalo” comentou o pároco.O show, denominado de “Amigos”, está com seu início programado para às 19 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 8710.6073

MARAPONGA: MISSA E FESTA MARCAM A CONSTRUÇÃO DA IGREJA DE SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA

Os católicos da Maraponga, em Fortaleza, comemoram, hoje à noite, o início das obras de construção da nova Igreja de Santo Antônio de Pádua. A festa começará a partir das 19h30, no local onde será erigida a igreja (rua Noruega, S?N, no antigo Campo do Ipiranga). Além do lançamento da pedra fundamental, haverá missa e atividades para arrecar fundos.

EVANGELHO DO DIA

Marcos 4,26-34

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.— Naquele tempo, 26Jesus disse à multidão: "O Reino de Deus é como quando alguém espalha a semente na terra. 27Ele vai dormir e acorda, noite e dia, e a semente vai germinando e crescendo, mas ele não sabe como isso acontece. 28A terra, por si mesma, produz o fruto: primeiro aparecem as folhas, depois vem a espiga e, por fim, os grãos que enchem a espiga. 29Quando as espigas estão maduras, o homem mete logo a foice, porque o tempo da colheita chegou". 30E Jesus continuou: "Com que mais poderemos comparar o Reino de Deus? Que parábola usaremos para representá-lo? 31O Reino de Deus é como um grão de mostarda que, ao ser semeado na terra, é a menor de todas as sementes da terra. 32Quando é semeado, cresce e se torna maior do que todas as hortaliças, e estende ramos tão grandes, que os pássaros do céu podem abrigar-se à sua sombra'. 33Jesus anunciava a Palavra usando muitas parábolas como estas, conforme eles podiam compreender. 34E só lhes falava por meio de parábolas, mas, quando estava sozinho com os discípulos, explicava tudo. - Palavra da Salvação.

REFLEXÃO DO DIA

Mc 4, 26-34

Muitas vezes tentamos explicar a realidade do Reino de Deus de uma forma muito complicada, repleta de elaborações doutrinais e de palavras com significados bem específicos que exigem dicionários e conhecimentos específicos em várias ciências para a sua compreensão. Jesus não age assim. Ele procura revelar as verdades do Reino de forma muito simples, compreensível para todas as pessoas, para que os simples e humildes possam acolher a proposta divina e dar a sua adesão a esta proposta sem desanimar diante de dificuldades teóricas e científicas.

SANTO DO DIA - SANTA JACINTA MARESCOTTI

Em Roma, em 1585, nasceu Jacinta, dentro de uma família muito nobre, religiosa, com posses, mas que possuía, principalmente, a devoção, o amor acima de tudo. Seus pais faziam de tudo para que os filhos conhecessem Jesus e recebessem uma ótima educação.Jacinta Marescotti que, então, tinha como nome de batismo Clarisse, foi colocada num convento para a sua educação, numa escola franciscana, juntamente com as irmãs. Uma das irmãs dela já era religiosa franciscana.Crescendo na educação religiosa, com valores. No entanto, a boa formação sempre respeita a liberdade. Já moça e distante daqueles valores por opção, ela quis casar-se. Saiu da vida religiosa, começou a percorrer caminhos numa vida de pecados, entregue à vaidade, à formosura e aos prazeres. Enfim, ia se esvaziando. Até que outra irmã sua veio a se casar. Sua reação não foi de alegria ou de festa, pelo contrário, com inveja e revolta ela resolveu entrar novamente na vida religiosa. A consequência foi muito linda, porque ao entrar nesse segundo tempo, ela voltou como estava: vazia, empurrada por ela própria, pela revolta. Lá dentro, ela foi visitada por sofrimentos. Seu pai, que tanto ela amava e que lhe dava respaldo material, faleceu, foi assassinado. Ela pegou uma enfermidade que a levou à beira da morte. Naquele momento de dor, ela pôde rever a sua vida e perceber o quanto Deus a amava e o quanto ela não correspondia a esse amor. Arrependeu-se, quis confessar-se e o sacerdote foi muito firme, inspirado naquele momento a dizer: “Eu só entro para o sacramento da reconciliação se sair, do quarto dela, tudo aquilo que está marcado pelo luxo e pela vaidade”. Até as suas vestes eram de seda, diferente das outras irmãs. Ela aceitou, pois já estava num processo de conversão. Arrependeu-se, confessou-se e, dentro do convento, começou a converter-se.Jacinta Marescotti de tal forma empenhou-se na vida de oração, de pobreza, de castidade e vivência da regra que tornou-se, mais tarde, mestra de noviças e superiora do convento.Deus faz maravilhas na vida de quem se deixa converter pelo Seu amor.

Santa Jacinta Marescotti, rogai por nós!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

CRIADOS NOVOS POSTOS DE COLETA DA CAMPANHA FICHA LIMPA NO CEARÁ

Desde o último dia 9 de outubro o Comitê 9840 Ceará está promovendo ações para estimular a Campanha Ficha Limpa no estado. Para reforçar a iniciativa, foram criados novos postos de coleta em Fortaleza. Outra meta do Comitê é reunir representantes da Campanha no Estado e pensar ações conjuntas neste ano de 2009. São 14 postos de coleta criados em Fortaleza (CE). O Comitê Estadual 9840 montou essa estratégia como uma continuidade à 4ª Mobilização Nacional que aconteceu no último dia 9 de dezembro.
O trabalho do Comitê é mais uma ação de estímulo à Campanha, que já ultrapassou meio milhão de assinaturas coletadas no País e no exterior. Veja abaixo os postos que estão funcionando em Fortaleza.
1. CNBB – Nordeste I - Comissão Brasileira de Justiça e Paz- CE
Rua Felino Barroso, 405 - Fátima
Fone: 3252-4046 (pela manhã)
Horário: segunda a sexta-feira - 7 às 12 horas

2. Comunidade Católica Shalom
Rua Maria Tomásia - Aldeota
Fone: 3261-3600 - 3261-4444
Horário: – todos os dias – 7 às 21 horas

3. Rádio Dom Bosco
Rua Joaquim Torres, 185 - Joaquim Távora
Fone: 3254-1888 3254-8080
Horário: todos os dias – 8 às 18 horas

4. Igreja da Piedade
Rua Joaquim Torres, 185 - Joaquim Távora
Fone: 3254-8080

5. Comunidade Católica Obreiros da Tardinha – COT
Rua Pedro Pereira, 1506 – Centro
Fone 3214-1664 - 3283-8763
Horário: todos os dias – 8 às 21 horas

6. Comunidade Católica Recado
Rua Paula Rodrigues, 191 - Fátima
Fone: 3227-4587
Horário: todos os dias – 14 horas às 22 horas

7. Comunidade Católica Coração de Jesus
Rua Dr Júlio Maciel, 1296 – João XIII
Fone: 3290-7936 – 3290-3519
Horário: segunda a domingo – 8 às 21 horas

8. Comunidade Católica Nova Evangelização
Rua Francisco Holanda, 276 – Dionísio Torres
Fone: 3246-3051
Horário: segunda a sexta-feira – 8 às 18 horas

9. Comunidade Católica Anuncia-me
Rua Pe. Nóbrega, 461 – Serrinha
Fone: 3225-8494
Horário: terça a domingo

10. Comunidade Face de Cristo
Rua Edmilson Barros de Oliveira, 198 – Cocó
Fone: 3258-1188
Horário: segunda a sábado – 8 às 18 horas
domingo – 17 às 20 horas.
11. Cursilho de Cristandade
Rua Costa Araújo, 959 – Fátima
Fone: 3272-6590
Horário: segunda a domingo – 8 às 17 horas

12. Cáritas Arquidiocesana
Av. Dom Manuel, 339 – Centro
Fone: 3388-8701
Horário: segunda a sexta-feira – 8 às 16 horas

13. Pastorais Sociais
Av. Dom Manuel, 339 – Centro
Fone: 3388-8701
Horário: segunda a sexta-feira – 8 às 17 horas

14. Terço dos Homens Mãe Rainha – THMR
Rua Jaime Benévolo, 789 – Centro
Fone: 3231-1770
Horário: segunda a sexta-feira – 8 às 17 horas

Contato: Sandra (85) 3252-4046 (pela manhã) ou 8681-1888.

PAPA RECEBE BISPOS DA RUSSIA

Na manhã desta quinta-feira o Papa Bento XVI recebeu no Vaticano o grupo de Bispos da Conferência episcopal da Rússia em visita ad limina apostolorum.
O Santo Padre renovou-lhes a expressão da sua solicitude e proximidade espiritual com o encorajamento a prosseguirem unidos na atividade pastoral. Em seguida manifestou o seu apreço pelo empenho com o qual cuidam do relançamento da participação litúrgico - sacramental, da catequese, da formação sacerdotal e da preparação de um laicado maduro e responsável que seja fermento evangélico nas famílias e na sociedade civil.
Infelizmente, também na Rússia, como noutras partes do mundo, salientou depois o Papa, verifica-se a crise da família e a consequente diminuição demográfica, juntamente com outras problemáticas que afligem a sociedade contemporânea. Tais problemáticas preocupam também as Autoridades do Estado, com as quais é portanto oportuno continuar a colaborar para o bem de todos. E neste contesto a atenção dos bispos dirige-se justamente de maneira especial aos jovens aos quais a comunidade católica russa é chamada a transmitir inalterado o património de santidade e de fidelidade a Cristo, e os valores humanos e espirituais que estão na base de uma promoção humana e evangélica eficaz.
Bento XVI exortou depois os bispos da conferencia episcopal da Rússia a não se desencorajarem perante a modéstia dos resultados pastorais alcançados , mas a alimentarem, neles e nos seus colaboradores um espírito de fé autentico conscientes de que Jesus Cristo não deixará de tornar fecundo, com a graça do Seu Espírito, o seu ministério para a glória do Pai, segundo tempos e modalidades que somente Ele conhece.
O Santo Padre convidou os Bispos a prosseguirem na promoção e cuidado das vocações sacerdotais e religiosas.
No seu discurso Bento XVI salientou depois o fato de eles viverem num contexto eclesial particular, isto é um país caracterizado na maioria da sua população por uma milenária tradição ortodoxa com um rico património religioso e cultural.
"É essencial ter em conta a necessidade de um renovado empenho no diálogo com os nossos irmãos e irmãs ortodoxos; sabemos que este diálogo, não obstante os progressos registados, conhece ainda algumas dificuldades. Nestes dias sinto-me próximo espiritualmente dos queridos irmãos e irmãs da Igreja Ortodoxa Russa que se alegram com a eleição do Metropolita Kirill como novo Patriarca de Moscovo e de todas as Rússia: a ele formulo os meus votos muito cordiais para a delicada tarefa eclesial que lhe foi confiada. Peço ao Senhor que nos confirme a todos no empenho de caminhar juntos na via da reconciliação e do amor fraterno.
A concluir o seu discurso aos bispos da Conferência Episcopal da Rússia , Bento XVI salientou a importância de os cristãos enfrentarem unidos os grandes desafios culturais e éticos do momento presente, concernentes a dignidade da pessoa humana e os seus direitos inalienáveis, a defesa da vida em todas as suas fases, a tutela da família e outras urgentes questões económicas e sociais.
Leia mais.: Vaticano se alegra com eleição de Kirill

Rádio Vaticano

SANTA SÉ APRESENTA INICIATIVAS PARA O ANO DA ASTRONOMIA

A Santa Sé apresentou hoje, 29, as iniciativas para assinalar o Ano da Astronomia, em 2009, por ocasião do Congresso internacional sobre Galileu Galilei, que decorrerá em Florença de 26 a 30 de Maio. Em nota oficial, a Santa Sé declara que este ano representa "uma importante ocasião de aprofundamento e diálogo, pelo que diversos organismos da Cúria Romana irão promover manifestações, iniciativas e projetos que têm como objeto a astronomia e a figura de Galileu".Segundo o comunicado, "os tempos estão maduros para uma nova consideração sobre a figura de Galileu e todo o seu caso, lembrando que já o Concílio Vaticano II tinha feito referência ao mesmo, defendendo a legítima autonomia da ciência, e que João Paulo II instituiu em 1981 uma Comissão para reexaminar a fundo "o Caso Galileu", que veio a reconhecer os erros do juízes.A Santa Sé assegura que "a Igreja vive este ano com a consciência de que já cumpriu, a este respeito, um longo caminho de reflexão", assegura a Santa Sé."Podemos olhar finalmente para a figura de Galileu e reconhecer o crente que tentou, no contexto do seu tempo, conciliar os resultados das suas investigações científicas com os conteúdos da fé cristã. Por isso, Galileu merece todo o nosso apreço e gratidão”, pode ler-se.Neste momento decorre um projeto de redação integral das cartas do processo de Galileu, a cargo do Arquivo Secreto do Vaticano, que deverá estar concluído antes do final deste ano. O arcebispo Gianfranco Ravasi, presidente do Conselho Pontifício da Cultura, disse por diversas vezes nos últimos meses que o processo da Inquisição contra Galileu foi concluído efetivamente com uma sentença de condenação, que nunca foi assinada pelo Papa e sobre a qual houve um grave desacordo entre os Cardeais.No 400.º aniversário das primeiras descobertas astronômicas, a Santa Sé lembra que "Galileu foi o primeiro homem que apontou um telescópio para o céu, experimentando uma sensação nova de maravilhamento. A Igreja deseja, por isso, honrar a figura de Galileu, genial inovador e filho da Igreja", assinala a nota oficial.O documento afirma que "existe um estreito vínculo entre a contemplação do céu estrelado e a religião”, dado que “em quase todas as culturas e civilizações, a observação do céu está impregnada de um sentido profundamente religioso"."Também a Bíblia conserva traços dessa sabedoria antiga, que sublinha a força criadora de Deus, desde as primeiras páginas do Génesis à adoração dos Magos, passando pela aventura pessoal de Abraão, que via nas estrelas do céu o penhor seguro da promessa divina", Conclui.

Da Redação da Canção Nova Noticias, com Santa Sé

PAPA PEDE MAIS PROFUNDIDADE EM PROCESSOSS DE NULIDADE MATRIMONIAL

"É necessário prestar atenção a multiplicação exagerada de declarações de nulidade matrimonial sob o pretexto de uma qualquer imaturidade ou fraqueza psíquica do cônjuge", afirmou o Papa Bento XVI, nesta quinta-feira, 29, durante a inauguração do ano judiciário do Tribunal da Rota Romana, na Sala Clementina no Vaticano.Segundo o Santo Padre, "o que está em jogo é a própria verdade sobre o matrimônio". O Papa chama a atenção dos agentes do direito sobre a exigência de tratar as causas com a devida profundidade que é pedida pelo ministério da verdade e da caridade que é próprio da Rota Romana. E recorda alguns princípios para discernir a validade do matrimônio sem confundir incapacidade e dificuldade."Uma verdadeira incapacidade", afirmou citando João Paulo II, "pode-se supor apenas na presença de uma forma seria de anomalia que - presente já no tempo no matrimônio – deve tocar substancialmente as capacidades de entender e de querer, e portanto a faculdade de escolher livremente o estado de vida. Anomalia que deve causar não só uma grave dificuldade, mas também a impossibilidade de enfrentar as tarefas inerentes as obrigações essenciais do matrimônio". Para o Papa é necessário redescobrir positivamente a capacidade que, a princípio, cada pessoa humana tem de casar-se em virtude da sua própria natureza de homem e de mulher."De fato, corremos o risco de cair num pessimismo antropológico que a luz da atual situação cultural, considera quase impossível casar-se. À parte, o fato de que tal situação não é uniforme nas várias regiões do mundo, não se podem confundir com a verdadeira incapacidade consensual". "As reais dificuldades em que se encontram muitos, especialmente os jovens, chegando a considerar que a união matrimonial é normalmente impensável e impraticável. Antes, a reafirmação da inapta capacidade humana ao matrimônio é precisamente o ponto de partida para ajudar os casais a descobrir a realidade natural do matrimônio e o relevo que tem no plano da salvação", salientou o Papa.Leia mais.: Pregador do Papa: cristãos devem redescobrir beleza do matrimônio.: Causas de nulidade de casamento.: Outras matérias sobre nulidade matrimonial

Rádio Vaticano

SOCIÓLOGO PEDRO RIBEIRO ESCREVE ARTIGO CRÍTICO SOBRE FÓRUM SOCIAL MUNDIAL E FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL

O sociólogo, Pedro de Oliveira Ribeiro, escreveu artigo crítico nesta quarta-feira, 28, quando teve início o Fórum Social Mundial (FSM) que acontece em Belém do Pará até o próximo domingo, 1º, e sobre o Fórum Econômico Mundial (WEF) de Davos , na Suiça. O texto, de pouco mais de uma lauda é propositivo no sentido de convidar os participantes do FSM para a urgente iniciativa de “avançar na abertura do diálogo”. Pedro Ribeiro acentua que as “forças populares” devem ser responsáveis por esta ação de diálogo com as “forças capitalistas”.
Em comparação com uma metáfora futebolística, o sociólogo afirma que, para evitar a crise tanto ecológica como econômica, é preciso “recuar o meio-de-campo para evitar a catástrofe”. E para que o método dê certo, “É preciso conversar”, título do artigo. O sociólogo cita também a contradição do que discute o FSM e os “global players” do capitalismo reunidos em Davos. “Ao perceberem que sua afirmação de que “não há alternativa ao mercado” já foi desmentida pela afirmação de “um outro mundo possível”, os detentores do capital procuram a todo custo esvaziar o debate, sublinha o artigo

RELIGIOSAS QUENIANAS SEQUESTRADAS EM NOVEMBRO PASSAM BEM, SEGUNDO AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

Passam bem as religiosas quenianas sequestradas em 9 de novembro de 2008, assegura a Agência Missionária de Notícias (Misna) ao analisar as negociações em andamento para a libertação de irmã Maria Teresa Olivero e irmã Caterina Giaraudo.
As missionárias são do movimento contemplativo “Charles de Foucauld”, de Cueno que encontram-se ainda na Somália, para onde foram levadas por um grupo de homens armados. As irmãs foram sequestradas na localidade de Elwak, no Quênia, na noite de 9 para 10 de novembro.
Para pedir a libertação das irmãs, na Itália foram recolhidas mais de 10 mil assinaturas através da internet.
cnbb

FALECE JOSÉ TAVARES DE BARROS, MEMBRO DA EQUIPE DE REFLEXÃO DO SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA CNBB

Faleceu nesta quarta-feira, 28, vítima de hemorragia cerebral, o membro da equipe de Reflexão do Setor de Comunicação Social da CNBB, o professor José Tavares de Barros, 73. Segundo carta redigida pelo presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura, Educação e Comunicação Social, da CNBB, e arcebispo de Belém (PA) dom Orani João Tempesta, Tavares estava internado no Hospital Life Center em Belo Horizonte (MG) desde o domingo, 25.
De acordo com dom Orani, José Tavares era especialista em cinema, e um dos “entusiastas do Prêmio Margarida de Prata para o Cinema”, além de ter trabalhado longos anos como júri dos Prêmios Margarida de Prata e ultimamente no Clara de Assis para Televisão. Dom Orani conclui em sua carta-comunicado agradecendo a João Tavares pelo trabalho prestado à CNBB e à sociedade brasileira no campo da arte: “A CNBB, através de nossa Comissão Episcopal agradece a Deus pela vida e serviços que o nosso irmão José Tavares de Barros prestou à sociedade como Igreja e homem de fé”. Até o momento não foram divulgados o horário e local do sepultamento.
BiografiaGraduado em Letras Clássicas e Filosofia, com mestrado em Filosofia e Doutorado em Literatura Comparada na Universidade Federal de Minas Gerais, José Tavares de Barros era professor emérito do departamento de Fotografia e Cinema, da Escola de Belas Artes desta universidade.
Fora do ambiente acadêmico, Tavares de Barros trabalhou como montador cinematográfico, tendo participação destacada em filmes de Helvécio Ratton, José Sette de Barros, Pedro Jorge de Castro, José Américo Ribeiro e Paulo Augusto Gomes.
Foi colunista durante 15 anos da página de cinema e membro do Conselho Editorial do Jornal de Opinião, semanário católico da Rede Catedral, pertencente à Arquidiocese de Belo Horizonte. Apresentou durante 4 anos o Programa “Sala de Cinema”, da TV Horizonte que também hoje integra a mesma rede de comunicação.
Foi presidente da Organização Católica Internacional de Cinema e do Audiovisual (OCIC) para a América Latina e ocupou a vice-presidência mundial da entidade. Dirigiu o Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro (1977/84), integrou o Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais e foi membro titular, representando o Ministério da Educação, no Conselho de Administração da Embrafilme.
CNBB

VATICANO PROMOVE ENCONTRO SOBRE GENÉTICA

Entre os dias 20 e 21 de fevereiro, o Vaticano será sede do Congresso Internacional da Genética, promovido pela Pontifícia Academia para a Vida. O tema do Congresso será "As novas fronteiras da genética e o risco da eugenética", ou seja, a capacidade de produzir uma boa descendência". A abertura dos trabalhos será feita pelo arcebispo Rino Fisichella, Presidente da Academia. A primeira sessão do encontro será dedicada "as novas fronteiras: história e definição do conceito de genética", a segunda tratará, do tema da "Dignidade da pessoa humana e eugenética", enquanto a terceira refletirá sobre "Genética e eugenética à luz da Teologia Moral". Os trabalhos se concluirão com a audiência do Papa Bento XVI. A Pontifícia Academia para a Vida explica em nota que, "os conhecimentos e a pesquisa médica no campo da genética são hoje de extrema importância para o progresso da medicina. A descoberta de fatores genéticos na insurgência de diversas patologias levou à percepção de que o desenvolvimento dos conhecimentos neste setor poderá fornecer uma maior capacidade não somente de controlar, mas também de debelar patologias para as quais ainda não se conhecem terapias eficazes. Todavia, como muitas vezes se verifica na história da humanidade, e da ciência em particular, as novas fronteiras do conhecimento apresentam também possibilidades aplicativas que se revelam contrárias ao verdadeiro bem do homem". "O desenvolvimento da genética moderna não se subtrai a este risco", continua a nota. E afirma que "os excessos da genética podem, de fato, levar à chamada eugenética, nas suas várias formas, a obter o ser humano perfeito, derrogando em alguns casos princípios éticos imprescindíveis como o respeito da vida humana e a não discriminação". "Desta visão nasce o objetivo do Congresso, ou seja, de pôr em evidência as atuais possibilidades de intervenção da medicina na luta a patologias de caráter genético, para depois analisar o desenvolvimento da eugenética seja do pronto de vista jurídico que antropológico. Serão também levadas em consideração as possíveis formas de eugenética para oferecer orientações e critérios éticos que, em linha com o ensinamento do Magistério da Igreja, sejam capazes de responder a tal desafio, conclui a nota da Pontifícia Academia para a Vida.

Da Redação Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano

BISPOS SE DESCULPAM SOBRE HOLOCAUSTO

O líder da sociedade católica conservadora São Pio X, Bernard Fellay, pediu perdão pelas afirmações de um dos seus bispos, Richard Williamson, que negou a ocorrência do Holocausto. Fellay, Williamson e outros dois bispos, que eram excomungados da igreja, foram reaceitos pelo papa Bento XVI.

MÉXICO CONSTRÓI O MONUMENTO DO PAPA JOÃO PAULO II

Uma estátua de 2,3 metros de altura do Papa João Paulo II foi construída em uma importante avenida da Cidade do México em comemoração aos 30 anos da primeira visita do Pontífice ao país.Na última segunda-feira, 26, o Núncio Apostólico no México, Christopher Pierre, e o governador do Distrito Federal, Marcelo Ebrard, inauguraram o monumento, localizado na avenida Insurgentes, ao sul da capital mexicana.Pierre e Ebrard também colocaram uma flores aos pés da estátua. Segundo o Núncio Apostólico, o monumento "demonstra a relação de respeito e amor" entre os mexicanos e João Paulo II.

Da Redação da Canção Nova Notícias, com Ansa

CNBB E CONIC REDIGEM CARTA NO ENCERRAMENTO DO FÓRUM ECUMÊNICO DAS ÁGUAS

O Regional Norte 2 (Pará e Amapá) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) redigiram Carta nesta segunda-feira, 26, em Belém (PA) no encerramento do Fórum Ecumênico das Águas. No texto, as entidades relatam a preocupação dos movimentos eclesiais em “defesa da água como direito fundamental da vida”.
A Carta cita também algumas propostas de ação conjunta que devem ser acatadas pelas pessoas, grupos e comunidades, entre elas: “Que sejam formadas Redes Ecumênicas das Águas, que os movimentos sociais se engajem na promoção do direito a água e ao saneamento para todos e que todas as comunidades cristãs e movimentos sociais populares registrem suas experiências e práticas em defesa da água e as encaminhem, através do CONIC e da CNBB, à Relatora Independe da ONU”.

CARTA DE BELÉM
“O Espírito do Senhor paira sobre as águas” (Gn 1,2)
Interpelados pelo Fórum Social Mundial que nos desafia à construção de “um outro mundo possível”, as Igrejas cristãs têm consciência de sua responsabilidade pela formação dos novos sujeitos eclesiais e sociais que contribuirão em sua edificação. Esta é a razão pela qual nos reunimos em Belém-PA, no Fórum Ecumênico das Águas, no dia 26 de janeiro de 2009. As entidades eclesiais e movimentos sociais comprometidos com a defesa da Água como direito fundamental da vida, quer compartilhar com todas as pessoas, grupos e comunidades nossas propostas de ação conjunta. Que haja um engajamento efetivo de todas as comunidades no conhecimento, divulgação e apoio à Declaração Ecumênica das Águas; Que sejam formadas Redes Ecumênicas das Águas em todas as comunidades com o objetivo de promover a educação de base e a defesa das águas; Que no âmbito internacional as Igrejas cristãs e os movimentos sociais se engajem na promoção do direito a água e ao saneamento para todos; Apoiamos a gestão participativa e solidária dos recursos hídricos transfronteiriços: Manifestamos nossa preocupação com as construções do complexo hidrilétrico no Rio Madeira, em Porto Velho-RO, por suas conseqüências para o meio ambiente e as populações ribeirinhas; Que seja articulada e efetivada a mudança na legislação brasileira no que se refere a água mineral para que esta deixe de ser tratada como minério sob tutela do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral) e passe a ser tratada como recurso hídrico especial.
Que todas as comunidades cristãs e movimentos sociais populares registrem suas experiências e práticas em defesa da água e as encaminhem, através do CONIC e da CNBB, à Relatora Independe da ONU para a Água, como forma de contribuírem na construção de uma convenção internacional do Direito Humano à Água; Congratulamo-nos com o povo boliviano que aprovou, na Parte 4, Título 2, Capítulo 5º de sua Constituição, a proteção da água como direito fundamental da vida; Convocamos todos os países do mundo a incorporarem também em suas legislações o direito à Água como direito universal e bem público.Solidários com toda a criação que geme aguardando sua redenção e a manifestação dos filhos de Deus, subscrevemos esta carta na esperança de que encontrará eco em todos os corações que amam a vida.Belém 26 de janeiro de 2009.
CONIC/CNBB

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL: SEMINÁRIO SOBRE MÁRTIRES É DESTAQUE NA TENDA IRMÃ DOROTHY


Desrespeito aos direitos humanos, violência e impunidade foram os temas que predominaram no seminário “A Igreja e seus mártires em defesa dos direitos humanos na Amazônia”, abrindo, hoje, a Tenda Ir. Dorothy, no Fórum Social Mundial. Organizada pelas Pastorais Sociais da CNBB, em conjunto com a Cáritas e Comissão Justiça e Paz, a tenda reuniu cerca de 400 pessoas que ouviram entusiasmadas os relatos sobre a violação dos direitos humanos e as ameaças que sofrem as lideranças que denunciam o crime no Pará.
Na abertura do evento, o presidente do Regional Norte 2 da CNBB, dom Jesus Maria Cizaure Berdones, da prelazia de Cametá, deu boas-vindas aos participantes e apresentou outros bispos presentes, entre eles, o ex-presidente da CNBB e atual presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, dom Jaime Chemelo, bispo de Pelotas (RS).
Violência e impunidadeSegundo o advogado e membro da Sociedade Paraense da Defesa dos Direitos Humanos, Marco Apolo, a terra está no centro dos conflitos na região, sendo cobiçada por dois motivos. “De um lado, os fazendeiros querem as terras para formar pastos e criar bois, por isso derrubam as florestas; de outro, os madeireiros, que querem a madeira para exportar”, disse. Além da terra, o advogado credita os conflitos no Pará também ao minério e à construção, pelo Governo, de hidrelétricas.
“A impunidade é o que mais alimenta a violência aqui no Pará”, disse Apolo ao lembrar que os mandantes do assassinato da Ir. Dorothy continuam soltos. A religiosa trabalha na organização dos trabalhadores sem terra e foi assassinada em fevereiro de 2005.As lideranças que defendem os direitos humanos, na opinião do advogado, passam por um processo de difamação, criminalização e vitimização desenvolvido pelos que se sentem incomodados com a atuação das lideranças que defendem os direitos dos trabalhadores. “Os defensores dos direitos humanos são demonizados pelos que são contrariados em seus interesses”, destacou.
Atuação da Igreja“A luta pela defesa dos direitos humanos é parte integrante da mensagem evangélica”. Com esta afirmação, padre Humberto Guidotti falou sobre o compromisso da Igreja com os direitos humanos. Depois de mostrar que nem sempre foi assim ao longo da história, padre Guidotti recordou alguns documentos em que a Igreja afirma seu compromisso com esta causa. Ele disse, no entanto, que falta passar esta afirmação teológica presente na Doutrina Social da Igreja para a cabeça das lideranças.
TestemunhosOutro momento forte da Tenda Ir. Dorothy foram os testemunhos dados por alguns dos ameaçados de morte no Pará. Os bispos dom Luis Azcona e dom Erwin Krautler, além da líder sindical Maria Joelma Dias da Costa dentre outros.
“Estou pensando na morte nem com angústia, nem com ansiedade, mas com paz”, disse dom Azcona ao explicar que sofre ameaças por ter denunciado a exploração sexual de crianças e adolescentes na Ilha de Marajó, onde é bispo.
Já a líder Maria Joelma, emocionada, falou como assumiu a luta de seu marido, o sindicalista José Dutra da Costa, o Dezinho, morto em 2000. “Minha filha de 11 anos foi chamar o pai para morre”, recordou ao contar que o pistoleiro apresentou-se a ela como um trabalhador que precisa da ajuda do Dezinho para resolver o problema de aposentadoria de sua avó. Quando Dezinho chegou, foi assassinado em frente a esposa e as filhas. “Ele chegou, entrou na minha casa, bebeu água antes de matar meu marido”, lembrou. “Hoje, também sou ameaçada por continuar a mesma luta do Dezinho e tenho que andar com dois policiais para me proteger”.
Dom Ewin denunciou o “consórcio de morte” que existe no Pará. Explicou que também ele tem proteção policial por estar ameaçado de morte e recordou o assassinato do Dezinho e do Dema. “Que o sangue deles não tenha sido derramado em vão”, disse.

CNBB

COMEÇA HOJE EM JUAZEIRO A FESTA DAS CANDEIAS

A expectativa é de que mais de 300 mil romeiros participem das comemorações até o dia 2 de fevereiroJuazeiro do Norte. Será aberta hoje, com solene missa a partir das 19 horas, a Romaria de Nossa Senhora das Candeias, neste município. A festa terá como tema este ano “Na Basílica de Juazeiro, com a Mãe das Candeias, apresentamos Jesus como a Luz da Vida”. A expectativa é de que cerca de 350 mil romeiros participem das comemorações até o dia 2 de fevereiro. O encerramento da romaria será marcado com uma procissão, a partir das 17 horas, saindo da Capela do Socorro. Todos os anos, a imagem da santa sai de um ponto diferente. Ano passado, a saída foi da Igreja de São Miguel.Até ontem, o fluxo de romeiros na cidade estava tranquilo. Segundo o secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro, José Carlos dos Santos, a vinda dos romeiros será intensificada mesmo no fim de semana. Nos últimos dois meses, têm sido intensa a passagem de visitantes pelo município. Locais como o Santuário do Sagrado Coração de Jesus sempre estão recebendo fiéis, principalmente pela manhã. Outros locais visitados são a Basílica e o Horto.Este ano, durante a Operação Romeiro, serão intensificados os serviços relacionados ao atendimento dos peregrinos. Conforme o secretário, a meta é poder oferecer um serviço de melhor qualidade no acolhimento. Para isso, estarão sendo disponibilizadas cinco equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), para prestarem atendimentos em cinco pontos, como a Basílica, Horto, Capela do Socorro e Franciscanos. A segurança também será fortalecida. Todas as equipes de trabalho estão com um maior número de profissionais, conforme o secretário. Este ano, com decreto assinado pelo prefeito, Manoel Santana, ficam proibidos, a partir de hoje, em torno da Basílica, Capela do Socorro e nos Franciscanos, o uso de equipamentos e carros de som e determinado o fechamento de bares e afins após a meia-noite. O decreto é válido até o próximo dia 2.
A programação religiosa da romaria se estende até a procissão. Todos os dias serão realizadas missas e rezados ofícios no Socorro e na Matriz, mutirões de confissões e reuniões com os romeiros no Círculo Operário São José, iniciando às 5 horas até às 20h30. o percurso da procissão este ano sai da Capela do Socorro e segue pela Rua Santa Luzia, São Pedro, Cruzeiro e Padre Cícero, com chegada na Basílica.
Origem da festa
A Romaria das Candeias é a festa das luzes. Teve origem no Oriente e se estendeu ao Ocidente nos séculos VI e VII. Trata-se da festa da apresentação do Menino Jesus, quando Maria e José, depois de 40 dias após o nascimento do Menino Deus, vão ao Templo cumprir a lei hebraica.Segundo padre Paulo Lemos, “Maria apresenta a Deus o filho Jesus, oferecendo-o. Ora, oferta é uma renúncia. Começa o mistério de seu sofrimento, que atingirá o cume ao pé da cruz. A cruz é a espada que transpassará a alma de Maria. N. Sra. das Candeias é quem oferece Jesus como a luz do mundo, para iluminar as trevas e garantir uma vida nova”.

Elizângela Santos/Diário do Nordeste

EVANGELHO DO DIA

Marcos 4,21-25

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.— Naquele tempo, Jesus disse à multidão: 21"Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de um caixote, ou debaixo da cama? Ao contrário, não a põe num candeeiro? 22Assim, tudo o que está escondido deverá tornar-se manifesto, e tudo o que está em segredo deverá ser descoberto. 23Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça". 24Jesus dizia ainda: "Pres­tai atenção no que ouvis: com a mesma medida com que medirdes, também vós sereis medidos; e vos será dado ainda mais. 25Ao que tem alguma coisa, será dado ainda mais; do que não tem, será tirado até mesmo o que ele tem". - Palavra da Salvação.

REFLEXÃO DODIA

Mc 4, 21-25

A nossa vida não pode ser como a dos fariseus, que aparentam ser uma coisa quando na verdade são outra. Somos chamados a ser filhos da luz e a viver como filhos da luz, testemunhando o amor e a presença de Deus para todas as pessoas. Os nossos pecados se opõem a esse chamado, dificultando o nosso testemunho e obscurecendo a presença de Deus. Mas Deus age com misericórdia para conosco, se procuramos nos reconhecer pecadores e buscamos a nossa conversão juntamente com a conversão dos nossos irmãos e irmãs. Mas se agimos como fariseus, demonstrando uma santidade que não temos e condenando os pecados das outras pessoas, Deus nos pagará com a mesma moeda.

SANTO DO DIA - SÃO PEDRO NOLASCO

No século XII, uma família francesa teve a graça de o pequeno Pedro Nolasco que, desde jovem já dava sinais de sensibilidade com o sofrimento alheio. Foi crescendo, formando-se, entrou em seus estudos humanísticos e, ao término deles, numa vida de oração, penitência e caridade ativa, São Pedro Nolasco sempre buscou viver aquilo que está na Palavra de Deus.Desde pequeno, um homem centrado no essencial, na pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo; um homem devoto da Santíssima Virgem. No período de São Pedro Nolasco, muitos cristãos eram presos, feitos escravos por povos não cristãos. Eles não só viviam uma outra religião – ou religião nenhuma –, como atrapalhavam os cristãos. São Pedro Nolasco, tendo terminado os estudos humanísticos e ficando órfão, herdou uma grande herança. Ao ir para a Espanha, deparou-se com aquele sofrimento moral e também físico de muitos cristãos que foram presos e feitos escravos. Então, deu toda a sua herança para o resgate de 300 deles. Mais do que um ato de caridade, ali já estava nascendo uma nova ordem; um carisma estava surgindo para corresponder àquela necessidade da Igreja e dos cristãos. Mais tarde, fez o voto de castidade, de pobreza e obediência; foi quando nasceu a ordem dedicada à Santíssima Virgem das Mercês para resgatar os escravos, ir ao encontro daqueles filhos de Deus que estavam sofrendo incompreensões e perseguições.Em 1256, ele partiu para a glória sabendo que ele, seus filhos espirituais e sua ordem – que foi abençoada pela Igreja e reconhecida pelo rei – já tinham resgatado muitos cristãos da escravidão. Peçamos a intercessão deste santo para que estejamos atentos à vontade de Deus e ao que Ele quer fazer através de nós.São Pedro Nolasco, rogai por nós!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

BISPOS DA GUATEMALA DENUNCIAM PROBLEMAS DE SEU PAÍS NO ENCERRAMENTO DA ASSEMBLÉIA DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL

No encerramento da Assembleia Plenária da Conferência Episcopal da Guatemala, os bispos afirmaram em documento: “A falta de respeito à vida é o problema mais grave que aflige a Guatemala”. Somente em 2008, lembram os prelados no documento, foram registrados mil homicídios. "Esta situação de violência gera alarme e angústia, pela existência seja de potentes cartéis do narcotráfico, seja de grupos de crime organizado que usam jovens como assassinos" − escrevem.
Os bispos denunciam ainda que o sistema “judicial não atua de maneira eficaz na Guatemala” e que as “recomendações da Comissão Internacional contra a impunidade ainda não foram levadas em consideração pela Guatemala”. Outro fator que precisa ser encarado pelo país, segundo o episcopado, é a pobreza humana que atinge a metade da população que, segundo eles “é um agravante da situação de violência no país”.
Em conclusão, os bispos anunciam uma série de eventos de importantes que a Guatemala vai sediar, entre eles, o Encontro Internacional “Migrações da Paz”, que será realizado de 29 a 30 de janeiro, organizado Comissão Episcopal da Mobilidade Humana e pelos missionários scalabrinianos.

CNBB

GAZA: O DRAMA CONTINUA

"Em Gaza está se voltando a viver, mas a normalidade é somente um sonho. Falta comida, eletricidade e a água". A afirmação é da diretora da Cáritas Jerusalém, Claudeth Habesch, sobre as reais situações da Faixa de Gaza depois do cessar-fogo.
Segundo a diretora, mesmo depois da trégua, a população continua sofrendo duramente com as consequências da Guerra. “As ajudas devem ser concordadas com o Programa Mundial de Alimentos e com a Organização Mundial da Saúde”, sublinha Habesch.
Hoje estava prevista a chegada de remédios distribuídos pela Cáritas em Gaza, mas houve atraso, segundo a diretora, porque Israel fechou os canais pelos quais passam as ajudas à população. "Nos hospitais existem muitas pessoas feridas pelas bombas de fósforo, nem todas as escolas reabriram. Não se pode falar de vida normal, especialmente nas regiões periféricas da Faixa, onde os soldados israelenses entraram e onde se contam os maiores prejuízos", conclui.

Informações: Rádio Vaticano

PUC-MINAS DISPONIBILIZA VAGAS EM CURSO DE TEOLOGIA PASTORAL

A partir do dia 17 de março, a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC - Minas) em parceria com o Instituto Superior de Pastoral (ISPAL) começará o curso de “Teologia Pastoral: desafios de evangelizar na pós-modernidade”. A formação visa ao estudo e à compreensão teológica da realidade pastoral, ensino, assessoria, pesquisa e publicações.
“O curso pretende despertar a sensibilidade, a consciência e as atitudes dos agentes para comunicarem a mensagem e a práxis cristãs de forma criativa, atualizada e significativa para os homens e mulheres da atualidade”, lembram os organizadores.
A formação é direcionada a presbíteros, religiosos, candidatos ao diaconato, agentes pastorais, catequistas, professores e coordenadores atuantes em áreas relacionadas com a evangelização, com o objetivo de aprimorar a competência dos agentes em busca de uma evangelização planejada como serviço, diálogo, anúncio e testemunho de comunhão.
ProgramaO curso é composto por quatro módulos de três matérias cada um. O primeiro tratará da Socioantropologia da Religião, Teologia e Psicologia da Fé e Teologia Pastoral. Os quatro módulos serão estudados entre 17 de março e novembro deste ano, com carga horária de 360 horas – aula. Informações pelo telefone gratuito 0800 283 3280.

CNBB

LÍDERES RELIGIOSOS PREOCUPADOS COM SITUAÇÃO DE JOVENS CHINESES

A educação dos jovens e a atual crise financeira mundial estão no centro das preocupações dos líderes de seis comunidades religiosas de Hong Kong, na China. Segundo os líderes, a crise econômica mundial está levando muitas pessoas ao suicídio em Hong Kong.Em mensagem enviada a organizações caritativas, os líderes cristãos afirmam que a falta de educação moral chega a ponto de rejeitar a autoridade dos pais. Os líderes sublinham ainda que tal comportamento é uma traição da cultura tradicional chinesa. Os chefes religiosos, tristes por esta situação, motivam as organizações do território a abrirem as portas e responderem a esta emergência.Os líderes religiosos concluem a mensagem assegurando suas orações pelo retorno da prosperidade e da paz.

Rádio Vaticano

"VATICANO SE ALEGRA PELA ELEIÇÃO DO NOVO PATRIARCA RUSSO"

Após a divulgação da notícia da eleição de Kirill como novo Patriarca da Igreja Ordoxa Russa, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé e porta voz do vaticano, Padre Federico Lombardi, disse que "o Vaticano se congratula pela eleição do novo patriarca, Kirill, e tem confiança no bom andamento das relações entre ortodoxos e católicos". "A Igreja católica,afirmou o porta voz, acompanhou com atenção e participou com orações deste momento importante da vida da Igreja Ortodoxa Russa. Fazemos nossos votos ao novo patriarca, a fim de que possa desempenhar do melhor modo possível o seu importantíssimo ministério".Padre Lombardi recordou que Kirill é uma pessoa bem conhecida e estimada no Vaticano, tendo cultivado por muito tempo as relações com as outras Igrejas. "Esperamos, concluiu o diretor da Sala de Imprensa, que possa realizar um serviço frutuoso e continuar a aprofundar o caminho de conhecimento recíproco e colaboração, para o bem da humanidade". Leia mais.: Santa Sé espera prosseguir diálogo ecumênico com Kirill

Da Redação da Canção Nova Notícias, com Rádio Vaticano

PAPA FALA SOBRE AS CARTAS DE SÃO PAULO E CONDENA HOLOCAUSTO

Em sua audiência de hoje, 28, o Papa Bento XVI continuou sua reflexão sobre o apóstolo Paulo, ilustrando a visão teológica das últimas cartas paulinas, chamadas Cartas pastorais, por dirigirem-se a Timóteo e Tito, dois Pastores da Igreja que foram estreitos colaboradores do Apóstolo. Nestas cartas, Paulo reafirma que a Escritura, inspirada por Deus, é útil para instruir, rumo à salvação, e que se há de guardar e seguir fielmente, como critério seguro, o depósito transmitido pelas gerações precedentes. Ao mesmo tempo, reafirma-se o enraizamento das comunidades cristãs nos pontos essenciais da fé, sinônimo da verdade, da qual a Igreja é coluna e a base.Elas são abertas ao universal, e rezam para que todos os homens alcancem o conhecimento da verdade. Nestas Cartas pastorais delineia-se o modo de ser da Igreja que estava nascendo. O Bispo aparece pela primeira vez com o triplo ministério: de bispo, de padre e de diácono. "A Igreja é como um lar familiar, o 'lar de Deus', no qual o bispo é o pai. Rezemos a São Paulo para que nós possamos ser sempre membros da 'família de Deus'". Condenação do Holocausto
Bento XVI reafirmou esta Quarta-feira, no Vaticano, a sua clara condenação do Holocausto, esclarecendo as polêmicas surgidas nos últimos dias por causa do levantamento das excomunhões a quatro Bispos lefebvrianos.Segundo o Papa, o Holocausto deve ser para todos "um alerta contra o esquecimento, a negação ou o reducionismo"."Nestes dias, em que recordamos a Shoah, vêm à minha memória as imagens das minhas repetidas viagens a Auschwitz, um dos lugares em que se consumou o massacre cruel de milhões de judeus, vítimas inocentes de um ódio cego, racial e religioso", disse na audiência geral desta manhã.O Papa quis "renovar com afeto a expressão da minha plena e indiscutível solidariedade com os nossos irmãos destinatários da primeira Aliança"."Desejo que a memória da Shoah leve a humanidade a refletir sobre o imprevisível poder do mal, quando conquista o coração do homem", alertou."A violência feita contra um só homem é violência feita contra todos", afirmou ainda, precisando que "a Shoah mostra em especial, às velhas e novas gerações, que só o caminho do diálogo e da escuta, do amor e do perdão, conduz povos, culturas e religiões do mundo à desejada fraternidade e paz na verdade"."Que nunca mais a violência humilhe a dignidade do homem", concluiu o Papa, numa intervenção marcada por uma longa salva de palmas dos presentes.

Da Redação da Canção Nova Notícias, com agências

BENTO XVI FAZ NOVAS NOMEAÇÕES PARA O BRASIL

Nesta quarta-feira, 28, o Papa Bento XVI anunciou a nomeação de três novos bispos para o Brasil. São eles: Dom Gil Antônio Moreira, atualmente bispo diocesano de Jundiaí (SP) que assume a arquidiocese de Juiz de Fora (MG), em substituição a Dom Eurico dos Santos Veloso, 75, que pediu renúncia e foi atendido, conforme o conforme o Cânon 401 § 1º, do Código de Direito Canônico. Frei Bernardo Johannes Bahlmann (OFM), que assume a prelazia de óbidos (PA) em substituição a Dom Martinho Lammers (OFM), que solicitou sua renúncia antes de completar os 75 anos, conforme o Cânon 401 § 2º; e Padre José Valmor César Teixeira (SDB) que substituirá Dom Francisco Batistela (CSSR) na diocese de Bom Jesus da Lapa (BA), conforme o Cânon 401 § 1º.
Juiz de Fora
O novo arcebispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, é natural Itapecerica (MG). Nascido em 9 de outubro de 1950, Dom Gil foi nomeado bispo em 14 de julho de 1999 e sua ordenação episcopal aconteceu no mesmo ano. Fez filosofia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis (MG), Teologia na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e se especializou em história eclesiástica, pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Dom Gil também estudou Letras pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Divinópolis, além de estudar Parapsicologia e o curso de formadores de Seminários maiores, em Viamão (RS).
Entre os anos de 1999 e 2004 ele foi bispo auxiliar de São Paulo (SP), responsável pelos Seminários arquidiocesanos de São Paulo; coordenador da equipe de formação dos diáconos permanentes de São Paulo, entre outros. Atuou como bispo de Jundiaí desde 2004.
Óbidos
O frade menor Bernardo Johannes Bahlmann é novo bispo de Óbidos (PA). Nascido em Visbek, diocese de Münster, na Alemanha, aos 10 de dezembro de 1960, ele chegou ao Brasil em agosto de 1983. No ano seguinte entrou no postulantado da Ordem dos Frades Menores em Guaratinguetá (SP). Seu noviciado aconteceu em Rodeio (SC) e sua profissão solene ocorreu no dia 4 de outubro de 1991, em Agudos (SP) e a ordenação diaconal no dia 7 de dezembro de 1995, em Petrópolis (RJ).
Concluiu seus estudos básicos em sua terra natal. Estudou em escola profissionalizante de Economia e Administração, em Wideshausen, Alemanha. Também se formou em Agronomia, em seu país, com estágio na mesma área nos Estados Unidos da América. Durante o ano de 1992 ele fez estágio de formação espiritual no Centro Mariápolis, em Vargem Grande Paulista (SP).
Os estudos filosóficos ocorreram em Campo Grande (PR) entre os anos de 1987 e 1989, no Instituto de Filosofia São Boaventura. A Teologia ele estudou em Petrópolis (RJ) no Instituto Teológico Franciscano de 1993 a 1996.
Frei Bernardo foi formador e professor de Espiritualidade Franciscana, História Geral e Inglês no Seminário Menor Santo Antônio, em Agudos, e visitador geral da Vice-Província franciscana São Benedito da Amazônia, Santarém (PA) de 2001 a 2002.
Entre outras atividades, o frade foi Presidente do Centro Educacional Terra Santa, em Petrópolis (RJ) e membro do Conselho Diretor do Serviço Franciscano de Solidariedade (Sefras) da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, em São Paulo. Atualmente ele desenvolve, na Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, as funções de coordenador do Programa Nacional "Franciscanos pela Eliminação da Hanseníase"; membro do Conselho Gestor Financeiro; coordenador do Departamento de Sustentabilidade e Projetos Sociais e assistente espiritual das Irmãs Franciscanas de Ingolstadt, região brasileira, São Paulo (SP).
Bom Jesus da Lapa
O catarinense Padre José Valmor César Teixeira, natural de Rio do Sul, foi nomeado bispo de Bom Jesus da Lapa (BA). Nascido em 1º de março de 1953, Padre José Valmor fez seus estudos fundamentais no Colégio Dom Bosco de sua cidade natal e o Ensino Médio no Colégio Salesiano São Paulo, em Ascurra (SC). Sua primeira profissão religiosa aconteceu em 31 de janeiro de 1971, professando perpetuamente na Congregação dos Salesianos de dom Bosco, em 31 de janeiro de 1977.
Estudou Filosofia e Estudos Sociais entre os anos de 1971 e 1973 na Faculdade Salesiana de Filosofia, Ciências e Letras de Lorena (SP) e Teologia de 1976 a 1979 no Studium Theologicum (PUC) de Curitiba (PR). Em Porto Alegre (RS) Padre Valmor se especializou em Educação Pela Pontifícia Universidade Católica de 1984 a 1985, e fez Mestrado em História da Igreja, de 1985 a 1987 na Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.
Em 1980, ele assumiu os estudos do Seminário Salesiano de Filosofia em Santa Rosa (RS). Foi ecônomo do Seminário e encarregado dos estudos e professor universitário de 1981 a 1984. Eleito conselheiro inspecional da Inspetoria Salesiana São Pio X no ano seguinte, no mês de setembro ele viajou a Roma para cursar História Eclesiástica na Pontifícia Universidade Gregoriana.
Na década de 1990, Padre José Valmor foi diretor do Instituto Salesiano de Assistêcia Social, em Curitiba (PR) e professor de História da Igreja na Faculdade de Teologia (Studium Theologicum, além de ser membro do Conselho Inspetorial. Eleito pelos irmãos, em 1996 ele participou do 24º capítulo geral da congregação dos salesianos de dom Bosco, em Roma. Em outubro de 2008 foi nomeado diretor da Casa Salesiana de Viamão (RS).

CNBB

CAMINHO DE ASSIS: ORDEM DE SERVIÇO SERÁ ASSINADA DIA 30

O governador do Estado, Cid Ferreira Gomes, o secretário de Turismo, Bismarck Maia, o pároco de Canindé, frei João Amilton dos Santos, e o prefeito Cláudio Pessoa assinam, no próximo dia 30, às 19 horas, em frente à Basílica de São Francisco das Chagas, a ordem de serviço para construção dos Caminhos de Assis, orçada em R$ 2 milhões. O projeto garante 136km de estrada ligando Maranguape, Caridade e Canindé.Os Caminhos de Assis é um roteiro turístico religioso destinado aos romeiros e peregrinos que anualmente se dirigem à Canindé, onde está localizado o maior santuário franciscano das Américas. Todo ano, a segunda maior romaria franciscana do mundo recebe cerca de 2,5 milhões de fiéis para reverenciar o santo da paz.Segundo o governador, o objetivo é transformar a rota da peregrinação a Canindé em um produto turístico completo. Ao longo do percurso será preparado um cenário religioso para que os devotos tenham uma boa acolhida e a segurança necessária para o prosseguimento tranquilo de sua viagem.A obra, que tem prazo de entrega previsto para o fim do mês de julho, prevê melhorias na estrada, na sinalização e a construção de paradouros para repouso diurno e pernoite (com banheiros, dormitórios, local para refeição e oratórios). Maia diz que a infra-estrutura de apoio aos peregrinos dará um novo impulso ao turismo religioso do Estado.Saindo de Maranguape até Canindé, o trajeto é pelas localidades de Tabatinga, Penedo, Papara, Amanari, Lagoa do Juvenal, Campos Belos e Caridade. O trajeto terá 15 estações religiosas, cada uma representando simbolicamente uma fase da vida de São Francisco.Para frei Amilton, o projeto aumentará o fluxo de turistas em Canindé e incrementará a economia local. “Estamos ansiosos para que os trabalhos sejam iniciados porque, a partir do momento que você melhora as condições para os romeiros, eles chegam em maior escala para reverenciar São Francisco. O projeto só irá fortalecer ainda mais a nossa romaria”. FIQUE POR DENTROConheça as estações religiosasEstação 1 - Maranguape: Nascimento de São Francisco em Assis; Estação 2 - Tabatinga e Gereraú: Conversão de São Francisco; Estação 3 - Jardim: A Cruz de São Damião; Estação 4 - Trapiá: Devoção a Nossa Senhora; Estação 5 - Massapé: São Francisco e os animais; Estação 6 - São João do Amanari: Cântico das criaturas; Estação 7 - Itapebussu: São Francisco e Santa Clara; Estação 8 - Lagoa do Juvenal: Visita ao Sultão; Estação 9 - Boqueirão: A Comemoração do Natal; Estação 10 - Campos Belos: Lobo de Gúbbio; Estação 11 - Caiçara, Fazenda Santa Fé: Os estigmas das Chagas de São Francisco; Estação 12 - Caridade: São Francisco e Santo Antônio; Estação 13 - Caridade: São Francisco e a Doença; Estação 14 - Canindé, Praça dos Romeiros: A Morte de São Francisco; Estação 15 - Basílica de São Francisco:A Canonização de São Francisco.

Diário do Nordeste

TUMOR DO CÉREBRO: MILAGRE DE IRMÃ DULCE TERIA OCORRIDO NO CEARÁ


Na foto, o empresário Mauro Feitosa, no programa Quarta Viva, da Canção Nova, dando o seu depoimento, na companhia dos dois filhos, sobre a cura do filho, que também é Mauro.



Empresário conta que filho foi salvo por um milagre concedido por intermédio de Irmã Dulce, há sete anosCom o reconhecimento de Irmã Dulce como venerável pelo Vaticano, no último de 20 de janeiro, fiéis no Brasil inteiro comemoram mais um passo da baiana em direção à beatificação. No Ceará, uma família que afirma ter sido abençoada por um milagre conseguido por interseção de irmã Dulce está ainda mais emocionada com a vitória.O advogado e empresário Mauro Feitosa conta, emocionado, que deve a vida de seu filho a Deus e à Irmã Dulce. Segundo ele, o milagre teria ocorrido em 2002, quando o filho, Mauro Feitosa Filho, que tinha somente 13 anos na época, foi acometido por um tumor cerebral. “Os exames de ressonância magnética mostravam que era maligno. Os médicos me aconselharam a levá-lo para fazer uma cirurgia fora do País ou em São Paulo. Mesmo assim, os médicos estipulavam uma sobrevida de três meses somente”, conta Mauro.Lutando pela vida do menino, a família logo providenciou a viagem para São Paulo, mas a cirurgia teve que ser adiada. “Ele ia se operar num sábado, mas foi constatado que estava com escarlatina e teria que fazer o tratamento antes”, diz. O adiamento por 15 dias foi mais uma bênção, conforme Mauro Filho, porque a família esperava uma relíquia de Irmã Dulce (um fragmento do hábito que a freira usava) para o dia que estava marcada a cirurgia.“Neste período, deu tempo da relíquia chegar e todos os dias fazíamos orações, sempre confiando no milagre. Eu cheguei a dizer para os médicos que tinha a sensação de que, quando eles abrisse a cabeça do meu filho, não teria mais nada”, conta o empresário.No dia da cirurgia, Mauro Filho diz que a duração prevista era de 14 horas, mas, somente três horas e meia depois a família recebeu uma ligação da sala de cirurgia informando que o procedimento já havia acabado. “O tumor era benigno e eles tiraram tudo na cirurgia”, relata. O adolescente ficou somente 11 horas na UTI e saiu do hospital em dois dias.Quando Mauro Filho perguntou sobre o restante do tratamento ao qual o filho deveria ser submetido, os médicos disseram que nada devia ser feito. “Eles me disseram para esquecer o que passamos e seguir a vida. Eles estavam muito surpresos com tudo aquilo”.Devoção“Até acontecer esse milagre com meu filho, eu nem sabia nem direito quem era Irmã Dulce”, conta Mauro Feitosa, revelando que fazia confusão com a Madre Tereza. Ele diz ainda que não era católico praticante e que nunca teve devoção a santo nenhum.Contudo, a partir deste dia começou a se dedicar mais à religiosidade. “Comecei também a ler tudo sobre a Irmã Dulce, conheci a vida e obra dela e me apaixonei”, comenta.O empresário diz que a freira viveu na terra uma vida diferente de uma pessoa comum. “Ela era um conforto para os pobres e um exame de consciência para os ricos”, frisa.Mauro diz admirá-la principalmente porque ela gastou todo o conhecimento que tinha em favor dos pobres. Sobre a possibilidade de ser beatificada, o empresário se diz esperançoso. “Eu devo a Deus a vida do meu filho. Ele operou esse milagre por interseção dela. Se ela for reconhecida santa, eu dou um jeito de ir à Roma, nem que seja a pé”, enfatiza.Conhecida como “O Anjo Bom da Bahia”, Maria Rita Pontes, nome de batismo de irmã Dulce, praticava caridade desde os 13 anos. Aos 18 anos, ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição. Irmã Dulce morreu em 1992, em decorrência de problemas respiratórios. Entre os milagres atribuídos à brasileira, o de maior relevância refere-se a uma mulher que sofreu intensa hemorragia durante o parto e teria sido salva graças às preces à baiana.




Diário do Nordeste/
Renata Benevides/


Foto: José Maria Melo

CÁRITAS E PASTORAIS SOCIAIS PARTICIPAM DE MISSA ANTES DA MARCHA

As Pastorais Sociais e a Cáritas Brasileira participaram, nesta terça-feira, 27, antes de se juntarem à Marcha do FSM, de uma missa presidida pelo arcebispo de Belém, dom Orani João Tempesta, na Basílica Nossa Senhora Nazaré. A celebração marcou o encerramento do Seminário Desenvolvimento Sustentável Solidário realizado pela Cáritas, nos dias 25 e 26 de janeiro, no Seminário Bom Pastor, em Ananindeua, região metropolitana de Belém (PA). Participaram do evento agentes da Cáritas do Brasil, Argentina, Peru, Chile, Venezuela, Costa Rica, Colômbia, Cuba, Honduras, El Salvador, Guatemala, México, Nicarágua e Panamá.
Em sua homilia, o arcebispo de Belém, lembrando o evangelho proclamado, acentuou a unidade dos povos que sonham com um mundo melhor. “O que nos une, assim como as diversas presenças neste Fórum, é o desafio de construirmos um mundo melhor”, disse dom Orani.
Terminada a missa, os cerca de 200 participantes da celebração se uniram às dezenas de milhares de pessoas que passavam pela Av. Nazaré, na Marcha de abertura do Fórum. Amanhã, às 14h, as Pastorais Sociais abrem a "Tenda Ir. Dorothy". Durante todo o Fórum, a Tenda vai oferecer várias atividades como palestras, seminários, testemunhos, exposições. A Tenda funcionará na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA).
Pelo fim do trabalho escravoCarregando uma enorme bandeira e empunhando cartazes, um grupo liderado pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), identificado com camisetas pretas, aproveitava a Marcha para denunciar o trabalho escravo no Brasil e colher assinaturas pedindo a aprovação imediata, pelo Congresso Nacional, da PEC 438 que trata da matéria.
“Esse é o bloco dos que vão pôr fim no trabalho escravo no Brasil e pressionar os parlamentares para que aprovem a PEC 438 que erradica esta chaga social”, afirma Ana de Souza Pinto, da CPT, da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. “O Pará tem sido, historicamente, o campeão desta chaga social no país”, lembra Ana. Segundo disse, a Campanha pretende arrecadar mais de um milhão de assinaturas. Até agora, já coletaram 200 mil.

CNBB

MULTIDÃO PARTICIPA DA MARCHA DE ABERTURA DO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL



Bandeiras de todas as cores, cartazes com os mais diversos dizeres, faixas denunciando a violação de direitos humanos ou protestando contra a construção de hidrelétricas na Amazônia, apitos, carros de som, grupos identificados com camisetas ou bonés, gritos de ordem, batucada, músicas tocando em vários grupos simultaneamente. Este era o cenário na Escadinha do Cais do Porto, ao lado da Estação das Docas, no centro de Belém, de onde partiu a Marcha que abriu o 9º Fórum Social Mundial (FSM), por volta das 15 horas nesta terça-feira, 27.
Antes da Marcha, diferentes grupos se apresentavam no palanque montado para a abertura do evento e a multidão acompanhava entusiasmada. De repente, caiu uma forte chuva, fazendo com que alguns abrissem seus guarda-chuvas ou tirassem suas capas. Os menos previdentes recorreram às marquises dos prédios. A maioria, no entanto, enfrentou a chuva e se pôs a caminhar em direção à Praça do Operário, ponto de chegada da caminhada. Com o fim da chuva, os espectadores das marquises se juntaram, novamente, à multidão.
DiversidadeEsta é a palavra que melhor define o perfil dos que participaram da Marcha nesta tarde, em Belém, abrindo o FSM. No meio do povo, era fácil de identificar desde grupos que lutam, por exemplo, pela erradicação do trabalho escravo, até ativistas que defendem a legalização do aborto. Os grupos religiosos se misturam aos sindicalistas; os movimentos sociais caminham lado a lado com as ONGs e com os militantes dos partidos políticos. A juventude, maciça, também quer mostrar que sonha com “outro mundo possível” e mostra sua cara na caminhada.
CNBB